Manaus 30º • Nublado
Sábado, 02 Março 2024

Chuva de gelo? Entenda por que o fenômeno também ocorre na Amazônia

Imagine a seguinte situação: uma nuvem de chuva se forma no céu, mas ao invés de água, o que cai são pedras de gelo. O impressionante fenômeno é conhecido como chuva de granizo e certamente você já deve ter visto nas produções cinematográficas ou até mesmo em regiões mais frias no Brasil.

Talvez por esses fatores seja até difícil imaginar a "chuva de gelo" na Amazônia, mas o fenômeno, que não é tão comum na região, já ocorreu em algumas cidades amazônicas este ano.

Granizo na Amazônia. Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Somente nas últimas semanas, entre agosto e setembro deste ano, o fenômeno foi registrado, por exemplo, em Manacapuru (Amazonas), no Polo Agroflorestal de Xapuri (Acre) e em Igarapé-Açu (Pará). Em todas as localidades, a chuva de gelo surpreendeu os moradores que fizeram questão de gravar vídeos do ocorrido.

Ao Grupo Rede Amazônica, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) explicou que a ocorrência de granizo é o resultado de uma série de fatores do tempo.

"Quando alguns fatores acontecem em conjunto (alta temperatura, alta umidade e condições dinâmicas da atmosfera), podem formar nuvens do tipo Cb (Cumulonimbus), que são nuvens de grande desenvolvimento vertical que podem provocar chuvas em forma de pancadas, acompanhadas de rajadas de vento, descargas elétricas e por vezes a precipitação de granizo", 

explicou Gustavo Ribeiro, meteorologista do Inmet.
Por causa da mudança brusca de temperatura, as gotas de água se solidificam. Dessa maneira, as pedras de gelo formadas no interior das nuvens Cumulonimbus caem em formato de granizo.
Foto: Nilda Araújo/Arquivo pessoal

Ocorrências na Amazônia em 2022

5 de setembro de 2022

A chuva de granizo surpreendeu os moradores do município de Manacapuru (distante a 79 quilômetros de Manaus). A tempestade começou por volta das 14h40 e foi registrado em foto e vídeos por moradores da região.

19 de agosto de 2022

A chuva de granizo aconteceu na tarde de sexta-feira, entre 17h e 18h, no município de Igarapé-Açu, nordeste paraense. A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) informou que um satélite meteorológico detectou uma nuvem de tempestade cumulonimbus próxima ao município.

8 de agosto de 2022

A chuva de granizo pegou os moradores do Polo Agroflorestal de Xapuri (distante a 2.688 quilômetros de Rio Branco) de surpresa. Além de chover gelo, houve muita ventania durante a tempestade. A chuva começou após às 13h e durou mais de 15 minutos. 


E aí? Já presenciou chuva de granizo pela Amazônia?


Veja mais notícias sobre Amazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 03 Março 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/