Manaus 30º • Nublado
Sábado, 02 Março 2024

Forró, cidade dos bonecos e fênix: veja como foi o quarto dia do Boa Vista Junina 2023

IMG_3318
A quarta e penúltima noite de apresentações das quadrilhas da 23ª edição do Boa Vista Junina foi repleta de espetáculos que uniram elementos teatrais, musicais e de dança. 


Com shows de enredo, pirotecnia, cores e alegria, as novas apresentações encantaram o público e o Portal Amazônia mostra como foram as apresentações:

Grupo Emergente 

Guerreiros de Jorge

Forró no São João? É clari que sim! Com o temática  'Um ritmo de uma nação sendo contada no meu São João', o grupo Guerreiros de Jorge abriu a quarta noite de evento e contou a história da banda de forró Mastruz com Leite, banda nordestina criada na década de 90. Com muita energia nordestina, o grupo junino levou para o tablado um dos ritmos musicais mais populares do Brasil. Confira alguns destaques:

Grupo de acesso

Macedão

Com uma dualidade entre fantasia e magia, o grupo junino Macedão, criada em 1997, abriu o grupo de acesso com o tema 'A cidade dos bonecos', que encantou o público com o jeito de marionete dos dançarinos e lentes brancas nos olhos. A música-tema foi 'Renascendo no São João'. Confira um trecho da apresentação:

Namoro caipira

Renascer das cinzas. Essa frase está frequentemente associada à fênix. E é basicamente essa a temática que a quadrilha Namoro Caipira entregou em sua apresentação, com roupas das cores de uma fênix: vermelho, laranja e amarelo. O personagem principal levou a reflexão sobre reinventar-se todos os dias.

A escola foi fundada em maio de 1996 e veio este ano com o tema 'Namoro das Cinzas ao Renascimento', com a música tema 'Renascendo no São João' dos compositores Márcio Caipira e Irlan Guimarães. Confira:

Grupo Especial

Coração de Estudante

A presença nordestina é um dos pontos forte nas apresentações juninas. Iniciando o grupo especial no quarto dia, a escola Coração de Estudante apresentou o tema 'Nordeste, Ôh força da peste!' e mostrou mais um pouco da cultura nordestina e sua representatividade no Norte. No ano de 2022, a escola foi campeã do Grupo de Acesso e nesse ano concorre a campeã do Grupo Especial. Confira alguns momentos:

Coração Caipira

Com uma temática inovadora e pioneira, o grupo Coração Caipira levou uma reflexão em seu tema: 'Dinheiro, quem tem passa bem?'. O grupo abordou  a luxúria, fazendo o público pensar que dinheiro é necessário para a sobrevivência, mas que não é tudo na vida. 

A apresentação foi repleta de enredo teatral, pirotecnia e reflexões visuais e musicais. O grupo, fundado em 4 de novembro de 2004 por Francisco Araújo Chaves (Sheul Chaves) e Jair Oliveira Lima, recebeu o título de campeão no Boa Vista Junina em 2009. 

Confira a apresentação deste ano:

Furacão Caipira

É fato que o Estado de Roraima abriga milhares de imigrantes, uma vez que faz fronteira com outros países e é um dos destinos mais escolhidos de quem vem do Nordeste do Brasil, por exemplo. Pensando nisso, a escola Furacão Caipira, que finalizou a quarta e penúltima noite do evento, preparou uma apresentação na temática 'Roraima de Alma Migrante Nordestina', para valorizar a cultura nordestina e suas contribuições para o Norte e a cultura de Roraima, enaltecendo seu povo acolhedor.

No final da apresentação, a quadrilha ainda homenageou membros que faleceram. Confira a apresentação em fotos: 

Veja mais notícias sobre CulturaRoraima.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 02 Março 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/