Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quarta, 30 Setembro 2020

Piloto do voo da Chapecoense tinha mandado de prisão na Bolívia

Piloto do voo da Chapecoense tinha mandado de prisão na Bolívia
O ministro boliviano da Defesa, Reymi Ferreira, informou nesta segunda-feira (5), que o piloto do avião da LaMia, Miguel Quiroga, que sofreu um acidente na última semana tinha um mandado de prisão decretado por ter desertado da Força Aérea. "O capitão Quiroga, que era o piloto do avião acidentado, tinha um julgamento pendente com a Força Aérea Boliviana, tendo, inclusive, um mandado de prisão", afirmou.
Foto: Reprodução/Facebook
Durante uma coletiva de imprensa, o boliviano Erwin Tumiri, um dos sobreviventes do acidente que matou 71 pessoas, entre tripulantes, jornalistas e jogadores da Chapecoense, contou que o piloto não alertou os passageiros sobre a situação de emergência. "Todos acreditávamos que iríamos aterrissar", declarou o técnico de voo.

Segundo Tumiri, os passageiros não sabiam o que estava acontecendo e acreditavam que o avião faria a manobra de pouso. "Ninguém entendeu o que estava acontecendo, acreditávamos que iríamos pousar porque o piloto já havia anunciado a aterrissagem e esperávamos por isso", relatou Tumiri.

*Com informações do G1

Veja mais notícias sobre Esportes.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 30 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/