Manaus 30º • Nublado
Segunda, 05 Dezembro 2022

Turismo regional: saiba como chegar em Roraima partindo de Manaus

Belezas naturais e territórios inexplorados. Esses são alguns dos motivos para se visitar Roraima. O Estado está localizado no extremo Norte do Brasil. Ele faz divisa com o Amazonas e Pará, além de fazer fronteira com a Guiana e a Venezuela.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia E Estatística (IBGE), a população roraimense chegou a 652,7 mil em 2021. E o Estado está dividido em três regiões turísticas. Uma delas é a região turística Extremo Norte do Brasil com uma superfície que reúne identidade histórica, cultura, economia e singular paisagem turística. 

Os municípios que compõem esta região são Amajari, Bonfim, Normandia, Pacaraima e Uiramutã. É onde se encontra o ponto mais setentrional do país, no Monte Caburaí, além de atrativos turísticos com o Monte Roraima e Tepequem, região de serras.

Leia também: "Do Caburaí ao Chuí": conheça o verdadeiro extremo norte do Brasil

Foto: Reprodução/Governo de Roraima

Na mesma região encontram-se diversas nascentes de rios que correm límpidos por inúmeras cachoeiras e corredeiras, proporcionando locais perfeitos para a prática de esportes radicais no turismo ecológico.

O Monte Roraima é um dos principais atrativos do Estado e fica na tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Republica Cooperativista da Guiana. Seus Tepuis [como são conhecidos suas montanhas e montes] chegam a 2.739m de altitude, conhecido por abrigar espécies endêmicas, berço de inúmeras lendas indígenas. 

Um dos lugares mais antigos do planeta, o monte atrai há séculos cientistas, biólogos, antropólogos, esotéricos, místicos e aventureiros, ávidos por escalar o enorme paredão de pedra e sentir o prazer de chegar ao topo. 

Um cenário cinematográfico cercado pela flora variada, singular, além de reunir formações rochosas de milhões de anos espetaculares, que lembram o período dos dinossauros e cristais existentes no platô, sobre os quais se pode andar, sentar e meditar.

Na capital, Boa Vista, também há diversas opções turísticas, como o Mirante Edileuza Lóz, o Parque do Rio Branco e o Monumento aos Pioneiros. 

Foto: Governo de Roraima/Reprodução

Como chegar

O Portal Amazônia preparou uma série de dicas para quem mora no Amazonas, ou está de passagem pelo Estado, e quer se aventurar e conhecer Roraima. Confira:

Avião

Sem dúvidas a maneira mais rápida de se chegar a Boa vista, capital do Estado. A viagem demora por volta de 2 horas e 53 minutos. O valor da passagem depende de vários fatores, mas fica entre R$ 620 a R$ 4 mil. A saída é do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, localizado na Avenida Santos Dumont, n°.1350, Tarumã.

Carro

A viagem começa em Manaus pela BR-174 e segue pela BR-432. Dependendo da velocidade e lugares a serem visitados pelo caminho, o tempo de viagem pode durar até 14 horas. Entre os municípios na passagem estão Presidente Figueiredo, Rorainópolis e Cantá, que possuem atrativos turísticos e podem ser mais lugares para conhecer durante a aventura. Vale lembrar que é necessário estar com o carro regularizado e revisado para evitar problemas durante a viagem.

Ônibus

Outra opção para quem quer economizar na viagem é o ônibus. O percurso leva cerca de 12 horas e, diferente do carro, são feitas apenas duas paradas obrigatórias. As passagens custam entre R$ 253 a R$ 488 no Terminal Rodoviário de Manaus, localizado na Avenida Djalma Batista, n°.2, Flores.

Veja mais notícias sobre AmazôniaTurismoAmazonasRoraima.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 05 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/