Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 20 Junho 2021

Pesquisadores mapeiam espécies de carrapatos no estado do Pará

Pesquisadores reúnem o maior conjunto de dados sobre a fauna de carrapatos na Amazônia Oriental, o trabalho oferece informações sobre a infestação de espécies desses aracnídeos em animais vertebrados de vida selvagem, domésticos, de criação agropecuária, assim como em humanos.

Durante a pesquisa, foram analisados carrapatos da família ixodídeos (Acari: Ixodidae), considerados os vetores mais importantes de organismos causadores de doenças em animais selvagens e domésticos.

Foto: Reprodução / Internet

Segundo um dos coautores, o pesquisador Thiago Semedo, vinculado ao Programa de Capacitação Institucional do Museu Paraense Emilio Goeldi (PCI/MPEG) e do Instituto Nacional de Pesquisa do Pantanal (INPP/MCTI), a tarefa parte da intenção de conhecer a fauna de carrapatos existente no Brasil.

"De forma geral, esse trabalho é de extrema importância, uma vez que ele é um primeiro passo para identificar quais espécies de carrapatos ocorrem no leste da Amazônia brasileira. Com base nessas informações, nós reconhecemos quais as espécies inofensivas para os seres humanos e quais podem transmitir uma série de doenças, como a febre maculosa", explica Thiago.

"Conhecer os carrapatos não deixa de ser uma questão de saúde pública e de controle sanitário, na medida em que eles são vetores de diversas doenças, sendo fundamental que se entenda quais são esses carrapatos e quais vertebrados estão associados a eles", completa.

Pesquisa

O artigo traz informações sobre as espécies coletadas em 34 municípios paraenses entre os anos de 2004 e 2019. No total, foram coletados 3.396 espécimes divididos em 600 larvas, 830 ninfas, 602 machos e 1.364 fêmeas.

Após as análises, os pesquisadores identificaram 05 gêneros e 23 diferentes espécies de carrapatos.

De forma inédita, além dos tipos que infestam animais silvestres e domésticos, foram encontrados também carrapatos que vivem em áreas de vegetação e de cavernas.

Nas análises sobre as relações entre carrapatos e hospedeiros, chamou atenção dos pesquisadores a espécie Amblyomma humerale, que na fase adulta atua como parasitas principalmente de tartarugas terrestres. Já os carrapatos da espécie Amblyomma cajennense foram os mais encontrados em humanos. 

Veja mais notícias sobre EducaçãoPará.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 21 Junho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/