Manaus 30º • Nublado
Domingo, 04 Dezembro 2022

Flor Matizada, Tradicional e Guerreiros Mura: conheça o Festival de Cirandas de Manacapuru

cirandas_manacapuru_idenison_lea_20220818-184003_1

A identidade social de um povo pode ser constituída de vários elementos: danças, músicas, festas, jogos, lendas e crendices. Essas manifestações populares que fazem parte da cultura e são passadas de geração para geração constituem o folclore, a sabedoria popular.

A região amazônica como um todo é cercada por manifestações culturais que contam as histórias dos povos, muitos destes inclusive considerados patrimônios imateriais. É o caso do Festival de Cirandas de Manacapuru, município do Amazonas.

Realizado desde 1997, quando deixou de ser apenas um evento nas quadras da escolas para atingir o status de principal manifestação cultural de Manacapuru, o festival movimenta o turismo na cidade além de promover disputa entre as três agremiações concorrentes.

Foto: Idenison Leal

Histórico 

Apesar da proporção que tomou ao longo do tempo, a ideia da ciranda no município de Manacapuru surgiu com um professor chamado José Silvestre do Nascimento Souza. O objetivo era a formação de um "cordão folclórico".

No começo dos anos 80, uma professora orientada por Silvestre levou a ciranda para a Escola Estadual Nossa Senhora de Nazaré que logo fez sucesso e outros grupos de outras escolas foram surgindo.

Já na década de 1990, a ciranda deixou se ser apenas nas escolas e agremiações foram surgindo. Destacam-se: Ciranda Flor Matizada, Ciranda Tradicional e Ciranda Guerreiros Mura, atuais competidoras.

Com a visibilidade, a primeira edição do festival de cirandas ocorreu em 1997 e, no ano seguinte, o evento foi transferido para o Parque do Ingá, que ficou conhecido como "cirandódromo".

Cirandódromo 

O local possui capacidade para 20 mil pessoas e foi construído especialmente para abrigar o festival. Confira: 

Participantes

Diferentemente de outros festivais folclóricos na Amazônia, que são cercados de dualidades, a exemplo de Garantido e Caprichoso em Parintins, no Festival de Cirandas de Manacapuru há três agremiações.

A primeira é a Ciranda Flor Matizada, representada pelas cores verde e roxo-claro:

A segunda é a Ciranda Tradicional, campeã do último festival, que aconteceu em 2019. As cores da agremiação são o vermelho e o branco:

E a terceira é a Ciranda Guerreiros Mura, nas cores vermelho, azul e branco:

Os Guerreiros Mura apresentam um recorde de títulos, com 12 ao todo. Em segundo lugar está a Flor Matizada, com 10. E a Ciranda Tradicional possui 5. Vale ressaltar que nos anos de 2010 e 2016 as três agremiações dividiram o prêmio. 

Covid-19 e o festival

Com a pandemia do novo Coronavírus que ocasionou o adiamento ou cancelamento de vários eventos, a realização do  24º  Festival de Cirandas que ocorreria em 2020 foi adiada pelo Governo do Amazonas. 

Em 2021 foi realizada uma live das apresentações, porém não foi uma competição oficial. Em 2022 o festival retorna ao modo presencial no último fim de semana de agosto.


Veja mais notícias sobre Amazonas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 04 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/