Baixaria: confira o passo a passo desta receita típica do Acre

Cuscuz, carne moída, cheiro-verde e ovo frito são as estrelas deste prato que faz sucesso nas feiras do Acre 

Nada melhor que tapioca e tucumã no café da manhã na Amazônia, certo? Calma, não é bem assim. No Acre, por exemplo, um prato que faz sucesso nos mercados populares é a “baixaria”, que leva cuscuz, carne moída, cheiro-verde e ovo frito. Deu vontade de experimentar? Veja o passo a passo desta receita que é a cara do Acre. Confira:
Foto: Eduardo Duarte /Rede Amazônica

Ingredientes

Cuscuz
200g de flocos de milho pré-cozidos
½ xícara de chá de água
1 colher de sopa de manteiga
Sal a gosto

Bolinho de carne moída
½ kg de músculo moído
1 colher de chá rasa de sal
½ colher de chá de pimenta-do-reino moída
Pimenta-malagueta curtida a gosto
1 colher de chá de vinagre de vinho tinto
6 dentes de alho picados
3 colheres de sopa de óleo
3 tomates bem maduros, sem sementes e em cubos pequenos
1 unidade pequena de cebola, cortada em cubos médios
1 colher de chá de Colorau
½ xícara de chá de água
6 ovos
1 colher de sopa de cebola picada

Modo de Preparo: 

Primeiro, coloque uma pitada de sal nos flocos de milho e hidrate com água aos poucos até virar uma massa homogênea. Depois, faça a carne moída. O tempero pode ser o que você preferir. O Marcelo Pereira utilizou alho e sal. Refogue o alho no azeite e frite a carne. Quando a carne ficar um pouco mais corada, acrescente sal a gosto e salsinha, se preferir.

Pegue a massa dos flocos de milho hidratada e cozinhe numa cuscuzeira. Por último, frite o ovo.

Para montar o prato, coloque uma porção do cuscuz, a carne moída, o ovo e o tomate picado. Decore com cebolinha.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Borboleta amazônica híbrida: pesquisa comprova nova espécie

As análises genéticas e ecológicas indicam que os primeiros cruzamentos entre as duas espécies de borboletas que originaram a nova ocorreram há cerca de 180 mil anos.

Leia também

Publicidade