Manaus 30º • Nublado
Quarta, 29 Junho 2022

O desmatamento na Amazônia Legal sofreu aumento de 64% em relação ao mesmo período do ano passado

O desmatamento na Amazônia Legal sofreu aumento de 64% em relação ao mesmo período do ano passado

Dados do primeiro trimestre de 2022 apontam que a Amazônia Legal registrou o maior número acumulado de alertas de desmatamento na história do monitoramento realizado pelo Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe). Os dados informados da plataforma Terra Brasilis, do Inpe, apontam que 941,34km² da Amazônia legal foram perdidos.

Em comparativo com 2021, o índice do primeiro trimestre do ano foram de 573,29 km², um aumento de 64,19%. Até então, o maior número de alerta de desmatamento havia acontecido em 2020, com 796,95km².

Somente no mês de março deste ano, foram 312,23km², apesar de representar um número menor em comparação ao período de 2021, que registrou 368 km². Em fevereiro de 2022, a Amazônia Legal registrou o maior acumulado de alertas de desmatamento no mês desde 2016. Foram 198,67 km² – 61,7% mais do que os 122,8 km² registrados em 2021.

Em janeiro de 2022, a região amazônica contabilizou os piores índices para o mês na história do monitoramento: foram 430,44 km², 419,3% mais do que os 82,88 km2 registrados no ano anterior.

Os dados analisados são extraídas da plataforma Terra Brasilis, do Insituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) que reúne alertas e monitora o desmatamento na região da Amazônia desde 2015, considerando as maiores taxas de 6,25 hectares. 

Quer saber mais sobre o assunto: Confira outras matérias:

...

Desmatamento começa a afetar diversidade de peixes na Amazônia, aponta estudo - Portal Amazônia

Segundo estudo publicado em revista internacional, peixes sensíveis a alterações no ambiente estão sendo substituídos pouco a pouco por espécies mais resistentes aos impactos.

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 29 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/