Manaus 30º • Nublado
Quarta, 18 Mai 2022

Língua indígena amazônica pode ser reconhecida como 'Referência Cultural Brasileira'; saiba como

A proposta de inclusão da língua Kawahiba, dos Uru-Eu-Wau-Wau, no Inventário Nacional de Diversidade Linguística e reconhecimento do idioma como "Referência Cultural Brasileira" foi divulgada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), por meio de publicação no Diário Oficial da União, no dia 10 deste mês. A proposta foi apresentada pelo Museu Paraense Emílio Goeldi, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, com a anuência da comunidade linguística, por meio de projeto de 'Levantamento Regional da Situação Sociolinguística das Etnias Indígenas de Rondônia'.

Desde então está aberto o prazo de 30 dias para que a sociedade se manifeste, por meio de formulário online, sobre a proposta de inclusão no Inventário Nacional de Diversidade Linguística da língua Kawahiba, termo que tem sido atribuído a um complexo dialetal composto por, no mínimo, oito dialetos ainda existentes e falados por diferentes etnias localizadas nos estados do Amazonas, Mato Grosso e Rondônia.
Cartaz em escola da Aldeia 623. Foto: Reprodução/Iphan

O parecer técnico favorável, que será analisado pela Comissão Técnica do Inventário Nacional da Diversidade Linguística, recomendou a inclusão da Língua Kawahiba dos Uru-Eu-Wau-Wau no inventário, concluindo que o reconhecimento servirá não somente para destacar a relevância da língua para a memória, a história e a identidade do povo Uru-Eu-Wau-Wau e do povo brasileiro, mas também justificará a implementação de ações voltadas à salvaguarda da língua.

As manifestações da sociedade deverão ser enviadas até o dia 8 de junho, por meio de formulário digital. As respostas serão enviadas para a Comissão Técnica do Inventário Nacional da Diversidade Linguística, do Departamento de Patrimônio Imaterial do Instituto.

Confira o parecer técnico na íntegra.

Formulário digital para manifestações da sociedade sobre a proposta de inclusão no Inventário Nacional de Diversidade Linguística e reconhecimento como "Referência Cultural Brasileira" da língua Kawahiba dos Uru-Eu-Wau-Wau

Inventário Nacional de Diversidade Linguística (INDL)

O Inventário Nacional de Diversidade Linguística foi instituído por meio do Decreto Nº 7.387, de 9 de dezembro de 2010. O inventário serve como instrumento oficial de identificação, documentação, reconhecimento e valorização das línguas faladas pelos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira.

Voltado para o reconhecimento da diversidade linguística como patrimônio cultural, o inventário visa fomentar a produção de conhecimento e documentação sobre as línguas faladas no Brasil.


Veja mais notícias sobre Amazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 18 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/