Manaus 30º • Nublado
Segunda, 05 Dezembro 2022

O Maior Arraial da Amazônia está de volta, de forma presencial, com o tema 'Viva esse Reencontro'

Com o tema 'Viva esse Reencontro', o Boa Vista Junina, considerado o Maior Arraial da Amazônia está de volta de forma presencial, após dois anos acontecendo em formato live. Em sua 22ª edição, o evento ocorrerá entre os dias 11 e 18 de junho, na Praça de Eventos Fábio Marques Paracat, localizada na avenida Ene Garcez, em Boa Vista.

O Boa Vista Junina 2022 contará com a participação de 28 grupos juninos, sendo 12 do grupo de acesso, 12 do grupo especial e 4 do emergente. Eles levarão para o tablado muita cor, brilho, emoção e técnica durante o tradicional 'Concurso de Quadrilhas', considerado um dos momentos mais empolgantes e esperados pela população. 

Mesmo diante da pandemia de Covid-19 o tradicional concurso de quadrilhas aconteceu de forma totalmente online, por dois anos. Foto: Giovani Oliveira/Semuc/PMBV

Convênio

Como forma de apoiar e incentivar os grupos, a Prefeitura de Boa Vista firmou, recentemente, convênio com a Federação Roraimense de Quadrilhas Juninas (FERQUAJ), garantindo o repasse de R$ 900 mil para o custeio de despesas diversas, que vão desde a confecção de roupas, produção artística, alimentação, entre outros.

"Para o movimento junino é satisfatória a forma com que a prefeitura trata e respeita os grupos. Mesmo na pandemia houve o repasse para custear os trabalhos que são realizados anualmente. A alegria de voltar de forma presencial é imensa, sentir o público, a vibração dos quadrilheiros. É um reencontro ímpar", disse o presidente da FERQUAJ, João da Cruz. 

Finalmente o público poderá conferir, de perto, a dedicação e energia dos grupos juninos no tablado. Foto: Cláudia Ferreira/Semuc/PMBV

Esse apoio acontece desde a primeira edição e a quantia repassada este ano é 65% maior que a anterior, tendo em vista o retorno presencial da festa. Dessa forma, a prefeitura segue valorizando a cultura local, fortalecendo a tradição junina e movimentando a economia criativa.

"O repasse é fundamental para o movimento cultural. Por isso, a prefeitura jamais deixou de garantir esses recursos. Agora, nesse reencontro, a gente precisava dar uma força a mais aos grupos. As quadrilhas são a maior atração do Boa Vista Junina e esse é o maior repasse que a prefeitura já fez", disse o prefeito Arthur Henrique.

O casal da Eita Junino, Rafael Nascimento e Mikelle Maia estão emocionados e ansiosos com o retorno presencial da festa. Foto: Giovani Oliveira/Semuc/PMBV

Saudade tem nome 

Tem sim e se chama 'Boa Vista Junina'. O sorrisão no rosto do rei e da rainha da Eita Junino, Rafael Nascimento e Mikelle Maia revelam essa ansiedade e emoção em estar de volta ao tablado, mais uma vez.

"As lives ajudaram muito o movimento, mas não é a mesma coisa, sem o calor do público. Acho que vai ser um dos melhores 'Boa Vista Junina' de todos os tempos. Está todo mundo com vontade de dar o melhor de si", pontuou Mikelle.

Dirceu Costa, diretor da quadrilha Luar do Sertão, agradeceu o apoio da prefeitura durante a pandemia. Foto: Giovani Oliveira/Semuc/PMBV

O diretor da quadrilha Luar do Sertão, Dirceu Costa, também não escondeu a felicidade em participar desse grande reencontro. "Somos muito agradecidos à prefeitura por não ter deixado faltar o arraial nesses últimos dois anos, mas a gente precisava de um arraial presencial. A live passou e vai deixar saudade, mas agora é hora de voltar ao tablado", falou.

O reencontro ficará completo com a maior paçoca do mundo, que promete quebrar mais um recorde este ano. Na última edição presencial, em 2019, foi servida mais de uma tonelada da iguaria.


Veja mais notícias sobre Especial Publicitário.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 05 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/