Manaus 30º • Nublado
Segunda, 05 Dezembro 2022

História do Portal Amazônia no seu lançamento na versão em inglês

O Portal Amazônia estreou na internet no dia 5 de julho de 2001, uma quinta-feira, por volta das 2 horas da manhã. O slogan da campanha de lançamento era "a internet ficou verde". Mas longos meses se passaram até que tudo estivesse pronto para o lançamento.

A proposta do Portal, desde o início, foi levar ao internauta notícias e informações de qualidade sobre a região, digitalização de milhares de imagens e centenas de reuniões para alinhavar as parceiras e nortear o rumo que o Portal deveria tomar.

O Portal recebeu a influência de muitos segmentos, desde a Universidade do Amazonas até de amigos que opinavam sobre a viabilidade das muitas ideias que haviam desde o início. Fruto de um projeto de pesquisa e desenvolvimento, parceria entre a Fundação Rede Amazônica e a IBM, o Portal Amazônia comprometeu-se desde o início a levar o melhor da Amazônia via internet.

Grandes personalidades da cultura cabocla uniram-se ao projeto: o poeta Anibal Beça, os músicos Torrinho, Cileno e Jorge Edu e os escritores Abrahim Baze e Gaitano Antonaccio.

A biodiversidade amazônica também foi completada com as parcerias com o Inpa – Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Fundação Djalma Batista, Museu Paraense Emílio Goeldi e Fundação Vitória Amazônica.

O diretor Phelippe Daou Jr. discursando no lançamento do Portal Amazônia em inglês. Foto: Abrahim Baze/Acervo pessoal

O Portal disponibilizava diariamente notícias de cada Estado da Região Norte, notícias do Brasil e do mundo, jornalistas, escritores, pensadores e intelectuais contribuíam com artigos que enriquecem o seu patrimônio amazônico. Parcerias com jornais consagrados como o Jornal do Commercio, o mais antigo do Estado do Amazonas, Diário da Amazônia, Amazonas em Tempo e Diário do Amazonas possibilitaram levar ao internauta do Brasil e do mundo infinita fonte de informação. O Portal Amazônia ainda dispõe de variados recursos multimídia para expressar a identidade de uma Amazônia que cresce e se moderniza, como textos, fotos, áudios ao vivo e vídeos da Amazônia.

O sistema de atualização utiliza avançados recursos de programação que permitem interatividade total com o usuário e são dotados de grande flexibilidade.

No dia 22 de fevereiro de 2002, entrou no ar a versão em inglês, visando atender ao publico do exterior que busca avidamente notícias da Amazônia.

O Portal Amazônia disponibilizava diversas seções de entretenimento, ciência e tecnologia, informação e cultura. Milhares de páginas e muitos novos projetos surgindo a cada dia. O nível tecnológico obtido através dos diversos parceiros de tecnologia da Rede Amazônica permitia aos usuários do Portal Amazônia acessá-lo de várias maneiras, seja através do computador ou do celular. As inovações tecnológicas não pararam por aí: através da parceria com a NBT – Norte Brasil Telecom e TCO – Tele Centro Oeste, surgiram novas formas de interação, muito práticas, como envio de mensagens pelo celular para serem lidas em uma interface web e permitindo aos usuários concorrerem a prêmios e participarem de enquetes usando o celular.

Diretor Phelippe Daou Jr. em companhia dos diretores da NBT/TCO, Maurício R. Santos e Denis Paes Barreto no lançamento do Portal Amazônia versão inglês. Foto: Abrahim Baze/Acervo pessoal

Discurso proferido pelo Sr. Phelippe Daou Júnior no dia 22 de fevereiro de 2002, quando do laçamento do Portal Amazônia na versão em inglês

Prezados amigos,

Na página editorial do jornal New York Times de 17 de janeiro de 1992, o seu novo publisher, Arthur Sulzberger Jr., escreveu:

Há quatro gerações, Adolpho S. Ochs estabeleceu os preceitos que guiaram com sucesso o New York Times durante novena e seis anos. Esses princípios foram levados adiante, com distinção, por meu avó, Arthur Hays Sulzberger, meu tio, Orvil E. Dryfoos e, meu pai, Arthur Ochs Sulzberger.

Cada um desses homens, na mensagem que redigiram quando foram nomeados publishers, citou o compromisso que o sr. Ochs fez quando assumiu o leme do Times:

Dar as notícias com imparcialidade, sem medo ou favor, independente de qualquer partido, seita ou interesse envolvido.

Cada um deles permaneceu fiel a essas palavras e ao espírito que as animava.

Seguir esses passos é, ao mesmo tempo, uma grande honra e um desafio assustador. Prometo que, com a ajuda dos homens e mulheres que fazem deste grande jornal tudo o que ele é, o Times continuará a ser fiel aos altos padrões jornalísticos e empresariais que sempre sustentou.

Iniciou meu discurso com as palavras do sr. Arthur Sulzberger Jr., do New York Times, porque as mesmas definem, perfeitamente, a missão da nossa organização: produzir e distribuir conteúdos de qualidade e que tenham extrema credibilidade. Temos sido incansáveis no cumprimento deste objetivo, sempre buscando atender, da melhor maneira possível, aos anseios da população da região amazônica, do restante do Brasil e do mundo. O trabalho árduo tem resultado em algumas conquistas importantes, as quais gostaríamos de compartilhar com vocês.

A partir de hoje, as rádios Amazonas FM, em Manaus, Amapá FM, em Macapá, Acre FM, em Rio Branco e, Princesa do Solimões, em Manacapuru, passam a operar ininterruptamente, ou seja, vinte e quatro horas por dia. Além disso, também, a partir de hoje as rádios Amapá FM e Acre FM, a exemplo da Amazonas FM, passam a ser transmitidas via internet. Além da ampliação de oportunidades para o mercado publicitário e do provável crescimento da nossa base de ouvintes, tais medidas visam especialmente atender aos ouvintes da Ásia e Oceania.

Na linha de documentários, hoje estamos lançando o vídeo Amazonas no Ritmo das Águas e relançando o vídeo Folclore na Floresta, ambos em português e inglês.

No que tange o Portal Amazônia, temos várias e importantes novidades. A primeira delas diz respeito ao acordo firmado com a Horizont, operadora de tv a cabo em Manaus e com concessões e operações em mais de 35 cidades brasileiras, as quais, em sua grande maioria nos Estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. Tal parceria, além da divulgação mútua das marcas e serviços da Horizont e do Portal Amazônia, viabiliza a oferta de conteúdo de banda larga do Portal Amazônia via cabo. Em outras palavras, o Portal Amazônia está, oficialmente na tv a cabo.

A segunda novidade está relacionada ao uso via telefone celular, do serviço SMS (Serviço de mensagem curta ou torpedo), oferecido pela NBT/TCO, parceria do Portal Amazônia para os mais diversos fins. Através deste serviço será possível responder enquetes, enviar mensagens e participar de promoções de qualquer lugar em que você esteja, em Brasília ou em qualquer um dos 11 estados onde a NBT/TCO opera, sendo resultados desta acoes disponibilizados no Portal Amazônia. Ou seja, a tão falada interatividade começa a se tornar através do Portal Amazônia.

A última novidade é o motivo pelo qual vocês foram convidados a estar aqui presentes: o Portal Amazônia em inglês. A versão em inglês do Portal Amazônia é o resultado da antecipação da execução de uma das fases do projeto de mesmo nome, o qual possui atualmente, mais de 80 parceiros de conteúdo e serviços e já atingia o pico de 2 milhões de page views por mês. Considerando-se o grande interesse mundial pelos assuntos amazônicos: considerando-se que, em pesquisa publicada neste mês, o número de pessoas que tem acesso à internet é superior a 308 milhões: e considerando-se ainda que o acesso internacional ao Portal Amazônia em português representa 18% do total, a decisão pela confecção da versão em inglês foi inevitável e urgente. A versão em inglês do Portal Amazônia é muito mais do que uma simples tradução do portal em português. Poderíamos até dizer que é um novo produto, pensando e formado para o publico estrangeiro, porém, mostrando a Amazônia segundo os nossos olhos. Esperamos que este produto seja digno da grandeza da nossa região e da sua gente.

Neste momento, peço-lhes permissão para fazer alguns agradecimentos.

Gostaria de agradecer ao amigo, Dr Yomar Desterro, nosso advogado, responsável pelo arcabouço jurídico do Portal Amazônia, pela sua atuação em mais de uma etapa: e à Zaira Coutinho, cuja empresa foi responsável pelos serviços de tradução, imprescindíveis aos objetivos atingidos.

Gostaria de agradecer a todas as pessoas que compõem o Sistema de Rádio da Rede Amazônica, na pessoa de Moisaniel Filho e a todos os funcionários do CAI/Suporte.

Gostaria de agradecer a Cosmos Vídeo, na pessoa do Eduardo nossa parceria na duplicação e distribuição dos nossos documentários no Brasil e no exterior, e a C.V.A. / A.V.G., na pessoa da Christina, Departamento responsável pela produção destes documentários.

Agradeço a Globo.com e a Ilimit, pela infraestrutura técnica e tecnológica que nos foi disponibilizada, indispensáveis ao Portal Amazônia em inglês.

Agradeço também a equipe do Portal Amazônia, na pessoa do Tarcísio, a qual foi incansável em buscar o melhor para a versão em inglês do nosso projeto.

Por fim, agradeço a Horizont, na pessoa do Edwards, pela confiança depositada na Portal Amazônia e a NBT/TCO, nas pessoas do Haidamus, Maurício, Guilherme e Denis, pela dedicação e paciência em atender aos nossos pedidos.

Finalizando o meu discurso, gostaria de oferecer todas as conquistas apresentadas em homenagem aos fundadores da nossa organização. Gostaria ainda de saudá-los através de duas mensagens, as quais estão a seguir.

A primeira delas é extraída das palavras do sr. Arthur Sulzberger Jr., do New York Times: Uma empresa sem passado, certamente é uma empresa sem futuro.

Uma empresa que não respira os princípios estabelecidos pelos seus fundadores, uma empresa que despreza os sacrifícios, a determinação e os exemplos dos mesmos, uma empresa que faz sucumbir a ética em nome do lucro fácil, uma empresa que se deixa cegar pelos avanços tecnológicos, uma empresa que se esquece da sua verdadeira missão está certamente fadada ao fracasso. Que o futuro da nossa organização tenha como alicerces o desprendimento heroico daqueles que a criaram, assim, como a sua capacidade inesgotável de sonhar.

A segunda mensagem é a seguinte:

O verdadeiro agricultor é aquele que vê campos verdejantes onde vemos terra árida, é aquele que vê uma grande colheita onde só vemos infertilidade, é aquele que transforma lágrimas em recomeços, enquanto apenas nos desesperamos.

Os fundadores da Rede Amazônica são verdadeiros agricultores, pois, se assim não fossem, a sua criação não teria perdurado por 30 anos, se assim não fossem, eu não estaria aqui falando sobre conteúdo, internet, tecnologia, portal … assuntos inconcebíveis no início da caminhada.

Ontem, a nossa missão era colorir a Amazônia, hoje, a nossa missão é colorir o mundo. Queria Deus, com as bençãos da matriarca da nossa empresa, Nazira Daou, que com o talento e a criatividade de cada um dos colaboradores da Rede Amazônica, possamos retribuir todo o esforço aplicado. Em outras palavras, sejamos como eles: amazônidas.

Muito obrigado e sucesso para todos nós.

Phelippe Daou Júnior

Joaquim Margarido, Milton de Magalhães Cordeiro e o Dr. Iomar Desterro e Silva. Foto: Abrahim Baze/Acervo pessoal

O Portal Amazônia hoje

Atualmente o Portal Amazônia é o veículo online oficial da Fundação Rede Amazônica (FRAM), braço institucional do Grupo Rede Amazônica (GRAM). Lançado em 5 de julho de 2001, está entre as principais referências sobre o tema Amazônia na internet e trabalha com jornalismo especializado sobre assuntos pertinentes no que diz respeito aos Estados da Amazônia Legal e Internacional.

A proposta do Portal Amazônia sempre foi levar ao internauta notícias e informações de qualidade sobre a região amazônica. Reformulado em julho de 2019, passou a ser o portal oficial da Fundação Rede Amazônica, fortalecendo seu papel social, ambiental e educacional, trabalhando com três pilares principais: Sustentabilidade, Educação e Empreendedorismo.

O conteúdo disponibilizado diariamente é produzido por jornalistas do Grupo Rede Amazônica e especialistas de diversos segmentos, que contribuem com artigos diários, que fortalecem a preocupação do grupo com a formação e desenvolvimento das pessoas da Amazônia.

O Portal Amazônia dispõe dos mais variados recursos multimídia - texto, fotos, áudio, vídeos e infografia - para levar até o internauta informação com qualidade, credibilidade e inovação. Conta com a contribuição de agências de notícias, sites parceiros, além de jornalismo colaborativo e do Amazônia de A a Z, almanaque online sobre a Amazônia. 

Sobre o autor

Abrahim Baze é jornalista, graduado em História, especialista em ensino à distância pelo Centro Universitário UniSEB Interativo COC em Ribeirão Preto (SP). Cursou Atualização em Introdução à Museologia e Museugrafia pela Escola Brasileira de Administração Pública da Fundação Getúlio Vargas e recebeu o título de Notório Saber em História, conferido pelo Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas (CIESA). É âncora dos programas Literatura em Foco e Documentos da Amazônia, no canal Amazon Sat, e colunista na CBN Amazônia. É membro da Academia Amazonense de Letras e do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas (IGHA), com 40 livros publicados, sendo três na Europa.

*O conteúdo é de responsabilidade do colunista


Veja mais notícias sobre Histórias da Amazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 05 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/