Oiapoque

Município do Amapá que possui o marco inicial do território brasileiro.

Marco inicial do território brasileiro. Foto: Reprodução/Governo do Amapá

O município de Oiapoque está situado no extremo norte do Amapá, a 590 quilômetros da capital, Macapá, e foi criado pela Lei 7.578, de 23 de maio de 1945. O acesso é pela BR-156, também sendo possível chegar por via fluvial e aérea. Possui uma população de 24.263 habitantes e uma área de 22.725,70 km².

É a única cidade do Amapá que tem fronteira internacional – faz limite com a Guiana Francesa, Departamento Ultramarino da França na América do Sul. Por isso, é a única cidade do Amapá, além de Macapá, que possui uma unidade do Exército Brasileiro. Também faz divisa com os municípios de Calçoene, Serra do Navio, Pedra Branca do Amapari e Laranjal do Jari.

Sua economia é centrada, principalmente, no setor primário, com a criação de gados bovinos, suínos e bubalinos; e na produção agrícola de mandioca, laranja, milho, cana-de-açúcar e outros. 

No setor secundário, pode-se destacar a extração de ouro, inclusive de forma clandestina em terras brasileiras e guianenses. O comércio tende a crescer com a ponte binacional que ligará os dois países, já pronta, mas ainda sem data para inaugurar. Mesmo ainda sem a ponte, moradores do país vizinho vêm ao lado brasileiro comprar mercadorias e, normalmente, optam por pagar em Euro.

Em relação aos principais pontos turísticos da cidade, Oiapoque possui um monumento à Pátria, indicativo do marco inicial do território brasileiro, onde figuram citações do hino nacional e uma placa indicativa com os dizeres: “Aqui Começa o Brasil”, o qual virou símbolo oiapoquense. Figuram, ainda, como atrações turísticas, a Cachoeira Grande, a Vila Brasil, que fica na cabeceira do rio Oiapoque, o Parque Nacional do Cabo Orange e a Serra do Tumucumaque.

*Com informações do Governo do Amapá 

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Publicidade

Mais acessadas:

Portal Amazônia responde: o que é comida ‘remosa’?

Um estudo buscou promover uma revisão bibliográfica sobre o tema e propor uma hipótese teórica para o fenômeno.
Publicidade

Leia também

Publicidade