Manaus 30º • Nublado
Domingo, 14 Abril 2024

Sistemas Agroflorestais impulsionam produção agrícola em município do sudeste paraense

Em São Geraldo do Araguaia, município do sudeste paraense, os agricultores familiares têm encontrado uma nova forma de impulsionar sua produção agrícola: os Sistemas Agroflorestais (SAFs). Com apoio do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-Bio), a iniciativa tem transformado a realidade dessas famílias, permitindo um maior incremento na produção e uma diversificação de culturas.

Os SAFs consistem em técnicas de cultivo que permitem que diferentes espécies de plantas compartilhem a mesma área, proporcionando uma maior eficiência no uso do espaço e dos recursos disponíveis. No caso de São Geraldo do Araguaia, o Ideflor-Bio, por meio da Gerência da Região Administrativa do Araguaia (GRA), tem incentivado a implantação da estratégia mesclando o açaí, cupuaçu, café, banana, cacau, entre outros.

Uma das beneficiadas é a agricultora Mariza Matos. Foto: Vinícius Leal/Ascom Ideflor-Bio

Essa diversificação de culturas traz uma série de benefícios para os agricultores familiares. Além de aumentar a produtividade da área, os SAFs também contribuem para a melhoria da qualidade do solo, a conservação dos recursos hídricos e a proteção da biodiversidade local. A variedade de produtos cultivados permite que as famílias tenham uma renda mais estável ao longo do ano, já que diferentes culturas têm períodos distintos de colheita e venda.

De acordo com o biólogo do Ideflor-Bio, Wagner Bastos, as mudas distribuídas são melhoradas geneticamente, precoces, ou seja, produzem mais rapidamente do que as espécies nativas da região.

"Temos feito a doação de mudas, principalmente de frutíferas e provenientes da Amazônia, como o cacau e o açaí, que são bem adaptadas e que os agricultores mais gostam de produzir",

detalhou.
Foto: Vinícius Leal/Ascom Ideflor-Bio

Assistência 

Neste sentido, para garantir o sucesso dos SAFs no município, o apoio do Ideflor-Bio tem sido fundamental. O Instituto oferece todo o suporte técnico necessário, auxiliando os agricultores na implementação das técnicas de manejo adequadas para cada cultura. Além disso, o órgão fornece as mudas e os insumos para o início das atividades, garantindo que as famílias tenham acesso aos recursos necessários para o desenvolvimento de seus plantios.

Uma das beneficiadas é a agricultora Mariza Matos, que define o apoio fornecido pelo Ideflor-Bio como um divisor de águas na vida dos agricultores da região. "Os SAFs são muito importantes para o sustento das famílias. No meu caso, mesmo com um lote pequeno, consigo tirar mais do que o necessário para a nossa subsistência. Portanto, através dos SAFs, temos aprendido a plantar, colher e a ter mais amor pela natureza, que é o mais importante de tudo isso", afirmou. 

O agricultor Emival Borges. Foto: Vinícius Leal/Ascom Ideflor-Bio

Já o agricultor Emival Borges, aponta que nos últimos cinco anos a assistência técnica e, principalmente, as mudas fornecidas pelo Ideflor-Bio, contribuíram significativamente para o sucesso da sua produção. "A diferença é que elas [mudas] são geneticamente modificadas e possibilitam uma produtividade maior, seja no crescimento mais rápido, com frutos de melhor qualidade, além da resistência aos efeitos climáticos adversos. Agradeço imensamente à GRA por sempre darem total apoio ao nosso trabalho", ressaltou.  

Incentivo 

Além dessas, outras 50 famílias de São Geraldo do Araguaia já foram beneficiadas com o auxílio do Ideflor-Bio, nos últimos anos. Segundo a titular da GRA, Laís Mercedes, essa parceria tem transformado a realidade dessas famílias, proporcionando uma maior segurança alimentar, geração de renda e uma melhoria na qualidade de vida. 

"Além disso, os SAFs contribuem para a preservação do meio ambiente, promovendo a conservação da biodiversidade local e a proteção dos recursos naturais", 

enfatizou a gerente,
Foto: Vinícius Leal/Ascom Ideflor-Bio

Com os resultados positivos alcançados até o momento, a expectativa é de que os SAFs do Ideflor-Bio continuem se expandindo em São Geraldo do Araguaia e em outras regiões do Pará. Essa iniciativa mostra que é possível conciliar o desenvolvimento econômico com a preservação ambiental, garantindo um futuro sustentável para as comunidades rurais e para o meio ambiente.

Veja mais notícias sobre SustentabilidadePará.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 14 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/