Manaus 30º • Nublado
Sexta, 22 Outubro 2021

Rio Negro Challenge Amazônia bate recorde de inscritos

Rio Negro Challenge Amazônia bate recorde de inscritos
Um dia antes de encerrar o período oficial de inscrições para o Rio Negro Challenge Amazônia, a realizadora do evento, Aquática Amazonas, informou que o número máximo de participantes foi atingindo e já comemora o sucesso da competição. Ao todo, as disputas vão reunir 210 participantes e quebra o recorde de outras edições. A prova acontece neste domingo, dia 4 de dezembro, e as disputas iniciam às 7h, todas na praia da Ponta Negra.

Com apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), o Rio Negro Challenge Amazônia vai envolver três provas, sendo a tradicional Travessia Almirante Tamandaré (8,5Km), o Circuito Mirim (400m), e a Maratona Aquática (1,5Km e 3Km). O limite de pessoas para disputar a competição é para resguardar os atletas.
Atletas se preparam para o desafio nas águas do Rio Negro. Foto: Divulgação/Sejel-AM
“Todas as provas que vamos realizar vão contar com uma estrutura de segurança e para garantir ainda mais proteção aos nadadoras, limitamos o número de participantes. Teremos atletas de fora do Amazonas, alguns que vão competir pela primeira vez nas águas escuras do Rio Negro e contaremos com apoio da Marinha e demais órgãos para assegurar o resguardo de todos, através de botes, boias, salva-vidas, pranchas, helicóptero, médicos nos locais de competição, entre outros”, disse o organizador do evento, Pierre Gadelha.

Diretamente de Campinas, o nadador Rodrigo Cesar Marson se prepara para encarar a Travessia Almirante Tamandaré, categoria Máster A, de 25 a 29 anos. As águas do Rio Negro, entretanto, não são uma novidade para o atleta, que ano passado esteve em Manaus, participando também do Challenge, ao disputar a ultramaratona aquática de 30 km.

“Conheço Manaus e acho um lugar fantástico. Pratico a modalidade desde 2003 e ano passado estive aí na Cidade disputando os 30 km, por isso, realmente não sei apontar o que é mais desafiador em relação ao percurso. Tudo é superação”, disse Rodrigo, que para fazer bonito na capital amazonense investiu nos treinos e estava num volume diário de 10km, período de 2h20 por dia, até outubro. No último mês, diminuiu a carga para 4km.

Dos 210 inscritos do Challenge, 40 são para a Travessia, 130 para a Maratona e 40 para o Curumim. Deste total, 60 atletas são de outros 11 estados, incluindo São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Roraima, Rondônia, Bahia, Pará, Mato Grosso do Sul e Paraná.

Atletas olímpicos em Manaus

A dupla olímpica que fará parte do evento, Ana Marcela Soares e Allan do Carmo, desembarcam na tarde desta quarta-feira, 30, em Manaus. No dia 2 dezembro, eles participam de uma ação no Centro Estadual de Convivência da Família Magdalena Arce Daou (Santo Antônio), onde vão visitar crianças e jovens, às 10h.

No sábado, dia 3, eles realizam um seminário para atletas federados, na Aquática Amazonas (Av. Efigênio Salles). “Estamos felizes em receber esses atletas de referência em nossa Cidade. Além disso, eles vão realizar visitas e garantir que mais pessoas se apaixonem pela natação. Tenho certeza que a experiência deles e humildade dos mesmos vão abrilhantar o evento”, comentou Pierre.

Ana Marcela participou das Olimpíadas de Pequim 2008 e Rio 2016, além de ser dona de 11 pódios internacionais consecutivos e ser a única medalha de ouro para o Brasil no Mundial de Kazan, na prova dos 25km.

Allan do Carmo, que foi bronze nos Jogos Pan-americanos (Rio 2007), participou de duas Olimpíadas (2008 e 2016) e sagrou-se campeão mundial na maratona de 10km da Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas de 2014, em Hong Kong, sendo o primeiro brasileiro a conquistar a marca internacional na modalidade masculina.
O atleta Rodrigo Cesar já está acostumado com competições aquáticas. Foto: Divulgação/Sejel-AM
Almirante Tamandaré

Uma das provas de águas abertas mais tradicionais do Amazonas, a Almirante Tamandaré, volta fazer parte do calendário esportivo de 2016 e em grande estilo. A largada da competição será às 7h30, na Praia do Camaleão com chegada na praia da Ponta Negra.

Ao todo, serão 13 categorias em disputa pela Almirante Tamandaré, nos naipes masculino e feminino, e a  idade mínima para participar das provas curtas é de 13 anos completados até 31/12/2016, sendo elas: Infantil (13 e 14 anos), Juvenil (15 e 16 anos), Júnior (17,18 e 19 anos), Sênior (20 a 24 anos), Master A (25 a 29 anos), Master B (30 a 34 anos), Master C (35 a 39 anos), Master D (40 a 44 anos), Master E (45 a 49 anos), Master F (50 a 54 anos), Master G (55 a 59 anos), Master H (60 a 64 anos) e Master I (65 e acima).

De acordo com o Capitão dos Portos da Amazônia Ocidental, Comandante Alfred Dombrow, o evento faz homenagem a semana do Marinheiro. “Essa competição leva o nome do patrono da Marinha e para a gente não poderia ser um evento mais emblemático e justamente na semana do Marinheiro. Vamos estar com toda a nossa segurança voltada para a disputa e contaremos com helicóptero, assistência hospitalar, salva-vidas e demais ações que possam garantir a excelência da prova”, disse.

Veja mais notícias sobre Esportes.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 22 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/