Projeto feito com produtores de café e cacau busca reduzir desmatamento na Amazônia peruana

Intervenção procura introduzir modelos sustentáveis de produção de café e cacau para reduzir o desmatamento e a degradação no noroeste da região no Peru.

Cerca de 120 mil produtores de café e cacau livres de desmatamento de 17 províncias das regiões Amazonas, Cajamarca, Loreto e San Martín poderão se beneficiar da execução do Projeto ‘Cadeias de Valor Livres de Desmatamento na Amazônia Peruana’ (Projeto FOLUR), liderado pelo Ministério do Meio Ambiente (Minam) com apoio do Projeto GEF.

Esta intervenção procura introduzir modelos sustentáveis de produção de café e cacau para reduzir o desmatamento e a degradação no noroeste da Amazônia do Peru. Desta forma, incentiva-se o desenvolvimento das economias locais, aproveitando os recursos naturais de forma sustentável. Para tanto, haverá um investimento de mais de US$ 13 milhões.

Foto: Reprodução/Agência Andina

Durante a sessão de instalação da diretoria do projeto, o ministro do Meio Ambiente, Juan Carlos Castro, disse que seu setor promove ações com perspectivas sustentáveis e que possibilitam o desenvolvimento das economias locais. 

“Com projetos como este vamos motivar um trabalho articulado entre os governos locais e regionais e os empreendedores comunitários, conseguindo fechar lacunas, que é o principal objetivo do Governo”,

afirmou.

Foto: Reprodução/Agência Andina

Nesta reunião estiveram presentes o Vice-Ministro do Desenvolvimento Estratégico dos Recursos Naturais; Mariela Canépa; o diretor nacional do Projeto FOLUR, Elvis García; e a vice-representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Peru, Carla Zacapa, entre outros.

A implementação desta iniciativa setorial se enquadra no cumprimento dos compromissos nacionais peruanos estabelecidos nas convenções ambientais internacionais contra a perda de biodiversidade, alterações climáticas, degradação, pressões sobre a terra e outros. O seu financiamento complementa as políticas nacionais e, ao mesmo tempo, procura contribuir para enfrentar desafios ambientais de relevância global.

A diretoria do Projeto é composta pelo Ministério do Meio Ambiente, como entidade executora; os governos regionais de San Martín, Amazonas, Loreto e Cajamarca, e os ministérios de Desenvolvimento Agrário e Irrigação, Produção e Comércio Exterior e Turismo . É também composto por representantes dos beneficiários e do PNUD, como agência implementadora.

Na sessão de instalação foi aprovado o Plano Anual de Trabalho 2024 e divulgado o Regimento Interno da Diretoria.

Programa FOLUR

O Projeto FOLUR Peru é um dos 27 projetos do Programa de Impacto, Uso e Restauração de Sistemas Alimentares (Programa FOLUR), financiado pelo GEF, que busca transformar o sistema alimentar global, promovendo paisagens sustentáveis e integradas e valor eficiente de commodities.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Riqueza botânica do Parque Estadual da Serra dos Martírios é registrada em livro 

O livro é fruto do trabalho de sete pesquisadores do Ideflor-Bio, da Embrapa Amazônia Oriental e da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Leia também

Publicidade