Manaus 30º • Nublado
Terça, 05 Março 2024

Último dia de apresentações do Boa Vista Junina é marcado por representatividade, Dia de Los Muertos e mais

IMG_3633

24 de junho: Dia de São João. É nessa energia que se iniciou o último dia de apresentações dos grupos juninos e penúltimo dia da 23ª edição Boa Vista Junina. Os cinco grupos que se apresentaram (dos grupos de acesso e especial) tiveram as participações marcadas pela animação de suas torcidas.

Dentre as temáticas abordadas estavam a preservação da Amazônia, a reflexão de que toda forma de amor é válida e até mesmo a presença do famoso 'Dia de Los Muertos' mexicano e ainda uma apresentação circense. Vem conferir no Portal Amazônia:

Grupo de acesso

Coração Alegre

Preservação da natureza e os impactos causados pela degradação da floresta. Essa foi a proposta do Coração Alegre, escola do grupo de acesso que abriu a última noite de apresentações. Com a temática 'Amazônia, Insônia do Mundo',  a quadrilha buscou refletir sobre a importância da preservação da área com a maior fauna e flora do planeta, a Amazônia.

O grupo, criado no município de Alto Alegre, uniu danças típicas juninas e indígenas. A música-tema da apresentação foi 'A Amazônia é nossa'. Confira:

Filhos de Macunaíma

A quadrilha Filhos de Macunaíma, criada em fevereiro de 2012 no município de Mucajaí, apresentou o tema 'O dono da festa, São João Batista', o santo mais festeiro da época junina. Com muita animação, o grupo mostrou o porque de acender fogueiras em homenagem à São João no dia 24 de junho.  Confira um pouco da apresentação, que teve a música tema composta por André Paiva:

Agitação Caipira

A última quadrilha do grupo de acesso fechou o festival com chave de ouro. Com a temática 'O avesso do bordado', o grupo junino mostrou um enredo extremamente relevante à causa LGBTQIAP+, mostrando que toda forma de amor é válida. 

Com referências musicais à Belchior, Elis Regina e Lulu Santos, a quadrilha contou a história de amor de um casal de homens e um de mulheres, quebrando também tabus como "menino veste azul e menina veste rosa". A torcida carregou uma faixa do movimento e a salva de palmas no final foi longa. Confira:

Grupo Especial

Sinhá Benta

México e arraial? Temos sim senhor! Em comemoração aos 10 anos do grupo Sinhá Benta, a quadrilha levou ao tablado um verdadeiro espetáculo mexicano e junino ao mesclar o Dia dos Mortos no contexto roraimense. O tema foi intitulado 'La Fiesta, 10 anos' e contou com muitas cores, neon e animação da torcida. Confira:

Eita Junino

Com uma apresentação digna de um espetáculo circense, o grupo Eita Junino levou ao festival um verdadeiro show com palhaços, truques de mágicas que envolveram o público e muita alegria na temática 'No Picadeiro da vida, a Eita te convida pra dançar'. O Grupo Folclórico foi criado no dia 1º de abril de 1998 e coleciona diversos títulos nacionais, sendo atual campeã do concurso nacional Arraial Brasil 2022, de Brasília. Confira:

Veja mais notícias sobre CulturaRoraima.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 05 Março 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/