Manaus 30º • Nublado
Terça, 28 Junho 2022

Aderir ao Black Friday? Aconselho!

Por natureza da formação chegasse ao entendimento nos primeiros semestres alguns conceitos que nos acompanham ad eternum, mesmo que as visões seminais e objetivos modifiquem ao longo da formação, esses pilares basilares norteiam a visão mercadológica de quem entende o que realmente é marketing.

Os conceitos podem mudar diante da formação, da instituição, de diversos fatores, explano os conceitos com base na minha formação, que foram:

1 - Se diferencie a todo custo

2 - Encontre o oceano azul

3 - Marketing não é vendas

4 - Vender é quebrar objeções

5 - Marketing sem planejamento não é marketing

6 - Promoção não é tudo.

Reprodução: Internet

Em mês de Black Friday, largamente conhecida por uma chuva de descontos, queima de estoque, saldão, limpa estoque etc. essa cultura americana que enraizou-se no Brasil a partir de 2010 vem ganhando muitos adeptos à prática, é um momento ímpar nos maiores lojistas do país devido ao esforço desprendido em busca de resultados nesta época.

Uma parte dos empresários que adotam o Black Friday nem sabem exatamente como se preparar, muitos acabam fazendo promoções loucas, descontos descontrolados, bizarrices para chamar a atenção e acabam tendo prejuízos, frustrações por não baterem metas etc. Certamente a falta de planejamento tem influência nisso, muitos não possuem controles financeiros corretos, controles de promoções, entre outros.

Retornando ao sexto conceito, promoção não é tudo, eu deveria indicar o inverso da adoção à prática, mas como um bom mercadólogo em determinados casos precisamos estar onde a atenção e intenção das pessoas estão, neste caso específico da Black Friday, os consumidores estão esperando este momento para terem algum tipo de benefício, comprarem produtos que não precisam, gastar dinheiro que não tem, ter algum tipo de vantagem sobre negociação, é natural do ser humano, está intrínseco no cérebro de seus clientes.

Promoção não é tudo, e sua empresa não deve ser dirigida apenas a promoção, pois a percepção de valor que a sua audiência deveria ter é modificada apenas para promoção, fazendo com que seu cliente só lhe procure quando quer tem pouco dinheiro e sabe que sua loja faz promoções, ou atribui falsamente a sensação de baixa qualidade nos produtos.

Todo seu trabalho de marketing é jogado fora quando o cliente não consegue ver benefícios, enxerga apenas promoção, não importa mais a estratégia que você utilizar, ele só lhe procurará em busca de promoção, quando perceberes isso, saiba que você quebrou a relação de autoridade que poderia ter ou conquistar com seu público.

No entanto, é de extrema importância o uso certeiro de promoções em determinadas épocas para surfar na onda de compras dos clientes, como no caso o Black Friday, onde praticamente o Brasil todo está com o olhar sobre este momento, sendo benéfico para ambos como já citei, mas também é importante relembrar algumas dicas de boas práticas para uma melhor campanha e resultados.

Não subestime seu cliente

O advento da tecnologia (já falamos muito sobre isso aqui) tem possibilitado um acesso muito rápido às informações por parte de todos que são adeptos, então subestimar os clientes colocando promoção da "metade do dobro" achando genuinamente que ninguém perceberá, é brincar com o poder da tecnologia e da velocidade da informação, basta um post nas redes sociais mostrando a "estratégia" de lograr os clientes, que a informação rapidamente corre negativamente, mancha a empresa, vira chacota, perde clientes, arruma detratores e o restante sua mente completa.

Atendimento é vida 

O fluxo de informações certamente aumentará em um cenário de promoções, divulgações, posts etc. e organizar o fluxo de atendimento on-line e off-line pode definir o sucesso da campanha. Se não for bem definido, quais serão os canais de atendimento, quem ficará atendendo, se esse responsável tem todas informações necessárias para atender, a pessoa consegue atender plenamente ou ficará uma fila grande de espera? O responsável consegue finalizar os pedidos ou terá outro passo no caixa para finalizar a compra? Na loja, as atendentes estão preparadas? Possuem todas informações e condições? Estão preparadas psicologicamente para atender plenamente os clientes ou atenderão enfadadas e cansadas?

Parece ilógico, mas o fato de serem bem atendidos em um estabelecimento, aumentam consideravelmente as chances de reter este cliente, sendo pelo fato de mexer com as sensações interiores do comprador, deixando-o mais propício a comprar ou pelo simples fato de que quase nenhuma empresa atende bem os clientes. Pasmem!

Seja martech

Falei sobre isso no artigo anterior (LINK AQUI), onde basicamente chegou-se ao entendimento da fusão do Marketing e Tecnologia para benefício das empresas, foram criadas muitas ferramentas, aplicativos, plataformas etc e sempre aliadas ao marketing, para que o setor possa ter números, dados, norte, informações para melhor guiar-se. Nesta singela dica eu sempre repito, esteja onde a sua audiência está, seja no Instagram, Facebook, LinkedIn, Marktplaces, esteja lá e usufrua das ferramentas que podem facilitar sua jornada no relacionamento com seus clientes.

Hoje nos atentamos ao sexto item, promoção não é tudo, breve trarei os demais itens ao longo deste mês. Lhe deixei alguns passos para facilitar sua jornada no Black Friday, atente-se aos detalhes, não perca o controle das finanças e lembre-se, o mercado não espera.


Aldo Melo

É Mercadólogo, Pós-graduado em Metodologia do Ensino Superior, MBA Executivo em Administração e Negócios, Esp. em Neuromarketing. Fundador da Agência Conectar - Comunicação e Marketing.

Veja mais notícias sobre O mercado não espera!.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 29 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/