Seleções olímpicas em Manaus: treinos fechados e poucas aparições

Foto: Reprodução/Globo Esporte-AM

Três das quatro seleções masculinas de futebol que jogam em Manaus na Olimpíada Rio 2016 já estão na capital amazonense: Colômbia, Suécia e Japão. E se o torcedor amazonense pensa em tirar uma ‘casquinha’ de jogadores conhecidos como Miguel Borja e Teo Gutierrez, até aqui o contato é bem restrito: treinos fechados e poucas aparições públicas.

As três seleções estão hospedadas no Tropical Hotel, na Zona Oeste da cidade. Até o momento, todas as atividades realizadas pelas equipes foram fechadas para o público. No entanto, em treinos da Colômbia, por exemplo, é possível encontrar torcedores do lado de fora dando ‘apoio moral’ para a equipe.
O local de treinamento das seleções também varia. Nesta terça-feira (2), por exemplo, a Colômbia treina na Colina às 16h30, mas escolheu o Sesi na segunda (1). Já o Japão, que fez seu primeiro treino no Sesi, desta vez fará atividade na Colina às 19h. A Suécia, por sua vez, treina no Sesi às 18h após duas atividades no Zamith. Já a ‘atrasada’ Nigéria chega em Manaus apenas nesta terça.
O policiamento é maciço em todos os COTs manauaras, mesmo enquanto as seleções não estão presentes. Os estádios são cobertos com tapumes para evitar ‘espiões’ do lado de fora – no Sesi, por exemplo, pessoas se aglomeram na passarela próxima ao estádio para tentar algum contato visual.
As aparições públicas das seleções ainda são raridade. A Suécia foi a única a experimentar o ‘calor’ dos manauaras – e não só o calor da cidade. A delegação fez um passeio de bicicleta na Ponta Negra e muitos jogadores compartilharam o momento através das redes sociais, como o zagueiro Pa Konaté, do Malmö, e o meia Robin Quaison, do Palermo (Itália).
Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Acervo completo da revista científica Amazoniana é digitalizado pelo Inpa

Fruto de convênio do Inpa com o Instituto Max-Planck, da Alemanha, a revista Amazoniana circulou por mais de 40 anos.

Leia também

Publicidade