Manaus 30º • Nublado
Terça, 24 Mai 2022

Bela Adormecida da Amazônia: a serra amazonense que parece pintura

FOTO.13-777x42_20220513-020415_1

São Gabriel da Cachoeira, município mais distante de Manaus, capital do Amazonas, abriga um dos locais considerados como destino turístico romântico de muitos aventureiros: a Serra da Bela Adormecida.

Com montanhas, cachoeiras e praias fluviais, a originalmente batizada como Serra de Curicuriari, atrai viajantes que buscam locais parecidos com pinturas. E a Serra de Curicuriari é, certamente,  um desses locais, porque, se olhar atentamente, é possível perceber a silhueta de uma mulher deitada, o que originou seu nome popular.

Serra da Bela Adormecida. Foto: Clóvis Miranda/AmazonasTur

O município é também conhecido como 'Cabeça do Cachorro', por conta de seu formato quando visto no mapa, na fronteira com a Colômbia e a Venezuela. Fica situado na região do Alto Rio Negro, próximo aos municípios de Santa Isabel do Rio Negro e Japurá.

Abriga 23 etnias indígenas, sendo considerado o município mais indígena do país (90% da população é composta por indígenas e descendentes) e existem outras três línguas consideradas oficiais além do português: nheengatu, tukano e o baniwa. Também é onde fica o ponto mais alto do Brasil: o Pico da Neblina.

Localizada a mais de 850 km de Manaus, é possível chegar em São Gabriel da Cachoeira por barco ou avião. Confira alguns registros da Bela:

Veja mais notícias sobre TurismoAmazonas.

Veja também:

 

Comentários: 1

Natalia em Sábado, 14 Mai 2022 19:47

Vale citar que a serra está localizada dentro de Território Indígena e que a visitação não está regularizada. Ou seja o turismo ali ainda é proibido.

Vale citar que a serra está localizada dentro de Território Indígena e que a visitação não está regularizada. Ou seja o turismo ali ainda é proibido.
Visitante
Terça, 24 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/