Manaus 30º • Nublado
Sábado, 25 Junho 2022

Nova espécie de opilião é descoberta por estudante de mestrado no Acre

Protus-marllusi-opiliao-ac

O estudante do mestrado em Ciências Ambientais, do campus Floresta da Universidade Federal do Acre (Ufac), Marllus Rafael Negreiros de Almeida, descobriu uma nova espécie de opilião, a qual foi denominada de Protus marllusi, em alusão e homenagem ao autor da descoberta. O opilião, que é um artrópode da classe dos aracnídeos, foi coletado por Marllus e descrito pelo professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Adriano Brilhante Kury, que é curador da coleção Arachnida e Myriapoda, do Museu Nacional-UFRJ, e considerado um dos maiores especialistas em opiliões do mundo. 

A descoberta foi publicada no 'Zoological Journal of the Linnean Society', em 30 de agosto de 2021, em artigo assinado por Kury, Miguel Medrano e Amanda Cruz Mendes.

Foto: Reprodução/Ufac

Marllus, que é graduado em Ciências Biológicas pelo campus Floresta da Ufac, contou que observa a fauna amazônica como passatempo, o que, aliado à sua formação, o faz ter um olhar mais aprofundado sobre a natureza. "Aprendo muito com a observação da vida silvestre, anoto, fotografo e gravo", disse.

"Além do hobby, minhas observações têm um cunho científico; publiquei sete artigos nos últimos três anos, pela simples curiosidade e prazer em observar a natureza",

afirma Marllus.
Foto: Reprodução/Ufac

Segundo ele, a observação da natureza é de suma importância para a ciência, pois ainda há muitas espécies desconhecidas na Amazônia. "A observação da biodiversidade também desperta para a importância da conservação e preservação da natureza. Muitas das espécies descritas pela ciência e muito do que se sabe sobre elas se deve a observações pontuais e ocasionais", concluiu.


Veja mais notícias sobre AmazôniaAcre.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 25 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/