Manaus 30º • Nublado
Domingo, 14 Abril 2024

Estudantes criam ferramentas para auxiliar populações de florestas na produção e comercialização sustentável de alimentos

Estudantes criaram uma ferramenta para facilitar a coleta de frutos para o Movimento de Mulheres das Ilhas Belém (MMIB). Foto: Divulgação

Com o objetivo de promover melhor qualidade de vida a moradores de comunidades ribeirinhas da Amazônia e proteger a biodiversidade dessa região, alunos do Centro Universitário Facens e do Centro Universitário do Estado do Pará (CESUPA) desenvolveram soluções para facilitar a produção e comercialização de frutos, raízes e hortaliças de forma sustentável, além de gerar renda. A iniciativa aconteceu por meio do Projeto Florestas Inteligentes.

Na Ilha de Cotijuba, em Belém (PA), os estudantes criaram uma ferramenta para facilitar a coleta de frutos para o Movimento de Mulheres das Ilhas Belém (MMIB), com o intuito de reduzir o risco de possíveis acidentes entre os membros que sobem nas árvores para colher açaí, tucumã, coco, entre outros frutos, além de promover um melhor aproveitamento dos recursos naturais.

Ilha de Cotijuba, em Belém (PA). Foto: divulgação

Para Vitor Belota, gerente de Sustentabilidade e Educação Inovadora do Centro Universitário Facens, um dos diferenciais do Florestas Inteligentes é o impacto gerado na vida dos alunos. 

"Eles têm a chance de sair de sala de aula e conhecer o maior patrimônio natural brasileiro: nossas florestas. Além disso, podem tirar suas ideias do papel e transformar vidas reais. Outro ponto que destacamos é que as ferramentas são criadas depois de ouvirmos os moradores para entender as demandas e aproveitar sua sabedoria", 

diz.

Outras soluções de destaque foram tecnologias sociais que otimizaram a conservação dos frutos da Amazônia e permitiram a transformação em insumos, como farinhas de coco, tucumã, banana verde, entre outras. Houve também a criação de um processo eficiente para extração do óleo de coco extravirgem.

Projeto premiado 

Entre os dias 11 e 13 de dezembro, o Centro Universitário Facens ganhou a Bronze Medal na categoria "Sustainability Education" (Educação em Sustentabilidade), no QS Reimagine Education Awards, em Abu Dhabi, com o Projeto Florestas Inteligentes. 

O prêmio teve mais de 1200 inscritos de todo o mundo e é uma iniciativa que reconhece e celebra os pioneiros da educação, criando uma comunidade de inovadores comprometidos em redesenhar a aprendizagem e as oportunidades de trabalho para as próximas gerações. Confira o vídeo.

Em 2022, o projeto também foi premiado na categoria "Beneficiando a Sociedade" do Green Gown Awards, premiação chancelada pela ONU e que reconhece iniciativas excepcionais de sustentabilidade realizadas por universidades de todo o mundo. 

O projeto vencedor desenvolveu tecnologias sociais e soluções inteligentes, de alto impacto sustentável, para levar água potável às comunidades ribeirinhas da Amazônia. 

*Com informações do Centro Universitário Facens

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 14 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/