Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quinta, 22 Abril 2021

Com a nova cepa no Oeste do Pará, governo anuncia bandeiramento preto na região do Baixo Amazonas e Calha Norte

O governador Helder Barbalho anunciou na manhã deste sábado, (30), por meio de suas redes sociais, que vai aumentar o rigor sobre a definição de bandeiras de risco da pandemia no Baixo Amazonas e Calha Norte. Dessa forma, os municípios que fazem parte da região passam de bandeira vermelha para preta e passam a entrar em lockdown.

A preocupação é dar resposta mais rápida sobre necessidade de adotar restrições quando há principalmente piora das condições da pandemia. As mudanças devem ser rodadas a partir da meia-noite da próxima segunda-feira, (1), por conta do aumento no número de da procura por leitos clínicos, leitos de UTI e novos casos registrados do novo coronavírus.

A nova medida adotada pelo governo deve afetar os municípios de Alenquer, Almeirim, Belterra, Curuá, Faro, Juruti, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Prainha, Santarém e Terra Santa.

"Isto é necessário para salvar a vida da nossa população e evitar a proliferação do vírus e, consequentemente, problemas graves que possam levar a óbito muitos paraenses. Não podemos deixar que isso aconteça em nosso estado", disse o governador.

Na noite desta sexta-feira, (29) o Instituto Evandro Chagas, identificou a presença de duas infecções pela mais recente variante do SARS-CoV-2 (novo coronavírus) que circula em Manaus (AM) em pacientes no Estado do Pará. A nova cepa foi detectada em um homem de 58 anos e uma mulher de 26 anos, ambos residentes em Santarém, no oeste paraense. Os dois pacientes já receberam tratamento e se encontram estáveis

Veja mais notícias sobre ParáSaúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 22 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/