Manaus 30º • Nublado
Segunda, 27 Junho 2022

Por que algumas pessoas têm tanta facilidade de recolocação em tempos de crise?

Já percebeu que muitas pessoas têm facilidade em conseguir um emprego, mesmo em período de crises severas? Em muitos casos, até podem escolher em qual empresa vão ficar. Com isso, a pergunta que se faz é.... "Como essas pessoas conseguem isso, sendo que milhares estão em busca e não conseguem?"

Não há uma fórmula mágica para isso, nem uma resposta pronta para essa pergunta. Entretanto, alguns fatores e atitudes podem definir esse êxito na busca por uma recolocação profissional.

Nesse artigo vamos entender um pouco mais sobre esse universo de oportunidades em tempos de crise.

Foto: Divulgação/Ministério do Trabalho

Possuem uma rede de contatos bem apurada 

Profissionais que usam os seus contatos de forma eficiente sempre terão um campo interessante de oportunidades. Isso ocorre pelo fato de que muitas empresas não divulgam publicamente as suas vagas e processos seletivos. A rede de contatos disponibilidade boa parte dessas informações, que até então seriam restritas. Logo, é possível conseguir acesso a informações internas das empresas.

Essas pessoas aplicam uma técnica que tem muita eficiência, a de marketing multinível. Quase sempre, elas nem sabem que fazem isso pelo fato de que agem de forma natural. O sistema consiste em estender, por redes, os contatos, através de amigos de amigos, de amigos de amigos dos amigos e assim por diante. O segredo de sucesso dessa forma de buscar oportunidades está na multiplicação gigantesca de contatos.

Você acredita que é possível multiplicar 500 contatos dentro de um universo de 10 pessoas que você conhece? Sim, é possível e funciona.

Cursos específicos

Por mais que estejamos vivendo em um momento que o mercado pede profissionais que conheçam de várias áreas ao mesmo tempo, os cursos específicos ainda são divisores de água para alguns segmentos específicos quando se trata de processos seletivos. Alguns deles:

- Segmento de saúde: por ser um setor muito específico, as especialidades são fundamentais para a contratação, considerando que muitas regiões possuem poucos ou nenhum profissional com o conhecimento.

- Segmento industrial químico: por ser um mercado com um nível alto de periculosidade, há alguns setores internos que precisam de profissionais específicos, seja em ISOs, procedimentos preventivos contra periculosidade, trâmites fiscais envolvendo cargas perigosas, e outros.

- Segmento de tecnologia/desenvolvimento: é surpreendente a quantidade de vagas que tem sido abertas na área de TI, especificamente com foco em desenvolvimento, seja de softwares, aplicativos ou soluções tecnológicas internas. Algumas empresas estão buscando profissionais de outros estados para poderem preencher as suas demandas.

- Vendas de serviços: apesar de ser um segmento aparentemente fácil de achar profissionais, não é. Diferença das vendas de produtos, a área de serviço é um pouco mais complexa por vários motivos. O principal deles é a quantidade de concorrentes e abatimentos de preços. Negociar sob essas circunstâncias se torna algo complexo porque requer argumentações muito fortes para poder fazer o(a) cliente comprar.

- Pesquisa e desenvolvimento: é uma área extremamente difícil de encontrar profissionais, principalmente na área laboratorial. A indústria, por exemplo, tem um histórico de buscar profissionais até mesmo de outros países para poderem preencher as suas vagas. 

Disposição para mudanças de área ou segmento empresarial

A mudança de área, em alguns momentos para uma completamente diferente da outra, é uma realidade que temos vivido nesse momento. Isso não é consequência da crise, nem do Covid-19, mas sim de uma tendência natural de mercado, que vai se modificando no decorrer do tempo.

Muitos profissionais estão migrando para áreas completamente diferentes de suas áreas de origem. Um assistente administrativo, por exemplo, que muda para a área de Ciências de Dados, apesar de passar por um momento de adaptação que pode levar algum tempo, em médio prazo começará a ver resultados positivos da escolha pela mudança.

Ao mesmo tempo que alguns profissionais optam por essa mudança brusca, muitos não gostam da ideia, considerando que não têm a paciência ou tempo necessários para ver tudo começar a acontecer na nova área. O fato da necessidade de sobrevivência financeira diária também é algo que impossibilita que muitos talentos possam se descobrir em outras áreas.

E então, para onde vamos? 

Sobre o autor

Flávio Guimarães é diretor da Guimarães Consultoria, Administrador de Empresas, Especializado em Negócios, Comportamento e Recursos Humanos, Comentarista de Carreira, Emprego e Oportunidade dos Jornais Bom Dia Amazônia e Jornal do Amazonas 1ª Edição, CBN Amazônia, Portal Amazônia e Consultor em Avaliação/Reelaboração Curricular.

*O conteúdo é de responsabilidade do colunista


Veja mais notícias sobre Eu Profissional.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/