Ananindeua é selecionada para projeto piloto de segurança do Ministério da Justiça

O município de Ananindeua, na região metropolitana de Belém, foi um dos cinco selecionados no Brasil para receber a implementação de um projeto piloto, realizado pelo Ministério da Justiça, na área da segurança pública e promoção social. O anúncio foi feito, na manhã desta quarta-feira (15), pelo governador Helder Barbalho, durante o lançamento do Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta que acontece em Brasília (DF).

“Festejo de maneira muito particular Ananindeua ser uma das cinco cidades selecionadas pelo Ministério da Justiça para a implementação deste projeto piloto de segurança púbica e transversalidade de ações, que possam definir o novo patamar de proteção e promoção para a sociedade”, destacou Helder.

Foto:Divulgação/Prefeitura de Ananindeua

O Programa é apresentado durante o primeiro dia do 1º Seminário de Alinhamento do Programa Nacional de Enfrentamento a Criminalidade Violenta (PNECV) | Fase 1 – Força-tarefa, que ocorre na sede do Ministério da Justiça e Segurança Pública, conduzido pelo ministro Sérgio Moro.  

O PNECV, em fase de planejamento, associa ações de força-tarefa e de promoção social para implementação de políticas públicas de Segurança Pública. Com início previsto para o segundo semestre deste ano, o projeto piloto será implementado, inicialmente, em cinco municípios brasileiros distribuídos nas regiões do país, com previsão de expansão.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

‘Aurora Luzitana’: livro revela história dos portugueses maçônicos no Amazonas

Em mais de 400 páginas, com um exclusivo acervo de imagens, Abrahim Baze revela grande parte da história dos maçons lusitanos no Amazonas.

Leia também

Publicidade