Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quinta, 21 Janeiro 2021

Seduc Pará entrega vale-alimentação escolar de R$ 80 para alunos da Região Metropolitana de Belém; confira cronograma

DlJ-KjqUUAA-nNX

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), iniciou nesta sexta-feira (12) a entrega da segunda remessa dos cartões de vale-alimentação escolar aos alunos da Região Metropolitana de Belém. Neste primeiro dia de entrega foram contempladas oito escolas da capital que possuem o maior número de estudantes.

A entrega foi organizada para evitar aglomerações e riscos de contágio pelo novo coronavírus. (Foto: Alex Ribeiro /Ag.Pará)


O cartão equivale a R$ 80,00 e deve ser utilizado na aquisição de alimentos para alunos das escolas estaduais. O auxílio é garantido aos estudantes durante a suspensão das aulas presenciais devido à pandemia de Covid-19.

A entrega foi tranquila na maioria das unidades de ensino. Na Escola Deodoro de Mendonça houve a maior procura, sendo reforçado o número de salas para agilizar o atendimento. A maioria dos cartões foi retirada por pais de alunos, que agradeceram pela nova recarga. "Criança em casa come muito, e esse cartão vai me ajudar mais uma vez a reforçar as refeições do meu filho", disse a autônoma Viviam Martins.

Estudantes também compareceram à "Deodoro de Mendonça" para garantir o cartão, um auxílio que, segundo eles, chega num momento que as famílias passam por dificuldade financeira. "É a segunda vez que recebo, e é uma grande ajuda nesse momento em que a minha mãe não está tendo muita renda", afirmou a aluna da 2ª série do Ensino Médio, Luciany Furtado.

Na Escola Pedro Amazonas Pedroso, no bairro do Souza, 1.768 alunos têm direito ao vale. A diretora e sua equipe tomaram todos os cuidados necessários para evitar aglomeração, com marcações no chão, cadeiras separadas na quadra e álcool em gel à disposição. "Já temos a experiência da primeira vez da entrega. Na segunda, aperfeiçoamos algumas coisas e está dando tudo certo. Cartões sendo entregues com tranquilidade e, para evitar aglomeração, hoje começamos a entregar para alunos apenas do 1º ano", explicou a diretora Elizabete Aguiar. A partir de segunda-feira (15), para manter a organização, a escola prosseguirá a entrega para alunos do 2º e 3º ano.

Mãe de quatro filhos, sendo dois estudantes do "Pedroso Amazonas Pedroso", a autônoma Marilene Monteiro viu as vendas de doces e salgados despencarem nesse período de pandemia. Para ela, receber os dois cartões ajudou muito. "Eu pago aluguel, sustento sozinha a casa e com a redução de vendas fiquei muito preocupada. Receber esse auxílio deu uma aliviada nas contas. Vou sair daqui direto para as compras", afirmou Marilene Monteiro.

O vale-alimentação escolar é uma iniciativa do Governo do Pará para manter as refeições dos estudantes durante a pandemia (Foto:Alex Ribeiro/Agência Pará)

Medida correta

Quem também foi cedo buscar o auxílio foi Francinete Costa, mãe de uma aluna do 1º ano. "Quem escolhe o que eu devo comprar é a Jenifer (filha). Como o auxílio é dela, eu priorizo comprar coisas que ela gosta de comer. Já tem até a lista em casa quando eu chegar", disse a autônoma. Ela também destacou a importância da iniciativa do Governo do Estado de orientar os pais para guardarem os cartões para uma terceira remessa do vale-alimentação. "É uma economia para todo mundo. Foi o mais correto a se fazer mesmo", acrescentou.

Acompanhada pela irmã maior de idade, a estudante Jéssica Barroso, 17 anos, também foi logo no primeiro dia buscar seu cartão. Aluna do 2º ano do Ensino Médio, ela já sabia o que comprar com os R$ 80,00. "Iogurte, biscoito e carne. Esses são os principais itens que pretendo comprar lá pra casa. Eu mesma vou fazer as compras, que é pra poder comprar o que eu gosto", disse.

Investimento estadual


A secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima de Braga, acompanhou a entrega e informou sobre o cronograma. "Todos os alunos irão receber o cartão. Nesta segunda remessa já entregamos a mais de 300 mil alunos no interior do Estado, hoje iniciamos a etapa Metropolitana e dia 22 nas regiões do Capim e Guamá, atingindo todo o Pará", detalhou.

Segundo Elieth Braga, uma terceira recarga será assegurada no mês de julho aos alunos de todos os 144 municípios. "Esse auxílio é fruto da preocupação do Governo do Estado com o aluno nesse período de pandemia. Um investimento de R$ 44 milhões do próprio Tesouro para ajudar na alimentação e não deixar os estudantes desamparados", reiterou a gestora. O vale-alimentação escolar beneficia todos os alunos da rede estadual, totalizando 575.244 estudantes.

Cronograma da 2ª remessa

06 de junho – Recarga automática: Escolas das regiões Araguaia, Baixo Amazonas, Marajó, Rio Caeté, Tapajós, Xingu, Carajás, Lago de Tucuruí e Tocantins.

12 de junho – Novos cartões: Oito escolas de Belém

18 de junho – Novos cartões: demais escolas de Belém e dos municípios de Ananindeua, Marituba, Benevides e Santa Bárbara do Pará

22 de junho – Novos cartões para as regiões Guamá (Castanhal, Colares, Curuçá, Igarapé-Açu, Inhangapi, Magalhães Barata, Maracanã, Marapanim, Santo Antônio do Tauá, Santa Maria do Pará, Santa Izabel do Pará, São Caetano de Odivelas, São Domingos do Capim, São Francisco do Pará, São João da Ponta, São Miguel do Guamá, Terra Alta e Vigia de Nazaré) e Capim (Abel Figueiredo, Aurora do Pará, Bujaru, Capitão Poço, Concórdia do Pará, Dom Eliseu, Garrafão do Norte, Ipixuna do Pará, Irituia, Mãe do Rio, Nova Esperança do Piriá, Ourém, Paragominas, Rondon do Pará, Tomé-Açu e Ulianópolis).

Veja mais notícias sobre EducaçãoParáEconomia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 22 Janeiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/