Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quarta, 12 Agosto 2020

MPF quer garantir liberdade de ensino em escolas e universidades no Pará

MPF quer garantir liberdade de ensino em escolas e universidades no Pará
O Ministério Público Federal (MPF) no Pará notificou instituições da área de educação no oeste do estado para que tomem medidas no sentido de garantir a liberdade de ensino na região.

O objetivo da notificação é evitar práticas que possam representar assédio moral ou outras formas de ação arbitrária contra professores.

Os procuradores também querem promover a adoção de medidas proativas que garantam o pluralismo de ideias e concepções ideológicas. Eles seguem o exemplo de outros procuradores do país, que tomaram a iniciativa depois de ataques e ameaças a educadores.

As instituições de ensino das cidades do oeste do Pará terão 30 dias para responder o Ministério Público sobre as medidas adotadas.

Na recomendação enviada às escolas, os procuradores criticam as ameaças a profissionais de educação e dizem que isso interfere na formação dos estudantes brasileiros. Eles apontam a atuação de grupos que chegam a negar a existência de fatos históricos, como a ditadura militar, o nazismo e a escravidão.

O Ministério Público Federal afirma que atribuir um caráter supostamente ideológico à defesa dos direitos humanos acaba por criar um clima favorável e legitimador de violências físicas e morais contra negros, indígenas, mulheres e população LGBT.

A omissão dos gestores das instituições de ensino na adoção das medidas protetivas e preventivas pode configurar improbidade administrativa.

Veja mais notícias sobre Atualidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 13 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection