Manaus 30º • Nublado
Quarta, 29 Junho 2022

'Amazônia Que Eu Quero': quarto fórum debate o tema "Empreendedorismo na Amazônia"; assista

A plataforma 'Amazônia Que Eu Quero' realizou na última sexta-feira (20) o quarto fórum com tema "Empreendedorismo". O evento faz parte da edição 2022 da plataforma - 'Caminhos da democracia'. Transmitido simultaneamente no Youtube e no canal de TV Amazon Sat, o fórum reuniu a superintendente do Sebrae, Lamisse Said, o fundador da Onisafra, Macaulay Abreu e o sócio do Floresta Hub, Alexandre Mori.

Lamisse Said ressaltou a importância da capacitação e inovação no ramo e ainda, sobre as ações realizadas pelo Sebrae para o apoio aos microempreendedores. "Você deve inovar. Porque se não você fica para trás e os clientes não chegam. Sobre capacitação a gente tem até um slogan que é 'quando você se capacita, tudo facilita'. Se você investir em capacitação, você investe em algo que ninguém tira. No Sebrae, nós temos projetos como o JEP - Jovens Empreendedores Pequenos Passos, que é realizado em escolas do município e do estado. Nós temos também capacitação para os professores. Para esse ano temos uma meta de capacitar até 3.500 professores em todo estado", disse.

Já o empresário Macaulay Abreu, explicou que os negócios de impacto na Amazônia vão além de recursos financeiros, já que dão visibilidade à região. "Falando de negócios de impacto, quando a gente começou não tínhamos a compreensão de que éramos um negócio de impacto, apesar de entendermos nosso papel social. Além da questão econômica para a empresa, o nosso papel social era valorizar os produtos regionais. E quando a gente fala de negócios de impacto, geralmente são negócios que já nascem com essa premissa, com esse conceito de além do lucro ou faturamento da empresa, pensar em metas relacionadas ao impacto sócio e ambiental que a empresa causa na sociedade", afirmou.

Direto de Rondônia, o empresário e sócio do Floresta Hub, Alexandre Mori falou sobre o trabalho desenvolvido com startups locais. "Aqui no Tambaqui Valley a gente procura aproximar e apoiar os empreendedores e seus negócios, baseados em tecnologia e oferecer um suporte para que eles possam se conectar, conversar com investidores, justamente com o propósito de integrar e desenvolver a região", disse.

Assista o Fórum de Empreendedorismo na íntegra:

As soluções discutidas e propostas durante o encontro pelos convidados serão encaminhadas para a Câmara 'Modelo Econômico na Amazônia' da plataforma Amazônia Que Eu Quero, constituída por especialistas no tema. Eles participarão de reuniões de trabalho para discutir e selecionar dez propostas de soluções para a Amazônia ao final desta etapa, que serão somadas as 20 propostas já geradas dos encontros anteriores.

Um caderno com todas as propostas dos cinco fóruns - Infraestrutura, Energia Limpa, Modelo Econômico na Amazônia, Empreendedorismo e Inovação, e Florestas - será entregue em Setembro de 2022 aos parlamentares.

Ao intensificar o diálogo e participações entre a sociedade civil, iniciativa privada e poder público neste fórum, a plataforma "Amazônia Que Eu Quero" reitera e continua com seu objetivo de levar informação e conhecimento à população, incentivando desta forma o amadurecimento do senso crítico na escolha dos candidatos, a capacidade de análise e o voto consciente, e consequentemente a uma melhoria do processo democrático da região Amazônica.

Veja mais notícias sobre Amazônia que eu quero - Matérias.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 29 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/