Manaus 30º • Nublado
Quarta, 30 Novembro 2022

Portal Amazônia responde: o que é escalpelamento?

foto004_0

O escalpelamento é o tipo de acidente que costuma acontecer quando, por descuido, os cabelos compridos se enrolam no eixo do motor de pequenas embarcações durante uma pesca ou transporte para a escola ou trabalho, fazendo com que parte ou todo o couro cabeludo seja arrancado bruscamente.

As vítimas, a maioria mulheres e meninas, podem até ter suas orelhas, sobrancelhas, pálpebras e parte do rosto e pescoço arrancados, causando deformidades que irão acompanhá-las por toda a vida. Em casos mais graves, o acidente pode causar o óbito.

Até agosto deste ano, a Marinha do Brasil (MB) contabiliza 160 dias sem acidentes e uma redução de 50% nos casos ocorridos em 2022. De janeiro a agosto deste ano foram quatro acidentes de escalpelamento nos estados do Pará e do Amapá. A quantidade é metade dos ocorridos no mesmo período em 2021. Durante todo o ano passado aconteceram 15 acidentes.

Foto: Divulgação/Marinha do Brasil

Marcas que ficam

Regina Formigosa de Lima, vítima de escalpelamento aos 22 anos no Estado do Pará, contou que o acidente ocorreu quando saiu para passear e se sentou na parte traseira de um barco que não tinha proteção no eixo do motor. Os cabelos estavam soltos e foram puxados violentamente. 

"Desde que sofri o acidente, nunca fiquei boa. São feridas que aparecem no couro cabeludo, que tem de cuidar. Além disso, tem o preconceito da sociedade. Passei a viver melhor, quando comecei a ter mais informação", 

ressaltou Regina.
Foto: Divulgação/Marinha do Brasil

Ela ainda alertou que "a pessoa pensa que não vai acontecer com a família dela e que, por causa do descuido, os acidentes acontecem". Regina reforçou que mulheres e crianças devem usar os cabelos presos e cobertos com boné ou toucas para que não sejam mais uma vítima.

Também destacou o trabalho da MB. "É muito importante o movimento da Marinha, que está sempre nos rios, fiscalizando e educando. Espero que as pessoas tenham este mesmo olhar para nossa causa", declarou.

Segurança 

De acordo com o Capitão dos Portos da Amazônia Oriental, Capitão de Mar e Guerra, André Vieira, é importante que os proprietários de embarcação coloquem a cobertura de eixo, algo que pode salvar vidas.

"Os donos de barcos podem solicitar a cobertura de eixo da CPAOR, localizada em Belém, ou a uma das embarcações da Capitania que estiverem passando pelo município", informou o Capitão.

A população paraense pode ajudar com a prevenção, a segurança da navegação ou qualquer tipo de insegurança ou risco à navegação pelo telefone (91) 99114-9187 ou pelo 185. 


Veja mais notícias sobre Amazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 30 Novembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/