Portal Amazônia responde: o que são matas ciliares?

O nome vem do fato de serem importantes para a proteção de rios e lagos como são os cílios para os nossos olhos.

Você já passou por uma floresta, ou outros tipos de cobertura vegetal nativa, que ficam às margens de rios, igarapés, lagos, olhos d’água ou represas? Essas áreas são chamadas de ‘mata ciliar‘. O nome vem do fato de serem importantes para a proteção de rios e lagos como são os cílios para os nossos olhos.

Essas áreas permanentemente inundadas são ambientes difíceis para a maioria das árvores sobreviverem, devido ao baixo nível de oxigênio no solo. Porém, existem algumas espécies que se reproduzem neste ambiente, como por exemplo, o buriti. Por esse motivo, esses locais devem ser protegidos de pisoteio humano ou animal.

As características das matas ciliares variam muito dependendo da largura do córrego ou rio, do solo e substrato, se é mais argiloso ou arenoso, do relevo e da vegetação.

Para entender esta variação é importante lembrar das zonas de vegetação ao longo dos córregos e rios. Em áreas permanentemente encharcadas ou inundadas, existe uma mata ciliar diferenciada, com espécies de árvores que toleram os baixos níveis de oxigênio que ocorrem quando o solo fica inundado durante muito tempo.

Foto: Divulgação/Ipam

Quais as causas da degradação das matas ciliares e reservas legais? 

As pastagens são a principal razão da destruição das matas ciliares. A maior umidade das várzeas e beira de rios permite melhor desenvolvimento de pastagens na estação da seca e, por essa razão, os fazendeiros recorrem a essa opção mais simples.

O desmatamento é outra causa. A Amazônia sofre, ainda hoje, um processo de diminuição contínua devido às políticas de incentivos à pecuária e culturas de exportação (café, cacau etc). O aumento das populações rurais e a prática de sistemas de produção que não são adaptados às condições locais de clima e solo têm sido fatores responsáveis pela destruição de vastas extensões de florestas nativas na região.

Alguns produtores também desmatam para que os igarapés aumentem a produção de água no período de estiagem. Esta realidade deve-se ao fato de as árvores deixarem de “bombear” água usada na transpiração das plantas. Contudo, pesquisas mostram que esta prática, com o tempo, tem efeito contrário, pois com a ausência da mata ciliar ocorre um rebaixamento do nível do lençol freático (de água).

Também as queimadas, utilizadas como prática agropecuária para renovação de pastagens ou limpeza da terra, aparecem como causas de degradação. O efeito das queimadas leva ao empobrecimento progressivo do solo.

Por fim, não é dada às matas ciliares e às reservas legais a devida importância. As atividades de pesquisa e extensão na Amazônia e na maioria das escolas agroflorestais no Brasil, por exemplo, privilegiam a destruição das florestas, dando importância secundária à agricultura familiar. Há uma grande falta de informações sobre muitas atividades potenciais e ecologicamente adequadas à região.

Foto: Reprodução/Fapemat

Qual a importância ambiental das reservas legais e matas ciliares?
 

As reservas legais e especialmente as matas ciliares cumprem a importante função de corredores para a fauna, pois permitem que animais silvestres possam deslocar-se de uma região para outra, tanto em busca de alimentos como para fins de acasalamento.

Em locais de grande diversidade de espécies de plantas e animais, como em Rondônia, devem ser encontradas plantas e animais raros que somente ocorrem em sua região. Tal fato aumenta a importância das reservas legais. Dizer, por exemplo, que a floresta de uma região é compensada em outra distante, não é verdadeiro. Todo agricultor sabe que nas terras boas ocorrem muitas plantas e animais próprios de terras boas e uma terra fraca não compensa a perda das espécies da terra boa, e vice-versa.

Além disso, as matas ciliares e outras áreas de preservação permanente permitem ao proprietário diminuir os problemas de erosão do solo e manter a qualidade das águas dos rios e lagos da propriedade. Por fim, as matas nas propriedades particulares da Amazônia produzem muitos alimentos de grande importância para a fauna e para o homem. O equilíbrio ecológico só é possível, de fato, com o manejo adequado das florestas e matas e preservação do meio ambiente.

*Com informações do Ipam e da WWF

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Associação Yanomami ganha prêmio por campanha publicitária em que estátua indígena foi enviada para indicados ao Oscar 2023

A campanha teve a intenção de conscientizar as estrelas de Hollywood para que elas usem de sua influência global e ajudem na causa Yanomami.

Leia também

Publicidade