Manaus 30º • Nublado
Segunda, 18 Outubro 2021

Pirarucu é achado em rio da Flórida, nos Estados Unidos, e intriga autoridades

Um pirarucu tem intrigado autoridades e moradores do estado americano da Flórida, nos Estados Unidos. O peixe, natural da bacia amazônica, foi encontrado no rio Caloosahatchee, dentro do parque Cape Coral's Jaycee, região conhecida pela prática da pesca esportiva, segundo informações da agência de notícias Associated Press.

Como o peixe foi parar lá ainda é um mistério, mas o achado levantou um alerta, já que o pirarucu é considerado um dos maiores predadores do mundo. A preocupação é que uma eventual propagação do pirarucu na região desequilibre o ecossistema local. Também conhecido como Arapaima, o pirarucu pode chegar a mais de três metros e pesar centenas de quilos.

Foto: Smithsonian

Em nota à Associated Press, a Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida confirmou que um pirarucu morto foi encontrado no rio, mas pontuou que "não há evidências de que o pirarucu tenha se reproduzido" no estado.

A comissão completou explicando que os habitats do pirarucu são limitados por sua sensibilidade à água fria, já que eles gostam de viver em águas  calmas e com temperatura entre 26º e 32º Celsius.

Segundo a Dra. Katherine Galloway, bióloga da Nicholls State University, o pirarucu bota ovos entre os meses de fevereiro, março e abril, então pode levar mais tempo para eles estabelecerem uma presença.

Ela explica que o pirarucu se alimenta de peixes comercial e economicamente importantes para a Flórida, o que pode afetar o turismo e a economia da região.

As autoridades da Flórida orientam que, caso outro pirarucu seja achado, o peixe seja morto e, em hipótese alguma, devolvido vivo à natureza.

Veja mais notícias sobre NotíciasAmazôniaMeio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 18 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/