Manaus 30º • Nublado
Terça, 31 Janeiro 2023

A luta de minha querida amiga

A notícia veio como sempre, de maneira inesperada. Ninguém aguarda por ela, mesmo que todos saibam que ela vive rondando pessoas de todos os tipos, as piores e as melhores também. A notícia chega, às vezes, sem dor, em exames de rotina.

Às vezes, a notícia vem anunciada, mas é sempre negada, até que novos exames confirmem que se trata dela mesma. A palavra é evitada. São utilizados eufemismos. Sem ser de fato contagiosa, ela parece perigosa de ser dita, pensada, traduzida. Melhor mantê-la longe. Mas agora é tarde. Ela chegou.

Seu alvo é uma pessoa especial, destas que acumularam ao longo da vida, gratidão de muitas pessoas. Se é verdade que a gratidão recebida se transforma em luz, ela se sairá bem, pensam os amigos. Terá a gratidão recebida também o efeito de um poderoso analgésico? Parece que sim. De vez em quando a dor vem, às vezes, forte; às vezes, aguda. Minha querida amiga não lamenta, mas geme. Logo a dor se vai, talvez refutada pela luz, mas promete voltar.

Os procedimentos dos planos de saúde, dos hospitais e dos exames não ajudam. A forma, os papéis e os processos parecem mais importantes que a dor. Não para todos. No meio do caminho, alguns anjos abrem portas aqui e ali. Talvez seja um teste de fé. Ou, um teste de vida, para quem sempre teve fé. É hora de fazer uso dela. Minha querida amiga diz: "tenho fé de que vou ficar boa ou que vai acontecer o melhor". Ela acredita fortemente em Deus e nas orações. Ela luta contra a dor, com a força de seus aliados superiores. Eles não deixam de corresponder. A dor se vai novamente, mesmo que prometa voltar. Minha querida amiga sorri, o sorriso do alívio. Sorri o sorriso da vitória, que ainda não é definitiva, mas é uma vitória.

Foto: Reprodução/LinkedIn

Por fim, o tratamento é liberado e a esperança ganha ainda mais força. Além da gratidão recebida, minha querida amiga conta também com a gratidão sentida. O momento é difícil, mas ela consegue agradecer. Puxa! Mais luz para ela.

Minha querida amiga ensina a quem está em volta: seu marido, filhas, netos, parentes e amigos, dentre eles, eu. Percebo o quanto ela está sendo útil e isto é ainda mais luz. Lembro-me de alguns exercícios essenciais para a felicidade: a gratidão, o desapego, a resiliência, o plantar felicidade. Minha querida amiga pratica cada um deles e, ainda mais um, a beleza.

Quando a notícia vem, ela não traz apenas as dificuldades. Traz também as possibilidades da mudança do olhar, nas palavras de Yung, do ego (restrito, eu) para o Self (amplo, o nosso ser maior), podendo fazer brilhar ainda mais o que Mokiti Okada ensina como sendo a partícula divina que cada um traz dentro de si. É ela que brilha forte na minha querida amiga.

A notícia veio como sempre vem, de maneira inesperada. Ninguém aguarda por ela, mesmo que todos saibam que ela vive rondando pessoas de todos os tipos, as piores e as melhores também. Mas existe um tipo de pessoa que fará sempre o melhor uso dela, para si e para os outros. São as pessoas especiais. São pessoas como a minha querida amiga.

Sobre o autor

Julio Sampaio (PCC,ICF) é idealizador do MCI – Mentoring Coaching Institute, diretor da Resultado Consultoria, Mentoring e Coaching e autor do livro Felicidade, Pessoas e Empresas (Editora Ponto Vital). Texto publicado no Portal Amazônia e no https://mcinstitute.com.br/blog/.

*O conteúdo é de responsabilidade do colunista

Veja mais notícias sobre Felicidade no Mundo CorporativoAmazonas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 31 Janeiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/