Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Segunda, 28 Setembro 2020

Recordista da seleção feminina de futebol tem 'raízes' na Amazônia

Miraildes Maciel Mota, mas pode chamar de Formiga. É com este apelido que a veterana atleta da seleção brasileira ainda faz história no futebol feminino. Aos 38 anos, ela disputa a sexta Olimpíada da carreira e foi destaque na vitória sobre a China por 3 a 0, na última quarta-feira (3). Nascida em Salvador, ela tem raízes na Amazônia: Formiga mora no Pará e tem grandes motivos pra levar a terra nortista no coração.
Formiga e sua família moram em Ananindeua, no conjunto Cidade Nova VI. É uma identificação até certo ponto tardia, pois Formiga já era jogadora profissional quando radicou-se no Pará - diferente de atletas como Lyoto Machida, por exemplo. No entanto, quando a volante diz que leva o Estado no coração, de fato não é exagero.
Ela conheceu a cidade quando foi disputar um campeonato pela equipe Espada. Em Belém, Formiga encontrou um apoio inestimável através de uma família que lhe adotou. Ela deve passar mais tempo na terra do coração após a Olimpíada, caso encerre a carreira, e pode ser inclusive uma bandeira importante para estimular o crescimento do futebol feminino no Pará.
Na seleção, Formiga não cansa de fazer história. A sexta Olimpíada da carreira é um novo recorde entre atletas brasileiros em todos os tempos. Ademais, contra a China, ela também chegou a 151 jogos pela seleção feminina, ultrapassando Cafu (150) e se tornando a atleta com mais jogos pela seleção brasileira - independente do gênero - na história.
No currículo, Formiga também soma seis participações em Copas do Mundo pela seleção. Em 2015, quebrou outro recorde ao marcar um gol com 37 anos, 3 meses e 6 dias no Mundial.
E quem disse que não podemos chamar Formiga de paraense? Bom, ela já ganhou da Assembleia Legislativa o título de Cidadã do Pará, em reconhecimento à identificação recíproca. Desta forma, caso Formiga encerre a carreira com mais uma medalha olímpica, a Amazônia certamente terá do que se orgulhar desse gostinho. Infelizmente, ela não entrou na nossa lista de 15 atletas da Amazônia na Olimpíada por puro capricho geográfico.
Formiga em Manaus
O Pará e todo Brasil ficarão atentos aos próximos jogos de Formiga na Olimpíada. O outro desafio já é neste sábado (6), contra a Suécia, às 21h.
De lá, Formiga embarca com a seleção para perto de casa: Manaus. É na Arena da Amazônia que ela comanda o Brasil contra a África do Sul, às 21h da próxima terça-feira (9).

Veja mais notícias sobre Esportes.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 28 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/