Pajurá: PANC chama atenção pela cor e apresenta potencial para confeitaria

Doces, bolos e pudins podem ser adaptados com o uso dessa PANC nativa da Amazônia.

Que as plantas não convencionais (PANC) tem atraído cada vez mais curiosos e adeptos, não se pode duvidar. Mas existem PANC exóticas que chamam bastante atenção, como a Pajurá (Couepia Bracteosa). Ela é conhecida na região amazônica e “chama atenção pela cor e gosto delicioso”, segundo o mestre em botânica e pesquisador das PANC, Valdely Kinupp. 

A árvore do pajurazeiro é uma planta nativa na floresta pluvial de terra firme da Amazônia e também pode ser conhecida como pajurá-de-racha e pajurá-verdadeiro. Pode variar entre 10 e 20 metros de altura e ter entre 30 e 50 centímetros de diâmetro.

Foto: Reprodução/Livro ‘Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil’

De acordo com a descrição no livro ‘Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil – Guia de identificação, aspectos nutricionais e receitas ilustradas’, é uma planta “raramente cultivada e seus frutos são aproveitados para consumo, geralmente recolhidos na floresta e comercializados nas feiras e mercados das regiões de sua ocorrência natural. Podem ser consumidos in natura, mas podem ser usados para pratos diversos crus ou processados”. Assim, sua propagação é exclusiva por sementes.

Os frutos podem ser consumidos diretamente in natura ou cortados e triturados com água, leite ou qualquer suco de frutas (peneire para retirar o excesso de fibras depois). Também podem ser triturados e refogados com ricota para patê salgado, bem como usados para fazer bolos e pudins. O doce da polpa com doce de leite teve boa aceitação e há grande potencial para confeitaria, sorveteria e docerias em geral.

Seu uso vai além da culinária. “Sua polpa possui diferentes carotenoides (precursores da vitamina A): 0,8 micrograma/g de alfa-caroteno, 17 microgramas/g de beta-caroteno e 0,5 micrograma/g de beta-criptoxantina”, detalha a publicação, que informa também haver necessidade de estudos nutricionais.

Foto: Reprodução/Livro ‘Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil’

Receita de pajurazada cremosa 

Descasque os frutos e pique em pedaços (já pode ser consumido assim como fruta in natura, usada em salada de frutas ou assado com canela). Triture no liquidificador com um pouco de água ou leite. Misture meio a meio de polpa e doce de leite e cozinhe até O ponto desejado, que pode ser pastoso ou mais firme, como doce de corte. Se preferir pode colocar menos doce.

Foto: Reprodução/Livro ‘Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil’

Saiba mais sobre o pajurá:

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Os cantores do rádio na Manaus de outrora

O rádio em todo país, e muito especialmente no Amazonas, possibilitou a consolidação de gêneros musicais e teve importante participação na formação política do Brasil.

Leia também

Publicidade