Manaus 30º • Nublado
Quarta, 05 Outubro 2022

Novas espécies de parasitas são descobertas na Amazônia Peruana

Em abril de 2022, um grupo de cientistas do Instituto de Pesquisa da Amazônia Peruana (IIAP), descobriu um novo gênero e nove novas espécies de parasitas em peixes amazônicos, de 2018 até hoje. Essas espécies foram encontradas nas brânquias de peixes nativos da Amazônia peruana.

A equipe de cientistas foi liderada pelo diretor de Pesquisa em Ecossistemas Aquáticos Amazônicos (AQUAREC) do IIAP, Germán Murrieta Morey, juntamente com um grupo de pesquisadores.

Monogenóides são ectoparasitas que se desenvolvem na parte externa dos peixes amazônicos. Esses parasitas estão localizados na superfície do corpo do peixe, nas nadadeiras ou nos órgãos que se comunicam diretamente com a parte externa das brânquias, bem como nas narinas.

Foto: Reprodução/Agência Peruana de Notícias

Esses organismos são encontrados em rios e lagos da Amazônia e entram diretamente nos peixes, para se instalarem nas brânquias onde podem se reproduzir, aumentando o nível de infestação parasitária e causando problemas respiratórios nos peixes, muitas vezes levando à morte por asfixia.

A descoberta de novas espécies de parasitas contribui para o conhecimento da biodiversidade de organismos da Amazônia e das interações que eles realizam com seus peixes hospedeiros. Além disso, estudos de taxonomia em parasitos são a base para estudos posteriores relacionados à saúde da aquicultura, bioecologia de peixes e também como bioindicadores de saúde ambiental.

As espécies descobertas e descritas são: Anacanthorus campobacae, Anacanthorus carmenrosae e Notozothecium nanayensis da "Pommeta Banda Negra"; Myloplus schomburgkii da espécie Mymarothecium iiapensis da "Gamitana" Colossoma macropomum; o gênero Biotodomella, com a espécie-tipo Biotodomella mirospinata do peixe ornamental "cara bonita" Biotodoma cupido e a espécie Cosmetocleithrum gigas do peixe "turushuki" Oxidoras niger.

Em 2021, mais quatro espécies foram redescobertas: Anacanthorus femoris; Anacanthorus kukamensis, Anacanthorus rara e Anacanthorus sabaloi das brânquias do "sábalo" Brycon amazonicus.


Veja mais notícias sobre Amazônia Internacional.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 05 Outubro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/