Manaus 30º • Nublado
Sábado, 02 Julho 2022

Em oito dias, barco hospital realiza mais de 23 mil atendimentos no Oeste do Pará

Entre as várias estratégias adotadas no enfrentamento à pandemia de Covid-19 no Pará, o barco hospital Papa Francisco está entre as que contribuem para conter o avanço da doença principalmente no Oeste do estado. Nesta quarta-feira (17), mais uma etapa desse serviço foi encerrada em quatro municípios da região, contabilizando 766 consultas médicas, 1.173 exames laboratoriais e 327 exames de imagens. Durante oito dias, o total de procedimentos chegou a 23.157, incluindo ainda teste rápido, oferta de medicação, verificação de sinais vitais e atendimento em enfermagem.

O último município a receber a unidade de saúde fluvial foi Alenquer, onde a moradora Raimunda Chagas foi atendida, ao chegar ao local relatando mal-estar nos últimos dias. O resultado do exame de Raimunda foi positivo para Covid-19. "Não é o tipo de notícia que queremos receber, mas coloca fim em uma angústia e incerteza. Achei o atendimento legal e fui muito bem atendida. Só não gostei porque deu positivo, mas é assim mesmo. Agora vamos tratar. Quanto mais nos cuidarmos, melhor", disse ela.

Foto: Marcelo Seabra / Ag. Pará

Atuando em média por dois dias em cada local, os atendimentos foram realizados nas sedes municipais e em comunidades isoladas, mas com probabilidade de contaminação pelo novo coronavírus. O trabalho realizado pelo barco hospital também contou com o apoio das gestões municipais.

Adesão

Coordenadora da missão do barco hospital Papa Francisco na região Oeste, a religiosa Vanessa Ezequiel disse que em todos locais atendidos pelos profissionais da embarcação houve adesão da população. "Iniciávamos sempre pela triagem e atendimentos voltados para Covid e sintomas gripais. Fazemos exames laboratoriais, raio X, eletrocardiograma e também o teste para Covid. Em Alenquer, encontramos muitos resultados positivos de Covid e pessoas pós-Covid com sintomas persistentes", informou.

Para os casos de exames positivos, a coordenadora da missão explicou que os pacientes receberam orientações médicas e remédios para iniciar o tratamento. "Os médicos fazem a prescrição médica e orientam o isolamento, e o Barco consegue disponibilizar a medicação para a pessoa continuar o tratamento em casa", acrescentou.

Nesta última missão na região Oeste, o barco hospital Papa Francisco percorreu os municípios de Almeirim, Prainha, Monte Alegre e Alenquer.

Estrutura

O barco hospital Papa começou a operar em agosto de 2019, atendendo mais de 1.000 comunidades ribeirinhas na Amazônia. Com 32 metros de comprimento, a embarcação possui ambulanchas de apoio e até 23 profissionais de saúde.

A estrutura inclui ainda aparelhos para exames de raio X, mamografia, ecocardiograma e teste ergométrico, além de sala cirúrgica, laboratório de análises clínicas, farmácia, sala de vacinação, consultórios médicos, consultórios oftalmológico e odontológico e leitos de internação.

Veja mais notícias sobre NotíciasCidadesSaúdePará.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 02 Julho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/