Manaus 30º • Nublado
Quinta, 01 Dezembro 2022

Cobra na piscina de bolinhas? Relembre a teoria do que teria levado ao fechamento do Studio Play

Cobra na piscina de bolinhas? Relembre a teoria do que teria levado ao fechamento do Studio Play

Parece fake news, mas dessa vez não é. O Corpo de Bombeiros em Manaus (AM) foi acionado para atender um chamado um tanto inusitado no dia 3 de outubro. Os militares do Batalhão de Bombeiros Especial (BBE) se depararam com um filhote de cobra, da espécie jiboia, em um brinquedo de uma sorveteria localizada no bairro Praça 14, Zona Sul da cidade.

O caso aconteceu por volta das 20h55 e, após realizar a captura do animal, a cobra foi solta em uma área apropriada. Felizmente, não houve registro de feridos. 

Mas esta não é a primeira vez que uma história envolvendo cobras e playgrounds circulam na cidade e certamente muitas pessoas lembram de uma que circulou em meados de 2005.  

Foto: Divulgação

Muitas crianças e adolescentes do início dos anos 2000 provavelmente guardam memórias do famoso playground Studio Play, que ficava localizado dentro do Studio 5 Festival Mall, na Avenida Rodrigo Otávio, Distrito Industrial, na Zona Sul de Manaus.

O parque temático possuía vários brinquedos, desde a piscina de bolinhas até montanha-russa, além de uma praça de alimentação. Para entrar no complexo, os preços dos cartões de acesso variavam de R$3 a R$ 12 por pessoa. O parque funcionava de terça a sexta das 16h às 23h e sábados, domingos e feriados das 14h às 23h, e fechada para manutenção nas segundas.

Era um dos destinos favoritos dos jovens da época, mas foi fechado alguns anos depois. O motivo? Para muitos teria sido pelo fato de uma criança ter morrido por conta de uma cobra coral supostamente encontrada na piscina de bolinhas.

Foto: Reprodução/Blog do Marcus Pessoa

A piscina de bolinhas com ninho de cobras no Studio Play

Em 2005, um e-mail teria circulado pelas caixas de entrada de centenas de pessoas contando a história de uma criança que havia sido picada por uma cobra coral enquanto brincava na piscina de bolinhas. De acordo com o suposto e-mail, o acidente teria acontecido em abril ou maio daquele ano.

Na história que circulou na época, uma  criança de 4 anos teria falecido devido a picada da cobra. A criança estava no brinquedo quando sentiu algo estranho no braço e foi até a sua mãe, reclamar que estava com dor, mas depois de um tempo voltou a brincar. No entanto, de forma repentina, a criança desmaiou e mesmo após ter sido socorrida não resistiu e morreu.

Foto: Reprodução / No Amazonas é Assim

No e-mail, a justificativa para o caso era um ninho de cobras corais que estaria escondido no brinquedo. A história se espalhou rapidamente e coincidiu com o fato de que o parque foi fechado logo após. Muitos acreditaram que o caso teria levado o parque à falência, porém há algumas falhas e desencontros de informações.

À princípio, o que ninguém descobriu - até agora - é quem seria a criança ou pessoas de sua família que pudessem declarar a veracidade do caso. Outro ponto é que a "notícia" circulou apenas por e-mail, comumente usado para espalhar fake news na época. Além disso, esta "lenda urbana" não foi exclusiva de Manaus: e-mails com casos de crianças passando pelo mesmo problema em brinquedos de parques de diversão circulavam em outras capitais como São Paulo (SP) e Curitiba (PR).

Por conta de tudo isso, o caso nunca foi confirmado oficialmente e passou a figurar nas listas de lendas urbanas mais populares da capital amazonense.

Você lembra dessa história? Conhece outras lendas urbanas das cidades da Amazônia?


Veja mais notícias sobre Amazonas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 01 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/