Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 13 Abril 2021

Polícia Federal combate extração ilegal de madeira no Amapá e no Pará

No município paraense de Nova Esperança do Piriá, a Polícia Federal cumpriu seis mandados de busca e apreensão. O objetivo foi encontrar elementos que comprovem crimes ligados à extração ilegal de madeira. De acordo com as investigações, foram identificados mais de seis mil metros cúbicos de madeira irregular extraída da terra indígena Alto Rio Guamá.

Em outra operação, o ex-diretor do Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap) foi preso preventivamente na manhã desta quinta (31) em Macapá. A Polícia Federal investiga o envolvimento de funcionários do Instituto na concessão e transferência irregular de créditos de reposição florestal a empresas do estado.

As investigações apontam que os servidores não realizavam as vistorias exigidas por lei e emitiam laudos e relatórios ambientais falsos. De acordo com a PF, mais de 50 mil metros cúbicos em créditos de reposição foram transferidos de forma irregular entre 2014 e 2016 no Amapá. Essa transferência permitiu que a madeira extraída irregularmente fosse “esquentada” com os créditos indevidos.

A estimativa é que o esquema tenha movimentado cerca de R$ 2,3 milhões.

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 13 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/