Estado de emergência para risco de incêndios florestais em Roraima é declarado pelo Ministério do Meio Ambiente

Decreto assinado pela ministra do meio ambiente, Marina Silva, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) e abrange o período entre os meses de setembro de 2024 a abril de 2025.

Incêndio cobre o platô do Tepequém de fumaça no Norte de Roraima. Foto: Reprodução/Defesa Civil do Amajarí

O Ministério do Meio Ambiente declarou estado de emergência ambiental para riscos de incêndios florestais em Roraima entre os meses de setembro de 2024 a abril de 2025. O decreto foi assinado pela ministra Marina Silva e foi publicado no Diário Oficial da União (DOU).

A publicação é do dia 6 de fevereiro e já está em vigor. A medida vai vigorar nas regiões norte, sul e as mesoregiões de Roraima – todos os municípios do Estado.

O governo de Roraima informou que instituiu a Operação Verão Seguro e tem acompanhado as mudanças climáticas e adotando medidas estratégicas para minimizar as consequências da seca e da estiagem à população dentro do que compete a cada entidade do Executivo estadual.

Em outubro de 2023, a Serra do Tepequém, principal região de turismo de Roraima, registrou aumento no número de focos de incêndios florestais. Os focos queimam as montanhas, afugentam os animais e enchem o ar da serra de fumaça.

Roraima enfrenta o período de seca, agravado pelo fenômeno El Niño, quando ocorre o aquecimento anormal do Pacífico equatorial.

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Murucututu: “coruja de óculos” é considerada a maior espécie do gênero na Amazônia

A murucututu ocorre em todas florestas tropicais das américas, mas na Amazônia já se tornou até personagem de canção de ninar.

Leia também

Publicidade