Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 11 Agosto 2020

Ex-moradora de rua que viralizou ao dançar Madonna chega a clínica para tratamento contra dependência

"It's time for the good times. Forget about the bad times, oh yeah!". O trecho da música "Holiday", da cantora Madonna, fala de novos tempos e sobre deixar coisas ruins no passado.

É exatamente o que escolheu para si a ex-moradora de rua Maria Solange, de 50 anos, que ficou conhecida na internet por dançar o hit em um bar de Manaus.

O vídeo foi gravado no dia em que ela descobriu que o filho, de 22 anos, havia sido assassinado, há cerca de quatro meses, e viralizou na última semana. O registro chegou até a rainha do pop, que fez uma publicação nas redes sociais, e brasileiros reconheceram a mulher.

A cantora voltou a citar Maria na sexta-feira (24), quando compartilhou um post sobre o tratamento para largar as drogas que a ex-moradora de rua vai começar em Araçoiaba da Serra, no interior de São Paulo, nesta quarta-feira (29).

O tratamento de seis meses foi disponibilizado pelo projeto sem fins lucrativos Parceiros Brilhantes, criado no fim do ano passado, em Manaus. A diretora, Mayara Brilhante, informou que viu o vídeo e decidiu ajudar. Maria, então, aceitou passar pelo processo de reabilitação e deixar o crack.

"Entramos em contato com clínicas de fora e que tinham uma referência. Em Manaus, não temos clínicas de padrão e queríamos que ela pudesse se tratar num lugar adequado. Então, achamos essa clínica para ajudar a vida dela", afirmou.

Ainda de acordo com Mayara, todas as despesas serão arcadas pelo projeto, que tem empresários como mantenedores e recebe doações.

"Vamos arcar com as despesas mensais até o fim do tratamento, e ela deu a palavra dela que vai sair renovada. Eu confio muito nela, e ela é um ser de luz. No fim, ela quem está transformando nossas vidas", afirmou.

"Ela é um pessoa que precisava de uma oportunidade. Isso que nosso projeto faz. A gente gosta de aproveitar essas situações para conseguir transformar a vida de muitas pessoas", completou Mayara.

Paralelo à reabilitação, uma empresa de Santa Catarina se comprometeu a ajudá-la com um tratamento dentário, que também será realizado em São Paulo.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, Maria afirma que está animada para a nova fase e abandonar o vício do crack depois de 12 anos. "É para desintoxicar meu organismo, para que eu não queira usar mais nada. Agradeço tudo mundo", afirmou.

Viver e sobreviver

Maria Solange também é conhecida como "Marina Silva". Segundo a diretora do grupo, ela é natural de Fortaleza (CE) e foi para Manaus em 2009, com o filho.

"Sua vida sempre foi muito difícil. Foi abusada por parentes e entrou no mundo das drogas cedo. Em Manaus, morou na rua, pedia esmola. Ela conheceu um amigo e que carinhosamente o chama de pai, há cerca de seis meses. Ele deu a ela casa, comida e oportunidade. É ele quem gerencia os perfis dela nas redes sociais", detalha Mayara.

Com o apoio do amigo, Maria já chegou a ficar mais de um mês sem usar drogas, mas tinha recaídas. Desde então, segundo Mayara, a ex-moradora de rua está há 10 dias sem contato com drogas.

Veja mais notícias sobre AmazonasCidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 11 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection