Manaus 30º • Nublado
Domingo, 26 Junho 2022

Tix Letramento: programa conta com ferramentas tecnológicas e pedagógicas para auxiliar alunos com deficiência em Boa Vista

Uma nova ferramenta didática chega para somar na educação das escolas de Boa Vista, sobretudo o ensino especial. É o Tix Letramento, que substitui o teclado convencional de um computador, possuindo apenas nove teclas e é voltado para alunos com deficiência que estudam na rede municipal.

O Tix Letramento é voltado para alunos com deficiências físicas, motoras ou cognitivas, além de Transtornos Globais do Desenvolvimento (TGD), Transtorno do Espectro Autista, altas habilidades e superdotação, transtornos e dificuldades de aprendizagem, entre outras.

Os alunos da rede municipal de ensino que possuem algum tipo de deficiência vão contar com uma nova ferramenta para o aprendizado, o TIX. Foto: Giovani Oliveira/Semuc/PMBV

"Com o 'Tix Letramento' vamos oferecer para as crianças com deficiência, ferramentas tecnológicas e pedagógicas adaptadas para o desenvolvimento educacional. Essa é mais uma novidade que vai estimular o aprendizado dos alunos matriculados na rede municipal, além de integrar e motivar a inclusão de todos", destacou o prefeito Arthur Henrique.

O equipamento vai atender as crianças de acordo com a necessidade cada uma. Foto: Giovani Oliveira/Semuc/PMBV

O programa será implantado a partir do mês de abril, em 61 escolas de Boa Vista que possuem salas multifuncionais e também, no Centro Municipal Integrado de Educação Especial (Centrinho), após capacitação dos professores. A proposta é auxiliar os alunos sem fala ou sem escrita funcional, além da aprendizagem na área do letramento e da matemática.

A ferramenta é mais uma novidade que vai estimular o aprendizado, promovendo a inclusão dos alunos. Foto: Giovani Oliveira/Semuc/PMBV

Segundo dados do Censo Escolar de 2020, cerca de 1.150 alunos da educação especial estão matriculados na Rede Municipal de Ensino. A Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC), desenvolve suas ações na Modalidade de Educação Especial, com base na Política de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva.

Aland Emannuella, professora da sala de recursos multifuncionais comemorou a chegada de novos equipamentos tecnológicos para auxiliar no ensino dos alunos com deficiência. Foto: Giovani Oliveira/Semuc/PMBV

Aland Emannuella é professora da sala de recursos multifuncionais e dá aula para 15 alunos com deficiência na Escola Municipal Glemíria Gonzaga Andrade. Ela fala ressaltou que a ferramenta vai permitir tornar as aulas mais dinâmicas e atrativas. 

"Com esse programa vamos poder trabalhar com alunos com diferentes deficiências, como cadeirante, autista, síndrome de down, dentre outros. E vai permitir que nós professores possamos desenvolver as habilidades e potencialidades deles, de maneira lúdica, para assim, aperfeiçoar o cognitivo de cada um" disse a professora.


Veja mais notícias sobre Especial Publicitário.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 26 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/