Roberto Cidade repudia valores abusivos de passagens aéreas para o Festival de Parintins

Segundo o parlamentar, um bilhete de ida e volta ao município está custando cerca de R$ 5 mil, o que deve afastar os turistas do Festival Folclórico.

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade (PV), usou a tribuna do parlamento nesta quarta-feira (23), para externar sua preocupação com os altos valores cobrados pelas empresas aéreas nas passagens para Parintins. 

Segundo o parlamentar, um bilhete de ida e volta ao município está custando cerca de R$ 5 mil, o que deve afastar os turistas do Festival Folclórico.

Foto: Joel Arthus/Reprodução

“Estou preocupado com o Festival de Parintins. Sempre vou com minha família, mas este ano o valor das passagens aéreas está um absurdo. Se um casal quiser ir à festa vai pagar R$ 10 mil além de hospedagem, que também está alto. O aluguel de uma casa por três dias está na faixa de R$ 5 mil. A gente vê que esse será um festival muito caro e isso afasta os turistas e, consequentemente, afeta a economia”, afirmou.

O presidente da Aleam sugeriu, ainda, que os deputados promovam uma audiência pública com os órgãos competentes, como Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e Instituto de Defesa do Consumidor do Amazonas (Procon-AM).

Em aparte ao discurso de Roberto Cidade, o deputado Tony Medeiros (PSD), que já foi Amo do Boi Garantido, afirmou que a preocupação do presidente da Aleam é a de toda população que gosta do festival. “Seu pronunciamento é a inquietação de todo o Amazonas”, destacou. 

Publicidade
Publicidade

Relacionadas:

Mais acessadas:

Abelhas são fonte de renda extra para agricultores familiares no Mato Grosso

Projeto Semêa, realizado pela Fundação Bunge, incentiva o uso de abelhas para fomentar agricultura regenerativa e de baixo carbono.

Leia também

Publicidade