Manaus 30º • Nublado
Sábado, 25 Junho 2022

Protagonismo na maior idade: em Boa Vista, integrantes têm vidas transformadas após ingressarem no projeto 'Cabelos de Prata'

Com o intuito de fortalecer o protagonismo na maior idade, idosos que integram o Programa Cabelos de Prata, da Prefeitura de Boa Vista têm a oportunidade de aproveitar melhor esse importante período da vida, participando de atividades que contribuem efetivamente para melhoria da autoestima, autonomia e, principalmente, da saúde dos beneficiários.

Idosos são atentidos por projeto. Foto: Andrezza Mariot/Semuc/PMBV

O 'Cabelos de Prata' proporciona aos participantes vivências em grupo, diversos tipos de oficinas, experimentações artísticas, culturais, esportivas, lazer e a valorização das experiências vividas constituem formas privilegiadas de expressão, interação e proteção social.

Protagonismo e confiança 

Hoje, 1.137 integrantes com idade acima 60 anos fazem parte desta política de valorização da pessoa idosa. Em décadas de funcionamento, o Cabelos de Prata acumula histórias de afeto, amizades, experiências e, mais do que tudo, de transformações de vida.

Dentre as diversas oficinas oferecidas aos participantes está a de confecção de tapetes. Foto: Divulgação/PMBV

E quem pode afirmar isso é a dona Maria Lima, de 65 anos. Há três anos ela é atendida pelo programa no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), do bairro Nova Cidade. Por lá, os integrantes participaram recentemente de uma oficina de confecção de tapetes.

"Quando cheguei aqui, tinha um problema na perna e mal conseguia andar. E através das atividades, principalmente dos exercícios, me recuperei. Quando estava em casa haviam certas coisas que não conseguia fazer e depois de ter entrado aqui, me sinto mais disposta", disse.

Maria Lima destacou diversos benefícios físicos e mentais após começar a participar das atividades do Cabelos de Prata. Foto: Divulgação

Outro presente que o Cabelos de Prata proporcionou a ela foi o crochê. "Nunca tinha pegado nem em uma agulha. Hoje em dia se tornou uma fonte de renda extra e muita gente me procura para fazer toalhinhas de bebê, beira de guardanapo. O crochê foi uma verdadeira descoberta", explicou.

Margarida Souza, de 67 anos é outro exemplo de transformação. Ela é uma das integrantes mais antigas, participando há cerca de 10 anos do projeto. "Quando cheguei aqui, quase não falava e andava, por conta de um AVC. E quando comecei a fazer as atividades, fui animando e passei a me sentir motivada a viver de novo, pois até então pensava que aquele era o fim", contou.

Margarida Souza é uma das integrantes mais antigas do projeto e teve sua vida transformada após ingressar no Cabelos de Prata. Foto: Divulgação

Mais sobre o projeto  

O projeto, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Gestão Social (SEMGES) foi implantado em 2001 e regulamentado em 2006, com a missão de transformar a terceira idade em uma experiência prazerosa, de qualidade e com oportunidades para os idosos.

O Cabelos de Prata prevê ainda uma bolsa no valor de R$ 300, voltada para idosos em situação de vulnerabilidade social. Neste caso eles devem integrar o Cadastro Único (CadÚnico), procurar um CRAS e fazer o cadastro, que passará por uma avaliação. Atualmente 764 deles são bolsistas. 


Veja mais notícias sobre Especial Publicitário.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 25 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/