Manaus 30º • Nublado
Quinta, 01 Dezembro 2022

Rosa do deserto: saiba como cultivar a planta que tem conquistado rondonienses

rosas-do-deserto-rondoflores

Com mais de 400 cores de rosas do deserto disponíveis em seu catálogo, o viveiro da produtora rural e empresária Graciele Oliveira e seu marido, é um ótimo exemplo de cuidado com a mais nova queridinha dos amantes de plantas.

A planta é de origem africana e faz a alegria de quem gosta de bonsais e de flores de diversas cores. "No início nós trabalhávamos com mais de 50 tipos de plantas diversas e entregávamos somente em Rondônia e Acre. Depois que descobrimos a rosa do deserto vimos a durabilidade dela, como ela é uma planta resistente, nós paramos de trabalhar com tudo e ficamos só com a rosa do deserto", conta Graciele.

Como o nome sugere, a rosa do deserto vive feliz onde outras espécies nem conseguiriam sobreviver: em um solo arenoso, com pouca água e muita iluminação. Mas como cuidar dessa planta e fazer com que ela fique sempre bonita? A produtora rural dá dicas:

Foto: Reprodução/Rede Amazônica Rondônia

Muita luz

As rosas do deserto são plantas que precisam da luz do sol para se desenvolverem plenamente. A dica é deixá-la em um local onde ela pegue, pelo menos, 6 horas de sol por dia. Caso ela fique em um ambiente de meia sombra, ela pode não dar uma boa floração.

Calor

Essa é uma planta que gosta de calor. A dica é colocá-la em um local onde, além de pegar sol, ela fique fora de ambientes úmidos e que tenham ar-condicionado. Caso ela seja exposta a baixas temperaturas, ela ficará com o metabolismo lento, fazendo com que as folhas fiquem amareladas.

Adubo

A adubação é parte importante no desenvolvimento da rosa do deserto. É importante colocá-la em um vaso com alta drenagem e com os nutrientes certos.

Água

Não é porque a rosa é do deserto que ela não precisa de água. Essa planta deve ser regada, mas sem exageros. A dica para saber se já chegou o momento de regar a planta é verificar se o solo está úmido. Caso esteja muito seco, chegou a hora de molhá-la.

*Por Thaís Nauara, do g1 Rondônia


Veja mais notícias sobre Rondônia.

Veja também:

 

Comentários: 1

MANASSES OLIVEIRA DO NASCIMENTO em Sexta, 26 Agosto 2022 17:46

Ao visitar Porto Velho, não deixe de conhecer a Casa Avião, cultura não tem tamanho...viva a arte...conheça a vida...

Ao visitar Porto Velho, não deixe de conhecer a Casa Avião, cultura não tem tamanho...viva a arte...conheça a vida...
Visitante
Quinta, 01 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/