Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 08 Mai 2021

Cirurgia robótica é benefício na urologia, afirma especialista

Foto: Divulgação/Cristiano Paiva (site oficial)
Os robôs estão cada vez mais participativos na área de cirurgias em todo o mundo. Facilitadores, os sistemas robóticos ajudam os médicos a trabalharem de forma mais precisa. Em Manaus (AM), o urologista na Urocentro, Cristiano Paiva, informa que um dos sistemas mais modernos já disponível é o 'Da Vinci'.

De acordo com o especialista, o sistema Da Vinci é o único comercialmente disponível que fornece ao cirurgião controle intuitivo, movimentos em escala e manipulação de tecidos delicados. "Tem visualização 3-D dando características de cirurgia aberta permitindo que o cirurgião trabalhe através de pequenas incisões, caracterizando a cirurgia robótica, como minimamente invasivas", descreve o médico.

"O cirurgião manipula os controles mestres situados abaixo com as mãos e pulsos naturalmente posicionados em relação aos seus olhos. O sistema traduz imediatamente os movimentos das mãos, pulsos e dedos do cirurgião, em movimentos precisos e em tempo real para as pinças cirúrgicas", explica Paiva.Cirurgia Robótica

Segundo o médico, nos anos 80 o Departamento de Defesa dos Estados Unidos iniciou um projeto a fim de desenvolver um programa de cirurgia remota para campos de guerra. A ideia foi de substituir médicos por robôs para minimizar as perdas nos conflitos, por isso o nome cirurgia robótica.

Paiva afirma que a cirurgia robótica conseguiu ser adaptada a diversas necessidades e hoje ajuda em inúmeras funções, o que minimiza as 'invasões' nos pacientes. "Os últimos modelos foram construídos com visão 3D, com qualidade HD (1080i) e instrumentais cada vez mais modernos e eficientes. Em um futuro próximo, novas tecnologias estarão sendo incorporadas ao robô, facilitando e aperfeiçoando a cirurgia robótica, o trabalho da equipe cirúrgica e os resultados finais para os pacientes", assegura o médico.

Urocentro

A Urocentro conta com uma equipe de profissionais especializados de Manaus, utilizando modernas técnicas e um novo conceito de atendimento para problemas urinários masculinos, femininos e pediátricos.

A clínica está localizada na Rua Fortaleza, n°.528, no bairro Adrianópolis. Para mais informações: (92) 3213-4515, 3302-6650, 99254-3035, 99255-0753 ou [email protected]

Empresa de Manaus investe em tecnologia para manter qualidade da água

A água é um dos bens mais preciosos para a manutenção da vida no planeta. A Amazônia possui uma vasta fonte, mas até que ponto a água que chega até a torneira é própria para consumo? Visando a manutenção e qualidade da água, principalmente em empresas, escolas e locais de acesso público, a Quimitec Tecnologia Química Ltda. investe em processos tecnológicos que auxiliem nesse âmbito em Manaus (AM).

"Nosso objetivo é ajudar a manter a qualidade da água que as pessoas consomem em Manaus. Temos uma fonte gigante, mas mal utilizada, e que precisa estar de acordo com as normas para não prejudicar a saúde", destaca o químico Ivo Vital. Confira os serviços oferecidos pela empresa:
Sobre a Quimitec

A Quimitec - Tecnologia Química LTDA desenvolve atividades que contribuem para a preservação do meio ambiente através de serviços como o tratamento anticorrosivo da água em sistemas de refrigeração de maneira ecológica.

A empresa ainda realiza outros serviços relacionados ao tratamento da água, como: assessoria e consultoria ambiental, estudos de projetos de efluentes industriais, limpeza e desinfecção de poço tubular e inventário de resíduos industriais.

A Quimitec está localizada na Avenida Dom Pedro I, n°.13, no bairro Dom Pedro I. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (92) 3656-2303.

Sistemas de combate a incêndio em prédios precisam de atenção, informa especialista

Londres (Inglaterra), sofreu um choque quando, em 14 de junho deste ano, um prédio foi tomado por um incêndio. No total, 79 pessoas morreram e tudo começou com curto-circuito em uma geladeira. Um foco de incêndio que poderia ser controlado facilmente acabou tomando proporções descomunais porque o sistema de alarme do prédio, há muito tempo sem manutenção, não funcionou. Este foi o maior incêndio britânico registrado, mesmo após alertas sobre a condição da edificação.

Caso parecido no Brasil aconteceu com o Edifício Joelma, em São Paulo, em 1974, com incêndio causado também por curto-circuito em um aparelho condicionador de ar. Entretanto, nesta época as leis e as normas de sistemas de combate a incêndios ainda eram muito embrionárias e, desde então, evoluíram.
Independente da razão do incêndio, explica o engenheiro civil de Manaus (AM), na empresa Quartzo Engenharia Diagnóstica & Gerenciamento, Thiago Maron, é necessário que haja um sistema de combate a incêndio em toda edificação.

De acordo com Maron, o equipamento necessário varia de imóvel para imóvel. Ele explica que em edificações de baixo risco, como prédios residenciais, o sistema é mais simples, com hidrantes e extintores. Já imóveis com riscos mais altos, como fábricas, exigem sistemas mais complexos.

"Entretanto, toda edificação precisa ter, no mínimo, extintores, iluminação de emergência, placas de sinalização e uma rota de fuga bem feita. O principal objetivo do sistema de combate a incêndio é proteger a vida dos ocupantes de qualquer edificação, facilitando sua fuga em casos de emergência", informa.
Foto: Reprodução/Shutterstock
O engenheiro destaca que o sistema de combate a incêndio deve ser uma preocupação desde a concepção do imóvel, em seu projeto inicial. "É muito mais fácil implementar um sistema de combate a incêndio que foi bem estudado e planejado, construído juntamente com a edificação. Já imaginou ter que instalar um sistema de hidrantes num prédio habitado, por exemplo, como uma escola? Demanda muito esforço, muito dinheiro e atrapalha muitas pessoas", justifica.

Depois de elaborado, o plano deve ser encaminhado para aprovação do Corpo de Bombeiros. Conforme explicação do engenheiro, "atualmente é obrigatória a apresentação do projeto de combate a incêndio para análise pelo Corpo de Bombeiros" e depois de aprovado o sistema pode ser implementado. "Para elaborar os projetos para análise, todo profissional deve ser previamente cadastrado junto ao CBMAM", avisa.

Manutenção

Após a elaboração, implementação e aprovação do sistema de combate a incêndio, muitas pessoas acreditam que as preocupações terminam. No entanto, é preciso lembrar que, como qualquer outro sistema, este deve ser monitorado periodicamente, justamente para evitar o que ocorreu no caso do incêndio em Londres, em que um especialista já havia alertado as autoridades sobre os riscos que o prédio corria desde 2011.

"A recomendação é que o sistema seja verificado por completo pelo menos a cada ano. Alguns equipamentos mecânicos, como a bomba de incêndio, a pressurização da escada de emergência etc., devem ser postos em funcionamento pelo menos todo mês, de forma que funcionem corretamente em caso de emergência", exemplifica Maron.

Vale destacar que toda e qualquer manutenção precisa ser realizada por profissionais qualificados, como engenheiros(as) e arquitetos(as). Segundo o especialista da Quartzo, assim é possível evitar prejuízos tanto aos componentes do sistema como à edificação como um todo. "É imprescindível a emissão de uma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) ou de um Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) referente ao serviço", avaliou.

Em Manaus, assegura o engenheiro, a Quartzo Engenharia trabalha com assessoria completa para obtenção do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), documento que comprova que o sistema de combate a incêndio está funcionando corretamente.

"Esta assessoria contempla desde uma vistoria da atual situação do sistema, com emissão de Laudo Técnico indicando quais as falhas existentes e o que precisa ser feito para corrigi-las, passa pela elaboração do Projeto de Prevenção e Combate a Incêndio, completamente adequado às normas vigentes atualmente, até a protocolização e o acompanhamento do projeto junto ao CBMAM e, inclusive, o acompanhamento da instalação do sistema de combate a incêndio, dependendo da necessidade do cliente", informa.

Quartzo Engenharia 

A Quartzo Engenharia Diagnóstica & Gerenciamento foi fundada em 2011 e é filiada ao Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia do Amazonas (IBAPE-AM). Desde então, se especializou em análises e perícias de problemas em edifícios, casas e condomínios. A empresa realiza vistoria e inspeção da saúde e segurança de edificações, além de Assessoria Condominial em Engenharia, um serviço técnico voltado para esclarecer questões de construção e engenharia civil em condomínios. O serviço contempla também a análise de projetos de reforma e a fiscalização periódica de obras.

O escritório está localizado no Edifício Rio Negro Center, na sala nº 508, na Rua 24 de Maio, Centro. Para mais informações: (92) 3346-6818 ou [email protected]  

Empresas devem investir em exames de admissão, afirma especialista

Para manter um serviço que gere rendimentos, é necessário que a empresa invista e se preocupe com a saúde dos colaboradores. Essa é uma das advertências do médico do trabalho Francisco Malheiros, da Integral Ocupacional, em Manaus (AM). Segundo Malheiros, exames obrigatórios comprovam o bom estado de saúde físico e mental do novo funcionário, mas outros exames podem ajudar a melhorar a perspectiva no desempenho da função.

"Pela lei, todo empregado que é contratado em regime CLT tem obrigação de fazer seus exames admissionais. A lei diz que é preciso fazer os exames de peso, altura, verificar aparelhos digestivo e respiratório, tudo de acordo com os riscos do ambiente em que ele vai executar sua atividade", justificou o médico. Para isso é necessário a empresa informar a que riscos o funcionário estará exposto, como químicos ou biológicos.

Segundo o especialista, os exames devem ser pedidos na avaliação de admissão pela própria empresa. "Se o ambiente está exposto ao risco de ruídos acima do permitido, então o exame a ser feito é o de audiometria", exemplificou.

Durante a execução de sua função, neste caso por exemplo, equipamentos de proteção individual (EPI) devem ser fornecidos pela empresa, bem como exames anuais para avaliar as condições e possíveis danos. "Os exames de admissão são importantes porque detectam previamente se já há algum dano e que medidas podem ser tomadas pela empresa", disse.

A lei

Exame Admissional é um exame médico simples, solicitado pelas empresas antes da contratação de um funcionário com carteira assinada. Ele está previsto no artigo 168 da CLT:
Ministério do Trabalho
CLT - Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943
Art. 168 - Será obrigatório exame médico, por conta do empregador, nas condições estabelecidas neste artigo e nas instruções complementares a serem expedidas pelo Ministério do Trabalho:
(Redação dada pela Lei nº 7.855, de 24.10.1989)
I - a admissão; (Incluído pela Lei nº 7.855, de 24.10.1989)
II - na demissão; (Incluído pela Lei nº 7.855, de 24.10.1989)
III - periodicamente. (Incluído pela Lei nº 7.855, de 24.10.1989)
Prevenção
De acordo com Francisco Malheiros, a exigência dos exames admissionais e periódicos fazem parte de uma estratégia preventiva, que evita prejuízos à saúde do empregado. "Para mim, além dos exames obrigatórios, precisamos dos preventivos, que a lei não exige, como o de glicemia ou de pressão alta", informou.

"Um simples exame que se faz, a gente consegue descobrir se a pessoa tem uma propensão a diabetes. Sempre falo que a prevenção não é um custo, é um investimento. No momento que se investe um pouco mais na admissão de um empregado eu já vou saber como será o futuro dele na empresa", justificou o médico. 
Outros exames opcionais são o de urina, o hemograma completo e o de acuidade visual. "A lei não diz que tem que fazer o de acuidade visual. É importante, porque é simples e vai fizer se precisa ou não do uso de óculos, que muitas vezes a pessoa nem sabe que precisa, independente da idade", alerta.
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
"Muitas doenças que não aparecem nos exames obrigatórios são detectadas com os preventivos. Uma empresa só cresce em função do trabalho dos empregados, tenho que investir neles para fazer a máquina funcionar. Os donos das empresas precisam entender isso, deixar de olhar a produção e olhar o homem, a pessoa que sente frio, dor", alertou Francisco Malheiros.

"Basta pensar no tanto de doenças que se pode evitar apenas verificando se o futuro funcionário tomou suas vacinas", destacou. "A lei não obriga que nenhuma empresa tenha a arcada dentária em dia, por exemplo. Mas precisamos informar que a higiene bucal evita centenas de doenças, como problemas no coração e até doenças nas articulações", completou Malheiros.

Assim, o médico do trabalho reforça a recomendação: "É preciso sensibilizar os empresários que ao contratar um empregado, ele não pode trabalhar sem passar pelos exames. O que falo é visando o fato que além das empresas cumprirem a lei, também vão melhorar suas produções".

Integral Ocupacional

A Integral Ocupacional visa identificar, avaliar e controlar situações de risco inerentes à segurança e saúde no trabalho. Além da constatação da existência de casos de doenças profissionais ou danos irreversíveis à saúde dos seus trabalhadores, aliados ao monitoramento dos riscos ocupacionais, busca atender as Normas do Ministério do Trabalho.

Conta com médicos especializados em Medicina do Trabalho, realiza exames ocupacionais 'in loco' e possui Programas Ocupacionais com o objetivo de promover a redução de acidentes no ambiente de trabalho. O diferencial é o rastreamento diagnóstico precoce dos agravos à saúde. A Integral Ocupacional está localizada na Rua Comendador Clementino, n°. 219, no Centro de Manaus e funciona de segunda à sexta das 7h às 18h. Para mais informações, ligue: (92) 3635-6538.

Como identificar pessoas com depressão no ambiente de trabalho

Foto: Reprodução/Shutterstock
Cansaço, desmotivação, isolamento, queda no desempenho, todas esses sintomas podem ter relação com transtornos mentais como depressão e ansiedade. O trabalho é um território de maior cobrança no dia-a-dia. Segundo a psiquiatra da Integral Ocupacional em Manaus, Alessandra Tereza, essas patologias afetam diretamente a produtividade e a manutenção de relações entre pessoas no trabalho, por isso existem algumas maneira de identificar as que provavelmente sofram com estes transtornos.

Segundo relatório publicado em 2016 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), somente no Brasil, mais de 30 milhões de pessoas sofrem de ansiedade e depressão. Alessandra explicou ao Portal Amazônia que esses transtornos são os mais comuns. "A ansiedade e a depressão geralmente andam juntas. E o mais importante é que as pessoas próximas, como colegas de trabalho e gestores fiquem atentas aos sinais", avisou.

De acordo com a psicóloga, os transtornos mentais de maneira geral provocam uma mudança no padrão de comportamento. Pessoas antes ativas que se isolam, tem a diminuição no desempenho, deixam de participar de atividades como festas, reuniões e aniversários, podem sofrer com a depressão.

"Aquele amigo alegre que tem uma mudança brusca de humor ou que se isola. A chefia também pode perceber através dos sinais como queda na produção, uma sequência de atestados por diferentes motivos. Além disso é comum que outros quadros dolorosos corporais acabem se manifestando", afirmou a especialista.

Para Alessandra é importante que os líderes de organizações fiquem atentos e levem a sério esses tipos de problema. Ainda de acordo com a psicóloga, é comum mesmo médicos de outras especialidades ignorarem o sofrimento causado pela depressão e que acabam indicando outros tratamentos. "Por isso é importante que as pessoas ao redor apoiem a pessoa na busca por ajuda médica especializada", destacou.

Além disso, o ambiente de trabalho pode ajudar na manutenção de uma vida mental saudável. "Um ambiente saudável, com metas claras, gestores alinhados com a missão da empresa e a estimativa de prazos baseados na eficiência e no desempenho individual e de cada grupo é muito importante", concluiu.

Integral Ocupacional

A Integral Ocupacional visa identificar, avaliar e controlar situações de risco inerentes à segurança e saúde no trabalho. Além da constatação da existência de casos de doenças profissionais ou danos irreversíveis à saúde dos seus trabalhadores, aliados ao monitoramento dos riscos ocupacionais, busca atender as Normas do Ministério do Trabalho.

Conta com médicos especializados em Medicina do Trabalho, realiza exames ocupacionais 'in loco' e possui Programas Ocupacionais com o objetivo de promover a redução de acidentes no ambiente de trabalho. O diferencial é o rastreamento diagnóstico precoce dos agravos à saúde. A Integral Ocupacional está localizada na Rua Comendador Clementino, n°. 219, no Centro de Manaus e funciona de segunda à sexta das 7h às 18h. Para mais informações, ligue: (92) 3635-6538.

Medo e preconceito: entenda o que é a urologia

Uma dúvida frequente de muitos homens é: o que é a urologia? O medo e preconceito com relação a alguns exames necessários nesta especialidade, como o de toque da próstata, os fazem evitar a ida aos consultórios, o que leva a maior ocorrência de doenças como o câncer de próstata.

A urologia é a especialidade médica que cuida da parte urinária e genital do homem e a parte urinária da mulher, esclarece o uro-oncologista do Centro de Urologia do Amazonas (Urocentro) em Manaus, Cristiano Paiva. "O urologista, hoje, é o médico do homem, da mesma forma que o ginecologista é o médico da mulher. Isso porque o homem tem doenças, como a andropausa, que é a menopausa do homem, ou seja, a baixa do hormônio testerona, que precisa ser reposto", esclareceu o especialista ao Portal Amazônia.
Foto: Diego Oliveira/Portal Amazônia
Evolução

"Até uns 30 anos atrás, a urologia era apenas para tratar doença sexual masculina, mas hoje até cirurgia robótica é usada para tratar o câncer de próstata, que preserva não só o nervo da ereção, como o músculo que controla a continência urinária", contou Paiva.

O médico disse ainda que isso é possível devido aos estudos e pesquisas na área, que são compartilhados pela comunidades médica anualmente em congressos em Londres (Inglaterra) e Boston (EUA). "O médico tem que dominar a língua inglesa na fala e na escrita. Isso dá a oportunidade de estar 100% atualizado com o que existe no mundo, para trazer o que há de mais moderno e seguro nos tratamentos para Manaus", avisou.

Paiva destaca ainda que, com a evolução da urologia, especialidades surgiram. "Por exemplo, existe uma área dentro da urologia, que cuida de cálculo renal [pedras nos rins], a urolitíase", exemplifica o médico.

A especialidade de Cristiano Paiva é a uro-oncologia, que cuida do câncer de próstata. "É interessante as pessoas terem noção das diferenças, porque elas podem procurar especialistas direto nessas áreas. Aqui na clínica, temos todos os subespecialistas da urologia", informou.

Preconceito

Este ano, durante o Congresso Americano de Urologia em Boston (EUA), Paiva conta que o carro chefe dos estudos foi o câncer de próstata. "Vimos algumas campanhas que falam não ser necessário o exame preventivo. Isso começou mais ou menos em 2014. O que aconteceu é que os homens já queriam desculpas para não ir ao urologista e com isso passaram realmente a ir menos. Principalmente nos Estado Unidos e alguns países europeus", contou.

Segundo o especialista, o homem que desde 2014 até este ano não realizou exames, poderia ter detectado uma doença em fase inicial, possível de ser curada, mas que possivelmente já estaria em estágio avançado. "Essa ideia de que não deve se fazer o exame é totalmente errada. Existem vários preconceitos que, felizmente, têm caído. O principal, não tenha dúvida, é o exame de toque", explicou Paiva.

"Isso ainda fere a masculinidade do homem. Ele pensa que vai doer, que é um exame muito desagradável, que vai ficar muito constrangido. Na verdade, quando o homem vem e faz o exame, todos falam que pensavam ser completamente diferente", afirmou. "Toda vez que fazem o exame e eu falo que está normal, as pessoas não sabem a sensação de alívio que é para o homem quando ele recebe esta notícia", destacou. Ainda de acordo com o especialista, é comum ter casos de câncer na família que foram diagnosticados tardiamente.

Outros campos

Apesar de muitas pessoas estranharem, as mulheres também têm espaço no campo da urologia. O especialista informa que três doenças são comuns: infecções urinárias, cálculos urinários e a incontinência. "Quando a mulher inicia a vida sexual, a chance de ter infecções urinárias é de cinco a dez vezes maior que em um homem. Existe uma explicação anatômica, porque a uretra dela é mais curta o que leva á infecção mais rápido. Além disso, na mulher tudo é próximo: ânus, vagina e uretra, o que favorece essa questão", explicou.

Outro fator é o estresse. "Hoje a mulher compete de igual para igual na carreira profissional e pode sofrer com o estresse, o que baixa a imunidade e favorece as infecções. Bem como o nosso clima, que é hostil, e que acomete homens e mulheres com cálculos renais", completou. Esta é, de acordo com o médico, a segunda maior patologia atendida na clínica.

"Por último, depois de ter filhos, com o envelhecimento, a incontinência urinária afeta muitas mulheres. Tratamos com medicações ou cirurgias", destacou. Já no caso das crianças, algumas das anomalias frequentes são a descida errada dos testículos e rins estreitos. "Para evitar ou tratar isso é importante o pré-natal. Mas quando são diagnosticadas, quem trata é o uro-pediatra", informou.

Exames pré-nupciais

Um exame que previne todos os indivíduos - homens, mulheres e crianças - é o pré-nupcial. "Antigamente os homens tinham receio em fazê-los, mas hoje, quando vem comigo, faço exames que além de toda parte hormonal avalio também se tem condições de ter filhos de forma normal, o que evita problemas para o casal e para a futura criança", afirmou Paiva.

De acordo com o médico, esses são apenas alguns aspectos de destaque para lembrar a importância das consultas com um urologista. "O papel dos exames é preventivo. O homem tem que procurar, senão ele vai apresentar problemas. Quanto mais precoce a detecção, melhor a possibilidade de cura e melhoria da qualidade de vida. E ainda, o homem a partir dos 40 tem que fazer uma avaliação hormonal, para não sofrer com os prejuízos da andropausa, como a perda de performance, não ter um desempenho sexual adequado e ainda distúrbios de memória", avaliou o especialista.

Urocentro

Além do uro-oncologista Cristiano Paiva, a clínica conta ainda com o especialista em infertilidade masculina Flávio Antunes; o uro-oncologista Giuseppe Figliuolo; o urologista Ítalo Cortez; e o uropediatra Petrus Oliva.

A clínica está localizada na Rua Fortaleza, n°. 528, no bairro Adrianópolis, em Manaus (AM). Para mais informações: (92) 3213-4515, 3302-6650, 99254-3035, 99255-0753 ou [email protected]*Com a colaboração de Diego Oliveira

Escola se inspira em filme para realizar colônia de férias infantil em Manaus

Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Férias são sinônimo de descanso e diversão para as crianças, mas nem sempre para o pais. Em Manaus (AM), para aqueles pais que não podem ficar com os filhos em casa durante o período de recesso, uma opção é a colônia de férias. O Centro Educacional Agnus Dei, inspirado no mundo de 'Moana', animação norte-americana, abre as portas de sua colônia de férias de 2017 a partir do dia 3 de julho.

De acordo com a coordenadora do Agnus Dei, Josiléia Saraiva, a escola é importante na primeira infância por colocar as crianças em contato umas com as outras, além de receberem estímulos. "A escola vem com esse contexto de estabelecer o cuidar através dos estímulos proporcionados conforme cada idade. O Agnus Dei desenvolveu uma proposta para desenvolver esses aspectos oferecendo um lugar adequado e seguro para que tudo seja desenvolvido com cuidado", disse.

Quanto à colônia de férias, Josi explica que o centro educacional busca oferecer uma estrutura para que os pequenos possam se sentir a vontade e se divertir nesse período. "As crianças saem de férias, mas os pais não, então é uma oportunidade de manter a crianças distraída e com diversão. Convidamos os pais à conhecer nossa escola, para verificar tudo que temos programado para proporcionar nesse recesso escolar", sugeriu.

Moana

Todas as atividades deste ano são inspiradas no filme 'Moana', animação musical da Disney. "As atividades de arte são relacionadas ao filme, como pintura rupestre, brincadeiras da área onde Moana vivia, as danças. Tudo é organizado pelos profissionais de educação física. Os brinquedos de sucata, montados por eles, também estão relacionados, como os barquinhos que Moana utilizava feitos de palitos de picolé", informou a coordenadora. 
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Segundo a professora de educação física Eliete Oliveira, atividades como o funcional são introduzidas neste período. "A gente veio com uma novidade, inspirada no filme, de introdução de atividades de psicomotricidade [ciência que estuda o homem através do seu corpo em movimento]. São atividades que irão ajudar na coordenação motora, desenvolvimento, trabalhando as habilidades das crianças baseada no desempenho de cada um. Temos também os esportes coletivos, como a natação e judô, dança, teatro e atividades rítmicas, o que ajuda muito todas as crianças, porque é importante ter uma vida saudável", destacou. 
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
  
Quem pode?

Crianças a partir dos 3 anos até os 11 podem particpar da colônia e não precisam estar matriculadas no Agnus Dei. A colônia segue até dia 14 de julho. As turmas são divididas em meio período (de 7h às 12h), período alternativo (de 7h às 15h30) e período integral (de 7h às 17h). As vagas são limitadas à turmas de 20 crianças por idade: 3 anos, 4 e 5, 6 e 7, 8 e 9, 10 e 11.  
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Sobre o Agnus Dei

O Centro Educacional Agnus Dei foi criado em fevereiro de 2006 e tem como proposta educacional 'Sabedoria, Respeito e Compromisso em Educação Infantil e no Ensino Fundamental'. A escola oferece desde o berçário ao Ensino Fundamental I, e conta com um programa de estimulação e cardápios personalizados, pela manhã, tarde e alternativo (até às 15h) e integral (até às 17h30).

A escola oferece ainda serviços de pedagogia, pediatra, nutrição, psicopedagogia e enfermagem, aulas de natação, judô, dança e informática são oferecidos às crianças, e uma super colônia de férias no mês de julho e dezembro que acorre todos os anos. A escola está localizada na Avenida Rio Mar, n° 38, no bairro Vieiralves. Mais informações sobre matrículas e calendário escolar podem ser obtidas através dos telefones (92) 3584-5458, (92) 3584-2815 ou (92) 99493-5066.

Conheça formas de driblar o estresse no trabalho

Foto: Reprodução/Shutterstock
O estresse é uma coisa necessária. Embora colocado como vilão, a ciência já sabe que ele tem um papel importante na reação da espécie às ameaças. O cortisol, conhecido como hormônio do estresse, liberado pelo cérebro em circunstâncias de pressão, deixa as pessoas em situações de pressão mais atentas, ágeis e competitivas. Entretanto, segundo a psiquiatra da Integral Ocupacional, Alessandra Tereza, em Manaus (AM), a sociedade moderna tem exigido cada vez mais das pessoas.

Segundo Alessandra, o problema do estresse acontece quando se ultrapassa os próprios limites. "O primeiro sinal de que o estresse pode estar prejudicando é quando por dificuldades pessoais a pessoa acaba não conseguindo gerenciar seus problemas. Isso porque hoje você sofre muitas pressões", afirma.

A Pesquisa Stress no Brasil, feita pelo Instituto de Psicologia e Controle do Stress (IPCS) sob a direção de Marilda Novaes Lipp, mostrou que 54% dos brasileiros acredita que o seu nível de estresse é controlável e 34% disseram que é realmente excessivo. A maioria dos entrevistados afirma que a ansiedade é a principal doença associada ao estresse, na frente de gastrite, problemas respiratórios e depressão.

Isso acontece, afirma Alessandra, porque as cobranças da vida moderna são "quase" ilimitadas. "Você precisa ser o melhor funcionário, ter um corpo perfeito, ser mãe ou pai, gerenciar suas contas, ser responsável em projetos, a lista não para. Chega um momento que seu corpo não aguenta e daí vem o estresse que gera problemas", afirma.

A forma com que se lida com a dor, a adversidade e a perda é parte da maturidade emocional de cada pessoa. Essa habilidade tem o nome de inteligência emocional. De acordo com Alessandra, cada pessoa é única e pode lidar com diferentes emoções. Algumas, ao se deparar com alguma adversidade, se cobram muito e caem em crises de choro. Outras, que sabem lidar melhor com as emoções, quando exigidos tem resultados melhores.

Segundo a psiquiatra, outra forma de diminuir o estresse é entender seus próprios limites. "Imaginamos que uma pessoa o equivalente a um copo de água de estresse, mas no ambiente de trabalho ela tem que diariamente lidar no trabalho com o equivalente a dois copos. A pessoa vai ter que uma sensação de esgotamento mental e cansaço crônico. Esse cansaço contínuo acaba com as reservas energéticas e fica cada vez mais difícil administrar crises de choro, irritabilidade, gritos no ambiente de trabalho, respostas atravessadas e queda de produtividade. O funcionário fica incapaz de oferecer a empresa o que oferecia antes", explica.

Ajuda profissional é uma das saídas mais eficazes. "Temos a tendência a não buscar especialistas quando lidamos com estresse e emoções, mesmo sabendo que eles têm influência direta no nosso bem estar. Eu indico que as pessoas procurem um profissional, um psiquiatra que possa ajudar as pessoas nesses momentos", finaliza a especialista.

Integral Ocupacional

A Integral Ocupacional visa identificar, avaliar e controlar situações de risco inerentes a segurança e saúde no trabalho. Além da constatação da existência de casos de doenças profissionais ou danos irreversíveis à saúde dos seus trabalhadores, aliados ao monitoramento dos riscos ocupacionais, busca atender as Normas do Ministério do Trabalho.

Conta com médicos especializados em Medicina do Trabalho, realiza exames ocupacionais 'in loco' e possui Programas Ocupacionais com o objetivo de promover a redução de acidentes no ambiente de trabalho. O diferencial é o rastreamento diagnóstico precoce dos agravos à saúde. A Integral Ocupacional está localizada na Rua Comendador Clementino, n°. 219, no Centro de Manaus e funciona de segunda à sexta das 7h às 18h. Para mais informações, ligue: (92) 3635-6538.

Festas juninas unem famílias, afirma diretora de escola em Manaus

O mês de junho é um dos mais esperados do ano. Quitutes, cores e brincadeiras típicas da época passam a fazer parte do roteiro de entretenimento de todos e no Centro Educacional Agnus Dei, em Manaus, não é diferente. Tanto, que na tarde desta sexta-feira (9), os alunos se reuniram com os pais no Parque Municipal do Idoso para realizar o tradicional arraial da escola.

Apresentações das crianças, sorteios de brindes, contação de piadas e outras atividades, além de um parque com pula-pula, pescaria e outras brincadeiras fizeram parte da festa. "Nosso arraial é uma tradição já. Buscamos trabalhar as músicas regionais, com o boi, com a ciranda, porque é uma festa da cultura popular Então além da gente se divertir, de aproveitar as comidas típicas, também trabalhamos a cultura com eles, do porquê ser um mês 'junino', sua simbologia", afirmou a diretora do Agnus Deis, Márcia Carneiro, ao Portal Amazônia.

Segundo Márcia, a festa junina é a mais procurada pelos pais. "Mal acabamos as festas do Dia das Mães e já tinham pais perguntando como seria a festa junina. Eles já esperam por essa festa, é sem dúvida a mais procurada e que une as famílias", contou.

A pequena Manuela participa pela primeira vez da festa. "Ela é muito pequenininha, mas tem sempre aquela magia dos fogos, da pescaria. São coisas diferentes do dia a dia. Festa junina tem que continuar", comentou a advogada Carolina Botelho.

Mas para a mãe de Amanda, a médica Rosângela Alves, as festas juninas "infelizmente se perderam". "A gente compara com a nossa infância e percebe que com o decorrer dos anos meio que se perdeu. São poucos locais que investem, talvez por falta de segurança ou local inadequado. Infelizmente para eles, hoje, é muito diferente", afirmou.

Por isso, Rosângela afirmou ainda que é importante levar os filhos para participar deste tipo de atividade proposta pelas escolas. "Assim não perdem o contato completo", destacou.

Confira alguns momentos da festa:
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Sobre o Agnus Dei

O Centro Educacional Agnus Dei foi criado em fevereiro de 2006 e tem como proposta educacional 'Sabedoria, Respeito e Compromisso em Educação Infantil e no Ensino Fundamental'. A escola oferece desde o berçário ao Ensino Fundamental I, e conta com um programa de estimulação e cardápios personalizados, pela manhã, tarde e alternativo (até às 15h) e integral (até às 17h30).

A escola oferece ainda serviços de pedagogia, pediatra, nutrição, psicopedagogia e enfermagem, aulas de natação, judô, dança e informática são oferecidos às crianças, e uma super colônia de férias no mês de julho e dezembro que acorre todos os anos. A escola está localizada na Avenida Rio Mar, n° 38, no bairro Vieiralves. Mais informações sobre matrículas e calendário escolar podem ser obtidas através dos telefones (92) 3584-5458, (92) 3584-2815 ou (92) 99493-5066.

6 exercícios de pilates para curiosos

Muitas pessoas que buscam alternativas à musculação quando vão para uma academia se deparam com o pilates. O método é de condicionamento físico, criado pelo alemão Joseph Hubertus Pilates, mas trabalha também reabilitação, para a melhoria de habilidades como força muscular, respiração, coordenação, equilíbrio, entre outros.

De acordo com a fisioterapeuta na academia Cia Athletica em Manaus, Renata Farias, a atividade é recomendada para crianças a partir de 8 anos até idosos. "Gestantes também podem, porque não existe contraindicação no pilates. A gente fala que existem exercícios contra-indicados, porque existem exercícios específicos para cada faixa etária", explicou ao Portal Amazônia.

Musculatura

No pilates, a musculatura mais importante a ser trabalhada é o abdômen, porque é a "base de tudo". "No pilates, Joseph Pilates, criador do método, denominou de power house, que hoje chamamos de core, a musculatura extensora da coluna e os músculos abdominais. Com a respiração trabalhamos todo o power house, que é a musculatura mais profunda", afirmou.

Segundo a fisioterapeuta, o diferencial da atividade é a fuga da monotonia, principal reclamação de quem frequenta academia. "Nós propomos exercícios diferentes para trabalhar a mesma musculatura, então a cada dia a aula é diferente, mesmo que o objetivo seja a mesma localização no corpo", informou.

Para a estudante Jéssica Almeida, que pratica pilates há sete meses, as mudanças são mais que perceptíveis. "Eu comecei para tentar variar os exercícios, já que eu não gostava muito de academia, de puxar peso e sempre vi os exercícios do pilates como desafios. Eu me surpreendi porque depois que comecei a fazer, vi muita diferença no meu corpo, mudou bastante a minha estrutura", contou.

Jéssica comentou ainda que sempre faz propaganda do método, pois confia em seus benefícios: "Eu sempre chamo as minhas amigas justamente porque eu realmente vi a diferença, eu sinto e acredito que todo mundo pode fazer".
Companhia Athletica

Com 18 unidades espalhadas pelo país, a Cia Athletica oferece há 30 anos as melhores opções para cada fase da vida. A academia pratica o conceito 'cia in&out', com o objetivo de melhorar a vida dos alunos. O conceito é manter a qualidade do equipamento e competência técnica na aplicação do exercício. Trata-se de uma linha de pensamento empresarial, do ambiente, do clima, da troca de sorrisos e de energia positiva.

O aluno escolhe seu objetivo: emagrecimento, desenvolvimento motor global, performance, definição muscular, entre outros. A rede de academias defende a ideia de que o aluno deve sair melhor do que entrou. Atualmente, são mais de 35 mil alunos.

Em Manaus, duas unidades disponibilizam os serviços: no Manauara Shopping, localizado na Avenida Mário Ypiranga, n° 1.300, no bairro Adrianópolis, no telefone (92) 3133-0000; e também no Studio 5 Festival Mall, localizado na Avenida Rodrigo Otávio, n° 3.555, no bairro Japiim, com o telefone (92) 3614-3000.

La Salle comemora 33ª edição da Lassalíada em Manaus

Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Em um ano de comemorações, por seus 35 anos em Manaus, a Rede La Salle realiza desta quarta-feira (24) até o sábado (27) a 33ª edição da Lassalíada. O evento esportivo acontece no  Centro Educacional La Salle, na Avenida Dom Pedro, e celebra o mês do fundador da Rede: São João Batista de La Salle.

As 'olimpíadas' são competições internas entre mais de mil estudantes em modalidades como volei, basquete, futebol, natação, xadrez e até dominó. Para o vice-diretor do colégio, Irmão Cantelli, no universo escolar, o esporte ocupa um dos lugares de maior destaque.

"Temos como diferencial um incentivo organizado ao esporte, por isso é bom termos um momento dedicado ao desporto, por meio da lassalíada. Nosso objetivo é confraternizar. O aluno, além do acadêmico sentado, precisa expressar seu dinamismo e esses quatro dias são de confraternização, ainda mais por estarmos no mês de La Salle, nosso fundador", informou ao Portal Amazônia.

As turmas do 5° ano do fundamental ao 3° do médio participam do evento e representam outras unidades da rede em todo o Brasil. Segundo o coordenador de esporte da escola, Claudomir de Vasconcelos, a programação estimula os alunos a se dedicarem ao esporte. "São quatro dias de muita disputa, mas também de muito aprendizado. A escola toda está envolvida e nós acreditamos na educação integral e que a prática desportiva é um instrumento educacional importante. É nessas competições que aprendem na prática sobre ética, regras, coisas que hoje nossa sociedade está precisando", destacou.

A competição é sempre mais acirrada no futsal e futebol. "São as que eles tem mais orgulho em dizer que ganharam. Então temos que ser sempre mais rígidos nessas modalidades", afirmou Vasconcelos.

Voz da experiência

Pelo quinto ano, Anna Júlia, estudante do terceiro ano do ensino médio, afirmou que para todos os alunos a semana da Lassalíada é a mais esperada. "É a melhor semana do ano, ainda mais pra gente que está na última, então temos que deixar nosso legado", contou. Anna disputará o título de campeã no futsal.

Também finalista, Vinícius Xavier revelou que passou toda sua vida escolar no colégio La Salle e que, por isso, vê o evento como um dos mais importantes do calendário. "Esse investimento que a escola faz no esporte não vemos em todas as escolas. Esse incentivo a competição com respeito é muito importante. Todos são amigos, mas não deixa de ser competitivo", defendeu.

Ainda na sétima série, Gabrielly Kauana competirá no vôlei, no futsal e no basquete. Esta é a terceira edição que acompanha do evento. "Esta é a segunda que irei participar, porque em uma delas eu tive que viajar. Mas é muito especial participar, porque é um momento inspirador da nossa juventude. A gente se diverte com os amigos, porque não importa muito se ganhou, mas que a gente se uniu, torceu, colaborou para tudo dar certo. Se ganhar é ainda melhor, lógico", garantiu.Confira alguns momentos da abertura da XXXIII Lassalíada
Desde as 7h os alunos já se preparavam para o evento. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
A concentração era nas quadras da escola. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Banda formada pelos estudantes ditou os ritmos do evento. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Concentração também na hora de cantar o Hino Nacional. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Estudantes desfilaram pela quadra junto com professores. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Cada turma trazia adereços para animar a torcida. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Segundo e terceiro ano do ensino médio: rivalidade pura. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Finalistas criaram apresentação especial antes de desfilar pela quadra. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Juramento destacava participação honesta de alunos nas competições. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Ao acender pira olímpica, deu-se início às competições. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Apresentação de ginástica artística foi uma das atrações no encerramento da abertura. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Dança também teve destaque na abertura. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Alunos finalistas estavam ansiosos pelas partidas de futebol. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Modalidade mais disputada, o futebol foi um dos primeiros esportes a abrir os jogos escolares. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Torcida organizada ditava o ritmo das competições. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Natação reuniu turmas mais jovens dos jogos. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia 
Meninas deram preferência ao vôlei. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Torcidas animavam os colegas de turma. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Sobre o La Salle

O Colégio La Salle em Manaus está localizado na Avenida Dom Pedro I, n°. 151, no bairro Dom Pedro. O colégio oferece: Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Turno Integral, Extraclasse, Projetos Especiais, Apoio Educacional e Educação Bilíngue. Para mais informações: (92)3655-1200 ou [email protected]

Entenda porque prédios adoecem e como isso pode afetar sua vida

Em 2012, o Edifício Liberdade, localizado na cidade do Rio de Janeiro, desmoronou devido, entre outros fatores, a alterações indevidas na sua estrutura, tirando 22 vidas e destruindo o patrimônio de inúmeras pessoas. Segundo foi constatado posteriormente, obras indevidas, sem a análise ou o acompanhamento de um Engenheiro Civil, além da falta de manutenção foram os principais motivos para o desmoronamento. Em geral, casos assim ocorrem, principalmente, pela negligência em relação aos cuidados da "saúde" da edificação e da ausência de uma análise especializada, que poderiam facilmente identificar e evitar desastres como esse.

Segundo o engenheiro civil da empresa Quartzo Engenharia Diagnóstica & Gerenciamento, Thiago Maron, um prédio pode ser comparado ao corpo humano. Ambos têm "sistemas" que regulam seu bom funcionamento. Por exemplo, o sistema estrutural de um prédio se assemelha ao esqueleto. Da mesma forma que cada sistema do corpo humano exige um médico com conhecimento específico, a análise da real situação dos sistemas construtivos de uma edificação deve ser feita por um profissional com formação adequada e conhecimento especializado para verificar o nível de manutenção e os riscos existentes aos usuários da edificação através de uma visão holística, ou seja, que analise cada item individualmente e como eles se interrelacionam.

Portanto, para garantir que a saúde da edificação esteja em seu melhor estado, é preciso que seja feita uma revisão geral no prédio, chamada de Inspeção Predial, de tempos em tempos. "De maneira geral, todo prédio precisa passar um check-up, da mesma forma que uma pessoa deve ir ao médico periodicamente. Em edificações mais novas, de até 20 anos, deve ser feita uma Inspeção Predial a cada 5 anos. Para prédios mais antigos, com mais de 20 anos, a recomendação é que a Inspeção seja feita a cada 2 ou 3 anos. Como se pode ver, é muito parecido com um corpo humano: quanto mais avançada a idade, maior a necessidade de ir ao médico, é exatamente essa análise que assegura uma longa vida tanto ao ser humano quanto ao edifício", explica Maron.

Para facilitar o entendimento das similaridades entre um corpo humano e um prédio, o Portal Amazônia fez um infográfico relacionando os sistemas construtivos aos sistemas corporais, além de citar quais os principais problemas podem prejudicar os imóveis.
Quartzo Engenharia 

A Quartzo Engenharia Diagnóstica & Gerenciamento foi fundada em 2011 e é filiada ao Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia do Amazonas (Ibape-AM). Desde então, se especializou em análises e perícias de problemas em edifícios, casas e condomínios. A empresa realiza vistoria e inspeção da saúde e segurança de edificações, além de assessoria condominial, uma assessoria técnica voltada para questões de construção e engenharia civil. O serviço contempla também a análise de projetos de reforma e a fiscalização periódica de obras.

O escritório está localizado no Edifício Rio Negro Center, na sala nº 508, na Rua 24 de Maio, Centro. Para mais informações: (92) 3346-6818 ou [email protected]

Quartzo realiza curso sobre orçamento e serviços em Manaus

Um dos maiores desafios para quem deseja empreender no mercado de trabalho é criar uma proposta com o valor dos seus serviços. Visando sanar as dúvidas dos profissionais, o engenheiro civil Thiago Carvalho Maron apresenta o curso 'Elaboração de Propostas Comerciais para Escritórios de Arquitetura, Engenharia e Design', no dia 27 de maio, no Instituto ESP, localizado no Plaza Shopping. 

Segundo Maron, o objetivo é mostrar para arquitetos, engenheiros de todas as especialidades, decoradores, designers e administradores formas de não se atrapalhar quando o cliente pedir uma proposta. “Queremos mostrar para os participantes uma metodologia que facilita a fechar negócios com um preço justo. Não são valores baseados em tabelas de honorários de CREA ou CAU, mas preços fundamentados nas solicitações do cliente e nos reais custos do escritório. Assim, convidamos até mesmo os estudantes dessas áreas para que eles possam compreender a melhor forma de criar uma proposta”, disse.
Foto: Diego Oliveira/Portal Amazônia

Na opinião de Maron, os profissionais que acabaram de entrar no mercado são os mais afetados por esse problema. “Muitas universidades não preparam seus alunos para o mercado de trabalho em relação a precificar seu serviço. Por exemplo, eles aprendem a fazer um projeto, mas não têm segurança quanto ao valor que devem cobrar. Isso pode causar dois problemas: ou o profissional cobra muito barato e pode acabar tendo prejuízo e se desvalorizando, ou cobra muito alto e perde competitividade no mercado”, informou o engenheiro. 

Programação 

No conteúdo programático, os alunos irão adquirir o conhecimento necessário para que consigam elaborar uma proposta comercial, como o funcionamento da comercialização de projetos e serviços, a análise de mercado e as formas de acessar novos clientes e nichos, a negociação com cliente, a utilização de técnicas de orçamento voltadas para cada tipo de mercado, a forma correta de redigir a proposta técnica adequada ao escritório e ao cliente e a aplicação de modelos de propostas e contratos adequados a cada projeto ou serviço, além de aprender como adaptar a proposta às condições de mercado para ganhar sempre.

Na questão de orçamento do projeto e serviço, a programação conta com métodos para definir o escopo do serviço a ser oferecido para o cliente, que atenda ao escritório e ao cliente, a melhor maneira de quantificar o serviço, com dicas para prever questão como desenho, memória de cálculo e levantamento de informações, a maneira certa de orçar custos diretos para executar o projeto ou serviços e os cursos indiretos do escritório, a criação de orçamentos com preços dos serviços (honorários) adequado ao mercado e rentável ao escritório e exemplos de aplicação da metodologia em propostas técnicas e de preço para projetos e serviços. 

No fim do curso, o público receberá uma planilha modelo contendo todo o procedimento de cálculo para elaboração de propostas futuras, completamente personalizável e adaptável às necessidades do escritório e do profissional. "Quem participar do curso vai sair com todas as informações necessárias para conseguir formatar uma proposta com conteúdo adequado e com preço justo, o que, em uma época de crise como a que estamos enfrentando, com certeza é um grande diferencial para conquistar novos serviços”, afirmou Maron.

Inscrições

O curso de 'Elaboração de Propostas Comerciais para Escritórios de Arquitetura, Engenharia e Design' é realizado pela Quartzo Engenharia Diagnóstica & Gerenciamento. O evento acontece no dia 27 de maio, das 8h30 às 17h30, no Instituto ESP - Plaza Shopping. As inscrições podem ser feitas no site do evento e o investimento é de R$ 250,00, podendo ser parcelado em até 5 vezes sem juros no cartão de crédito (vagas limitadas).

Crianças encaram coreografias de divas do pop em homenagem ao Dia das Mães em Manaus

Professoras encararam o desafio de serem divas do pop por um dia. Foto: Isaac Guerreiro/Portal Amazônia
Madonna, Beyoncé e Lady Gaga animaram o dia das mães em Manaus. A junção das divas do pop aconteceu em uma homenagem realizada pelo Centro Educacional Agnus Dei neste sábado (13), no Teatro Manauara, o 'Minha mãe, uma diva'. O evento contou com a apresentação de coreografias de divas do pop feita pelas professores e alunos da escola.

Segundo a coordenadora pedagógica, Josiléia Saraiva, o evento buscou mostrar o papel da mãe atual, que trabalha e cuida dos filhos. "Elas são umas verdadeiras divas. Além de cuidar dos filhos, a maioria ainda tem altos cargos em empresas e precisam se dividir em duas para fazer tudo", afirmou a coordenadora.
Emoção tomou conta dos pais. Foto: Isaac Guerreiro/Portal Amazônia
O evento contou com coreografias de músicas de diversas cantoras do mundo pop, realizadas pela professora de educação física da escola, Lima Figueiredo, além da apresentação de coreografias de cada uma das turmas infantis da escola.

A diretora do centro educacional, Márcia Carneiro, acredita que o evento oferece um avanço no relacionamento mãe e filho. "Ver os filhos se apresentando é uma maneira de interagir com eles, aumentar a relação. Eles também, mesmo os menores, ficam felizes em realizar essas apresentações para os país", disse.

Maria Letícia, mãe do pequeno João, ficou emocionado ao ver seu filho na apresentação. "As apresentações são ótimas. Eu sempre fico emocionando vendo as apresentações do meu filho. Acredito que as outras mães também se sintam assim", finaliza Letícia.

Confira alguns momentos da homenagem:
Foto: Isaac Guerreiro/Portal Amazônia
Foto: Isaac Guerreiro/Portal Amazônia
Foto: Isaac Guerreiro/Portal Amazônia
Foto: Isaac Guerreiro/Portal Amazônia
Foto: Isaac Guerreiro/Portal Amazônia
Foto: Isaac Guerreiro/Portal Amazônia
Foto: Isaac Guerreiro/Portal Amazônia
Foto: Isaac Guerreiro/Portal Amazônia
Sobre o Agnus Dei

O Centro Educacional Agnus Dei foi criado em fevereiro de 2006 e tem como proposta educacional 'Sabedoria, Respeito e Compromisso em Educação Infantil e no Ensino Fundamental'. A escola oferece desde o berçário ao Ensino Fundamental I, e conta com um programa de estimulação e cardápios personalizados, pela manhã, tarde e alternativo (até às 15h) e integral (até às 17h30).

A escola oferece ainda serviços de pedagogia, pediatra, nutrição, psicopedagogia e enfermagem, aulas de natação, judô, dança e informática são oferecidos às crianças, e uma super colônia de férias no mês de julho e dezembro que acorre todos os anos. A escola está localizada na Avenida Rio Mar, n° 38, no bairro Vieiralves. Mais informações sobre matrículas e calendário escolar podem ser obtidas através dos telefones (92) 3584-5458, (92) 3584-2815 ou (92) 99493-5066.

Modificar sua varanda pode não ser uma boa ideia

Foto: Reprodução/Shutterstock
Modificações na varanda de apartamentos são construções aparentemente simples de serem feitas, entretanto elas podem render uma séria dor de cabeça. O motivo? Segundo as leis brasileiras, mesmo sendo parte do apartamento, a varanda é parte integrante da fachada do prédio, que não pode ser alterada sem a aprovação de uma assembleia.

Segundo o engenheiro civil Thiago Maron, a lei deixa claro que fachadas não devem ser alteradas. “Fachada não é somente o que pode ser visto da rua. Ela é todo o conceito arquitetônico do empreendimento, que engloba as quatro faces da edificação e inclui até o telhamento”, explica Maron.

Ainda segundo o especialista, um problema comum em Manaus é a instalação de cortinas de vidro na varanda de um apartamento. “Isso pode ser um problema. Para que a instalação de cortinas de vidro não representem uma alteração da fachada do prédio, há a necessidade de estabelecer um padrão (tipo de vidro, cor, sentido de abertura etc.) em uma assembleia, além de precisar passar por uma análise técnica para verificar os impactos na estrutura”, afirma Thiago.

A análise técnica vai verificar se a estrutura consegue aguentar o peso, o método que a obra vai utilizar e os parâmetros utilizados na construção. Já a assembleia dá a permissão para a obra, e assegura quais devem ser os detalhes: qual deve ser a cor do vidro, a espessura, o tipo do vidro e outros detalhes estéticos.

Após a instalação da cortina de vidro, a pessoa tem a sensação de que a varanda é parte integrante do apartamento, e não mais uma área externa, e passa a modificar a varanda. Ledo engano! O revestimento da parede, seja pintado ou cerâmico, os elementos da varanda - churrasqueira, pia, parapeito - e até mesmo a cor da luminária fazem parte da fachada do prédio. “Toda a parte externa do prédio, até mesmo o hall da recepção, são consideradas fachada do prédio, por isso é inviável tratar a varanda como uma simples extensão da sala após a instalação da cortina de vidro”, afirma o especialista.

O que não deve ser alterado ou instalado sem aprovação em assembleia condominial, segundo a lei, é:

- Piso interno da varanda
- Parapeito/guarda-corpo da varanda
- Porta e janelas da varanda
- Revestimento da parede (cor, textura, tipo etc.)
- Forro
- Luminárias
- Pia
- Churrasqueira
- Rejunte
- Cor e tipo de cortina
- Cortina de vidro
- Tela de proteção

Por quê?

Mas afinal, porque a fachada deve ser tão preservada? Para Thiago Maron, a fachada é um dos principais elementos arquitetônicos de um prédio. Ele define o estilo do prédio, a proposta e a identidade que o arquiteto incorporou ao empreendimento. “Quando há muita mistura de itens de fachada, o prédio perde valor no mercado e cada imóvel é desvalorizado. Por isso é importante processos de controle de reformas no prédio, com normas claras para esse tipo de mudança”, afirma Maron.

Quartzo Engenharia

A Quartzo Engenharia Diagnóstica & Gerenciamento foi fundada em 2011 e é filiada ao Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia do Amazonas (IBAPE-AM). Desde então, se especializou em análises e perícias de problemas em edifícios, casas e condomínios. A empresa realiza vistoria e inspeção da saúde e segurança de edificações, além de assessoria condominial, uma assessoria técnica voltada para questões de construção e engenharia civil. O serviço contempla também a análise de projetos de reforma e a fiscalização periódica de obras.

O escritório está localizado no Edifício Rio Negro Center, na sala nº 508, na Rua 24 de Maio, Centro. Para mais informações: (92) 3346-6818 ou [email protected]

Região Norte possui potencial inovador inexplorado, afirma consultor

A Pesquisa de Inovação (PINTEC), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que em 2014 a Região Norte gerou mais de R$ 119 milhões em produtos ou processos que continham algum nível de inovação. Segundo a pesquisa, 1.493 empresas da região investiram mais de R$ 2 milhões para produção de novos produtos ou atividades internas de pesquisa e desenvolvimento.

Segundo o diretor da Valente Consultores Associados, Robson Valente, a região Norte tem um enorme potencial de inovação, mas ainda se faz necessário estender o pensamento do que exatamente é inovação. Para ele inovação é um conceito que geralmente é associado a tecnologia, quando na verdade ele é muito mais extenso e abrangente.

"Madre Teresa de Calcutá foi inovadora na sua época. Ela chamou atenção de todo o mundo para problemas que assolavam as populações ao redor do globo. Através da sua ação ela conseguir entregar caridade, amor ao próximo e a reconstrução de muitas famílias", disse o diretor. "As ações dela repercutiram pelo mundo, levando esperança e inspiração para que outras pessoas realizassem o que ela fazia em outras partes do mundo", exemplificou Valente.
Inovação não se resume a tecnologia, defende consultor. Foto: Reprodução/Shutterstock
Segundo o empresário, Madre Teresa de Calcutá e muitos nomes da inovação mundial realizam mudanças estruturais importantes em suas respectivas áreas de trabalho. Basicamente toda a inovação pode ser dividida em três categorias principais: a inovação básica, que são pequenas melhorias ou ajustes em produtos e processos já existentes; inovação intermediária ou incremental, que promove melhorias mais relevante, com maior uso de tecnologia gerando uma diferença significativa no produto; e, por último, a inovação radical, que cria um conceito totalmente novo dentro da sociedade.

As faculdades e instituições da Amazônia constituem um dos maiores produtores de inovação da região. Entretanto a falta de visão faz com que muitas dessas inovações fiquem soterradas. Para Valente, o amazônida perde muito tempo tentando fazer algo totalmente novo, quando muitas vezes uma inovação incremental, por exemplo, pode gerar muito mais valor ao ambiente em que ele está inserido.

O pesquisador brasileiro Carlos Nobre, ganhador do prêmio Nobel da Paz em 2007, é um exemplo disso. Ele propõe, em artigo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences em 2016, um novo modelo de produção econômica para a Amazônia baseado nas características da região.

De acordo com o artigo, matérias-primas como o babaçu, cupuaçu, e a castanha do Brasil já impactaram as economias locais. Muitos outros produtos estão para serem descobertos e comercializados. Um exemplo disso é o alcalóide encontrada nas folhas, galhos e flores de jambu. O componente químico já está presente em patentes para anestésicos, antisépticos, anti rugas, creme dental, ginecológico e usos anti-inflamatórios.

A produção de cadeias de valor desses produtos pode gerar dinheiro para que no futuro a floresta possa ser utilizada para promover novas tecnologias em remédios, processos de despoluição, estruturas, tecidos bioinspirados, produção de energia e até aplicações comportamentais a inteligência robótica.

"A gente vê que todo país de primeiro mundo investe em educação. No Brasil infelizmente o cenário não é tão positivo. A Amazônia tem um potencial que precisa ser explorado, e para isso é preciso pessoas bem qualificadas que podem retornar muito mais valor para o mercado e consequentemente para a sociedade", afirma o empresário.

Por isso, garante Valente, a empresa procura estar próxima de universidades e instituições de ensino. "Nosso papel é ir até essas instituições e tentar fomentar uma diferença, falar com alunos e dizer que eles podem utilizar os conhecimentos que tem para com criatividade gerar inovação nas sua comunidade", conclui.

Valente Consultoria

A Valente Consultores Associados é uma empresa que trabalha na modalidade de rede de conhecimentos. A empresa promove, através dos braços Educação, Consultoria e Tecnologia, soluções para processos, pessoas e produtos dentro de empresas e indústrias dos mais diferentes setores. A empresa oferece os serviços de aconselhamento, projetos, consultorias, treinamentos e workshops. Para mais informações basta entrar em contato no telefone (92)98816-6671, pelo e-mail [email protected] ou ainda por Skype: valente.consultores.

Primeiro crematório de Manaus pode se tornar realidade em 2017

A principal atividade da Estrela Guia Consultoria e Serviços, uma das principais referências no ramo da segurança do trabalho, em Manaus, é a instalação de pontos de ancoragens e linhas de vida. Este é um sistema que consiste em um processo permanente nas estruturas das edificações que garantem segurança aos trabalhadores e à própria estrutura. Inicialmente sediada em Cuiabá (MT), ainda com a Razão Social Berg Brasil, a empresa contabiliza um total de 17 anos de existência e, segundo o empresário Bergson Melo Júnior, em 2017, volta a investir no primeiro sonho quando a consultoria foi criada: a construção de um crematório na capital amazonense.
As mudanças estratégicas levaram a empresa a ser uma das principais referências no ramo, mas o retorno à ideia original era questão de tempo. "No primeiro momento era para ser um crematório. Mas naquela época me deparei com um valor expressivo do incinerador e tive que mudar em praticamente uma semana o objetivo da empresa", revelou.
Bergson Melo Júnior afirma que primeiro objetivo da empresa deve se concretizar em 2017. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia
Agora o sonho está próximo de se tornar realidade, garante Bergson Melo Júnior. "Temos um empreendimento com alto investimento e já vi o terreno. Depois disso, passamos para a compra do incinerador, que vem de Blumenau para Manaus", explicou. O incinerador leva pelo menos seis meses para ser construído e terá aproximadamente 15 metros de altura.

A maior dificuldade, segundo Júnior, é o alto investimento no equipamento. "Mas existe retorno, porque existe uma demanda reprimida de 95% de pessoas em Manaus que tem a intenção de fazer e só não fazem porque é muito caro levar para outros Estados", justificou.

Ancoragem

Segundo Bergson Melo Junior, as esperas de ancoragem e linha de vida são o carro-chefe da empresa. São feitas de aço inox e chumbadas ou transfixadas nas estruturas das edificações. Para que garantam a segurança do trabalhador, é importante que o material seja resistente. A ancoragem é usada em trabalhos em altura, na manutenção predial, como restauração, pintura, limpeza de fachadas, manutenção de máquinas, etc.

Pelo serviço, a empresa já recebeu prêmios e certificados. "Eu começo pelo Top Empreendedor, que foi por intermédio de indicações de empresas do Distrito Industrial. Fizeram um processo de avaliação e eu (a Estrela Guia C&S) foi indicada entre outras cinco empresas", comentou. "Já o Águia Americana foi por meio de outra empresa que nos indiciou para participar", disse.
Prêmios podem ser vistos na sede da empresa. Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia

Esta é uma das formas que o empresário afirma constatar que a preocupação de oferecer um trabalho de qualidade e com responsabilidade tem gerado bons resultados. "Vender segurança e trabalhar com segurança nos garante um diferencial competitivo, ainda mais com os cinco anos de garantia sobre aquilo que instalamos. Fora os equipamentos que usamos, com validações e certificados", justificou.

O empresário informou ainda que um workshop voltado a manutenção predial (Trabalho em Altura) e à Norma Regulamentadora n°35 está previsto para acontecer ainda no primeiro semestre deste ano.

Sobre a Estrela Guia Consultoria

Inicialmente sediada em Cuiabá (MT) e trazida para o Amazonas, empresa oferece diversos tipo de treinamentos, como Gestão de pessoas (Pesquisa salarial no mercado, chefia liderança, qualidade no atendimento, etc); ou Gestão Integrada (Qualidade, Meio Ambiente, Segurança do Trabalho e Segurança Alimentar).

Para solicitar um treinamento é necessário informar a carga horária e a quantidade de participantes, para a elaboração da proposta e do planejamento do treinamento. A Estrela Guia está localizada na rua José Pinheiro (antiga São João), nº 79, no bairro São Raimundo. Para mais informações, pode-se entrar em contato por meio dos telefones (92) 99347-0307 e (92) 3087-1187 ou pelo e-mail [email protected]

Cia Atlhetica lança três novas modalidades de exercícios físicos em Manaus

O corpo é uma máquina em constante mudança e incrivelmente apta. Academias buscam sempre modificar os tipos de exercícios praticados em sessões para que o corpo sempre esteja no seu limite, e não se acostume a partir da repetitividade. Com isso em mente, a Companhia Athletica lançou três novas modalidades para 2017: Power Jump, Body Pump e Body Balance. O Portal Amazônia conversou com os preparadores físicos na Cia, Franco Lira e Cleo Moura, sobre os principais benefícios e restrições das modalidades.
Companhia Athletica

Com 18 unidades espalhadas pelo país, a Cia Athletica oferece há 30 anos as melhores opções para cada fase da vida. A academia pratica o conceito 'cia in&out', com o objetivo de melhorar a vida dos alunos. O conceito é manter a qualidade do equipamento e competência técnica na aplicação do exercício. Trata-se de uma linha de pensamento empresarial, do ambiente, do clima, da troca de sorrisos e de energia positiva.

O aluno escolhe seu objetivo: emagrecimento, desenvolvimento motor global, performance, definição muscular, entre outros. A rede de academias defende a ideia de que o aluno deve sair melhor do que entrou. Atualmente, são mais de 35 mil alunos.

Em Manaus, duas unidades disponibilizam os serviços: no Manauara Shopping, localizado na Avenida Mário Ypiranga, n° 1.300, no bairro Adrianópolis, no telefone (92) 3133-0000; e também no Studio 5 Festival Mall, localizado na Avenida Rodrigo Otávio, n° 3.555, no bairro Japiim, com o telefone (92) 3614-3000.

10 dicas para ter menos problemas na volta às aulas das crianças

Foto: Portal Amazônia/Isaac Guerreiro
Entre janeiro e fevereiro acontece o retorno às aulas da maiorias das escolas de nível infantil e fundamental. Para os pais que vão deixar pela primeira vez os filhos na escola, é um momento de transição que pode gerar desconforto, seja por falta de hábito dos filhos, ou do sentimento de perda dos pais.

Isso foi o que aconteceu com a arquiteta e designer de interiores, Fernanda Paula Silva, que é mãe de três filhos. De acordo com a Fernanda, o primeiro dia de aula da criança é desconfortável. "Hoje eles ficam super animados com a volta às aulas, mas os primeiros dias de aula deles foi bem estressante", afirma a arquiteta.

A coordenadora pedagógica do Centro Educacional Agnus Dei, Josiléia Saraiva, afirma que a sensação de insegurança provocada pelo momento é comum. Ela faz quatro recomendações para uma volta as aulas mais tranquila:

1. Conversar


É muito importante que a criança esteja ciente de todo o processo. "As crianças precisam dos pais para explicar como funciona a escola, o que ela vai fazer na sala de aula e que tipos coisas são interessantes estão a espera dela. Ter conversas francas com seus filhos é uma boa maneira de fazer essa transição se tornar mais suave para ambos", afirma a coordenadora.

2. Participar de pequenas escolhas

Outra forma de motivar a criança é fazendo-a escolher alguns itens do material escolar. "Cada um tem o seu limite orçamentário para o material escolar. Tire ao menos alguns objetos da lista de uso individual da criança para que ela possa escolher. Dessa maneira a criança fica mais motivada de ir a escola para usar o material que ela escolheu".

3. Criar hábitos

As crianças podem estar pouco acostumadas a acordar junto com os pais pela manhã. Uma das mais formas de diminuir o estresse de acordar tão cedo é preparar a criança - com uma ou duas semanas de antecedência - para acordar no horário da escola.

4. Afastamento gradativo

Mesmo com todos esses passos é possível que a criança continue estressada com o início das aulas. Por insegurança de nunca ter passado tanto tempo longe dos pais, ou de estar num ambiente completamente novo é importante que o pai mostre segurança nessa hora. "Os pais podem acompanhar os filhos nos primeiros dias. Isso dá oportunidade a criança a se aproximar da professora e de outras crianças de maneira confortável. É importante que todos os dias o familiar vá ficando menos horas em sala de aula até que a criança não sinta falta do pai durante toda a aula", disse a coordenadora.   Agnus Dei

O Centro Educacional Agnus Dei criado em fevereiro de 2006 e tem como proposta educacional 'Sabedoria, Respeito e Compromisso em Educação Infantil e no Ensino Fundamental'. A escola vai desde o berçário ao ensino fundamental I, e conta com um programa de estimulação e cardápios personalizados, pela manhã, tarde, alternativo (até às 15h) e integral (até às 17h30). A escola conta com serviços de Pedagogia,Pediatra, Nutrição, Psicopedagogia e Enfermagem, aulas de natação, judô, dança e informática são oferecidos às crianças, e uma  super colônia de férias no mês de julho e dezembro que acorre todos os anos.

A escola está localizada na avenida Rio Mar, n°. 38, no bairro Vieiralves. Mais informações sobre matrículas e calendário escolar podem ser obtidas através dos telefones (92) 3584-5458, (92) 3584-2815 ou (92) 99493-5066.

Como escolher a melhor escola para o seu filho

Carteira escolas na escola Agnus Dei. Foto: Portal Amazônia/Isaac Guerreiro
Todo final de ano, uma legião de pais dá início a começa a procurar uma escola para o filho. Os motivos são os mais variados: mudança de Estado, problemas na escola anterior ou diminuição do orçamento financeiro da família. De qualquer maneira encontrar a escola ideal é uma tarefa complicada e dispendiosa. A diretora do Centro Educacional Agnus Dei, Márcia Carneiro, dá algumas dicas de como encontrar a melhor escola para o seu filho.
 


Filosofia

Esse período de busca pela escola ideal do filho faz com que os pais realizem várias pesquisas, visitas e análises de diferentes escolas. O primeiro ponto que ele deve lembrar é que toda escola tem uma filosofia de educação. Algumas priorizam o conteúdo, outras a socialização e as habilidades sociais, e outras ainda outras questões como as religiosas ou religiosas. Por isso todo o pai deve falar com os membros da diretoria da escola para entender não somente a filosofia, mas também as regras aplicadas na escola.

Período

O período de aulas também é algo a ser avaliado. A escola oferece quais horários de aula? Pais com carga de trabalho intensa buscam escolas de tempo integral enquanto pais que pretendem passar mais tempo com os filhos buscam escolas de meio período, matutino ou vespertino.

Preço

Um dos pontos que mais pesam na hora da decisão dos pais é o preço. Escolas mais caras oferecem mais atividades, maior número de empregados e maior estrutura. Cabe aos país analisar as ofertas do mercado e decidir quais escolas oferecem o melhor serviço pelo melhor preço.

Matrículas abertas

O Centro Educacional Agnus Dei foi criado em fevereiro de 2006 e tem como proposta educacional 'Sabedoria, Respeito e Compromisso em Educação Infantil e no Ensino Fundamental'. A escola oferece desde o berçário ao Ensino Fundamental I, e conta com um programa de estimulação e cardápios personalizados, pela manhã, tarde e alternativo (até às 15h) e integral (até às 17h30).

A escola oferece ainda serviços de pedagogia, pediatria, nutrição, psicopedagogia e enfermagem, aulas de natação, judô, dança e informática são oferecidos às crianças, e uma super colônia de férias no mês de julho e dezembro que ocorre todos os anos. A escola está com matrículas abertas e está localizada na Avenida Rio Mar, n° 38, no bairro Vieiralves. Mais informações sobre matrículas e calendário escolar podem ser obtidas através dos telefones (92) 3584-5458, (92) 3584-2815 ou (92) 99493-5066.