Manaus 30º • Nublado
Terça, 29 Novembro 2022

Se diferencie a todo custo

Último artigo da série de pilares que encontrei no marketing em minha formação, pilares esses que norteiam minha visão mercadológica e a forma como enxergo o mercado, caso tenha chegado primeiro nesse artigo, veja a sequência desde o primeiro na minha coluna AQUI. 

Não por coincidência, deixei o pilar de diferenciação por último no intuito de enfatizar que ele é ao meu ver, o principal norteador de uma empresa ou marca, a diferenciação. Há alguns anos, quando uma empresa iniciava trabalhos de marketing, logo se percebia uma diferenciação no posicionamento dela perante o mercado, tanto que o marketing ficou conhecido como estratégia de diferenciar a empresa ou a marca. 

Existem movimentos específico de diferenciação por alguns players grandes no mercado como o Pedro Superti, que é especialista em tornar sua marca ou empresa realmente diferenciada no mercado, e realmente, quando você compreende os objetivos do marketing, consegue aplicar as estratégias e mensurar os resultados, você começa a perceber a diferenciação/amadurecimento frente aos concorrentes. 

No Brasil, segundo o The Boston Consulting Group e o Google, 98% das empresas não utilizam do marketing digital, que bem sabemos, é a mais comum estratégia de diferenciação, onde qualquer pessoa no Brasil, certamente ouviu falar sobre, viu algo nas redes sociais ou até mesmo na TV. Imagine o marketing tradicional, que não é tão conhecido como o digital. 

As dificuldades reveladas pelos entrevistados são: 73% das empresas sofrem devido à coordenação inadequada de equipes multifuncionais, onde muito provavelmente se tem um setor é liderado por alguém não tão capacitado. 70% deles não têm objetivos alinhados em todos os canais e sem contar que quase a metade dos pesquisados tem a maior parte do marketing feito por empresas terceirizadas, que não é um problema e sim um reflexo de impossibilidade de financiar sua equipe própria, porém, a terceirização é de marketing digital e não tradicional. É aqui onde quero chegar. 

Foto: Reprodução

Tudo bem que temos que estar onde a atenção de nossa persona está, mas o que você tem feito para se diferenciar além de uma presença tímida nas redes sociais? Eu sei que é tímida porque são poucas empresas que utilizam o marketing digital, quanto mais ser ativo realmente e fazer a diferença. Mas existem diversas formas de se diferenciar, como por exemplo o atendimento, inacreditavelmente o atendimento virou um diferencial para as empresas, na medida que a maioria das empresas não prestam um bom atendimento, humano, atencioso e voltado para experiência(falamos sobre experiência neste artigo AQUI)

Ou quem sabe organizar sua vitrine de uma forma diferente do padrão, contextualização coma data comemorativa, quem sabe mudar o visual do interior da loja (agrada quem vê), organizar de uma forma diferente os produtos (agrada e mostra respeito), organizar os uniformes dos funcionários (profissionalismo e limpeza), modificar a iluminação para criar um ambiente aconchegante (torna agradável a permanência), pensar em agrados como café quente (facilita a negociação) e de boa qualidade, água, doces, chocolates e afins, (chocolate funciona como o café, libera serotonina e facilita a negociação), coloque um difusor com um aroma específico da loja ou baunilha (a baunilha desperta segurança) etc.

No caso da diferenciação externa, se tem um padrão de cores, pinte de forma a se destacar nas demais lojas no seu ponto comercial, se for vidro plote o vidro, se ainda não possui logo, contrate um especialista em marca e construa uma profissional, não economize na sua marca ela é sua porta de entrada, uma marca amadora naturalmente faz com que os clientes acreditem que sua empresa é amadora. Ilumine o ambiente externamente, além de evitar possíveis problemas de furtos, você mesmo à noite destoa dos demais, mesmo com sua loja fechada as pessoas verão de longe.

Subindo o nível, pense em construir um jingle para "martelar" na cabeça das pessoas, por exemplo: Em Porto Alegre no Rio Grande do Sul, existe uma agência de turismo chamada, Tia Iara Turismo, onde o jingle dela é tocado diariamente nas diversas rádios, até hoje eu sei cantar "Tia Iara muito mais que turismo, o amor e alegria no seu paraíso, Tia Iara…" é impossível esquecer.

Outros 2 jingle interessantes é de uma marca Protear e Credimatone, onde enfatizaram o número para que possamos ao pensar em uma das soluções, naturalmente o número vem à cabeça, o da Protear era: 'Protear é a proteção do seu ar condicionado, você pode confiar, proteção é Protear, é 3598-1488'. Já o da Credimatone era algo como: '3211-0011, Credimatone!'.

Faça um exercício simples, o que naturalmente você faz que toda concorrência faz igual, pense como se diferenciar, pense em explorar lugares inexplorados, acordos ainda não pensados, lembre-se de não agredir o local onde você está inserido com papel picado espalhado pela loja por exemplo, e pense numa forma de impactar positivamente a percepção dos clientes como por exemplo no marketing de guerrilha, estratégia ótima para economia de recurso e alto impacto. Mas é uma conversa para outro artigo exclusivo.

Espero que você tenha conseguido entender, aplique devagarinho, mensure as mudanças gradativas, se tiver dúvidas me acione nas redes ou mande e-mail e lembre-se, o mercado não espera.

Sobre o autor

Aldo Melo é mercadólogo, Pós-graduado em Metodologia do Ensino Superior, MBA Executivo em Administração e Negócios, Especialista em Neuromarketing e Fundador da Agência Conectar - Comunicação e Marketing.

*O conteúdo é de responsabilidade do colunista

Veja mais notícias sobre O mercado não espera!.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 29 Novembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/