Mutirão carcerário da DPE-AM vai contar com 76 defensores públicos

MANAUS – O mutirão carcerário da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) vai contar com a participação de 76 defensores públicos estaduais e federais. A força-tarefa do órgão começa na segunda-feira (6). Os profissionais vão avaliar processos de 5.600 detentos, entre homens e mulheres, condenados e provisórios, do sistema prisional de Manaus. Mutirão deve durar dez dias úteis.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Nova atração para aventureiros: Parque do Utinga, no Pará, oferece passeio de canoagem

Cada grupo de visitantes é acompanhado por pelo menos dois condutores habilitados e a capacidade máxima é de 12 pessoas por grupo.

Leia também

Publicidade