Círio de Nazaré não terá procissão por causa da Covid-19, diz Arquidiocese de Belém

Só no segundo domingo de outubro, segundo a Arquidiocese, a Grande Procissão do Círio de Nazaré reúne cerca de 2 milhões de pessoas, o que a torna inviável em meio a uma pandemia.

Arquidiocese de Belém divulgou na noite nesta quinta-feira (06) o cancelamento das procissões da 228ª edição do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, realizado tradicionalmente em outubro.

As romarias costumam reunir multidões pelas ruas de Belém, sendo que a Grande Procissão, no segundo domingo de outubro, o público é de, aproximadamente, dois milhões de pessoas.

Círio de Nazaré 2018 Belém/PA — Foto: Tarso Sarraf/Colaborativo

Os eventos do segundo final de outubro serão reduzidos. Segundo a diretoria, as principais mudanças são para evitar aglomerações:


  • Fiéis ‘promesseiros’ poderão cumprir promessas durante a quadra nazarena, que dura 15 dias;
  • Missas serão com portas fechadas e transmitidas pela internet;
  • Imagem deve ficar exposta das 12h às 00h na Praça Santuário, respeitando distanciamento social;
  • Durante as manhãs, a imagem visitará os hospitais de tratamento da Covid-19.
  • Missas presenciais durante a quadra nazarena (12 a 25 de outubro), às 18h, na Basílica.

A coletiva de anúncio teve abertura com o Arcebispo Dom Alberto Taveira Corrêa, que fez uma homenagem aos mortos durante a pandemia e disse que é uma responsabilidade realizar o Círio, que deve ocorrer “com muitas adaptações”.

“Consultamos autoridades do Estado e do Município, constituímos uma comissão de médicos, a Diretoria se debruçou para seguirmos todas as normas vigentes e as medidas preventivas necessárias, a fim de que a nossa grande festa se realize sem colocar em risco a vida das pessoas”, afirmou.

Programação

9 de outubro (sexta):
18h – Missa na Basílica Santuário
19h – Apresentação do manto para o Círio 2020
19h30 – Live Musical

10 de outubro (sábado)
9h30 – pregação conduzida pelo pe. João Paulo Dantas
11h30 – descida da imagem original
17h – missa na capela do Colégio Gentil, com portas fechadas e transmissão
18h – exibição do documentário “Plácido”
18h30 – exibição de documentários com grandes momentos da procissão da Trasladação
19h – live musical, com transmissão da decoração da berlinda
20h30 – queima de fogos, às proximidades da Catedral da Sé
20h45 – benção do Cônego Roberto Cavalli

11 de outubro (domingo)
7h – missa, celebrada por dom Alberto, com transmissão
8h – início da programação televisiva (documentários, entrevistas, imagens de grandes momentos do Círio e sobrevoo da imagem sobre hospitais da cidade)
10h – terço
10h30 – sequência da programação televisiva
11h30 – missa de encerramento do Círio, com transmissão
12h30 – encerramento

12 a 25 de outubro (quinzena Mariana)
05h15 – terço da alvorada
8h – visitação da imagem a hospitais da região metropolitana
12h – exposição da imagem no altar central da Praça Santuário
18h – missas da festividade
21h – encerramento da visitação

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

‘Aurora Luzitana’: livro revela história dos portugueses maçônicos no Amazonas

Em mais de 400 páginas, com um exclusivo acervo de imagens, Abrahim Baze revela grande parte da história dos maçons lusitanos no Amazonas.

Leia também

Publicidade