Manaus 30º • Nublado
Domingo, 14 Abril 2024

Rondônia lidera produção nacional de peixes de cultivo

Consolidando-se como maior produtor de peixe de cultivo em tanques, o Estado de Rondônia ocupa, pelo sexto ano seguido, o topo do ranking de produção nacional, com 57,2 mil toneladas, segundo dados do Anuário Peixe BR da Piscicultura 2023, o que fortalece a cadeia produtiva da piscicultura. 

Esse resultado coloca Rondônia à frente de Estados como Maranhão (39.100 t) e Mato Grosso (38.000 t), que ocupam a 2ª e 3ª posição no ranking, respectivamente.

Rondônia também está entre os três Estados do país que mais produzem peixes de cultivo, ocupando a 3ª colocação, pelo quinto ano consecutivo. 

Destaque é reflexo das ações coordenadas pelo Governo de Rondônia. 

A importância da cadeia produtiva da piscicultura é atestada através das ações de promoção comercial realizadas ao longo dos últimos anos, destacando oportunidades onde o pescado rondoniense foi apresentado para embaixadores, governadores, empresários e setores estratégicos para a divulgação do produto.

A estratégia de promoção comercial do Governo, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec),  já apresentou o Tambaqui de Rondônia para o Brasil e o mundo, através de ações como o Festival do Tambaqui, que teve edições em Nova York, Miami, São Paulo, Manaus, Belém, Palmas, Boa Vista, Rio Branco, Macapá, São Luís, Cuiabá e Brasília. 

Volume 

A cadeia produtiva também foi representada em eventos realizados em Lima (Peru), Foz do Iguaçu, São Paulo e na Bolívia. Essas ações combinadas causaram impacto, atestado pela plataforma Comex Stat, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços do Governo Federal, que aponta crescimento de 27 % do volume de exportação do pescado de Tambaqui local.

O vice-governador e secretário da Sedec, Sergio Gonçalves, ressaltou o papel estratégico da piscicultura na diversificação da matriz econômica estadual. "Estamos investindo em iniciativas que não apenas impulsionam a produção, mas também promovem a sustentabilidade e agregam valor aos produtos, elevando o potencial de Rondônia no mercado nacional e internacional", enfatizou.

Além disso, o Estado tem buscado aprimorar as políticas de incentivo fiscal para o setor, visando atrair investimentos e estimular o crescimento sustentável da piscicultura em Rondônia. Essas medidas, aliadas ao compromisso ambiental, visam garantir que o desenvolvimento econômico ocorra de maneira responsável, preservando os recursos naturais e fomentando a qualidade de vida da população. 


Veja mais notícias sobre EconomiaRondônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 14 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/