Manaus 30º • Nublado
Terça, 28 Junho 2022

Jacaré-açu, o maior e mais temido jacaré da Amazônia

Existem oito espécies de jacarés conhecidas e, com exceção do alligator-chinês (Alligator sinensis), todos vivem na América do Sul. No Brasil, as seis espécies nativas apresentam um tamanho que varia.

Na Amazônia, o maior é o jacaré-açu (Melanosuchus niger), podendo chegar até seis metros de comprimento o macho, e a fêmea, menor, até cerca de dois metros e 80 centímetros, podendo chegar até 100 anos de idade. 

Foto: Reprodução / Instituto Marcos Daniel

Também conhecido como jacaré-negro ou jacaré-preto, é um predador de topo de cadeia alimentar. Apresenta uma coloração escura e manchas, quando jovens, que somem com o tempo. Quando pequenos, alimentam-se de pequenos animais, como insetos, caranguejos, entre outros. Mas normalmente,  alimenta-se de pequenos animais, como tartarugas, peixes, capivaras e veados, quando adulto.

Sua reprodução ocorre uma vez por ano, em média. As fêmeas põem de 40 a 50 ovos. Os jacarés jovens devem ter muito cuidado, pois correm o risco de serem devorados assim que nascem por jiboias ou até mesmo outros jacarés adultos.

Foto: Reprodução/Instituto Mamirauá

A espécie esteve ameaçada de extinção, devido ao valor comercial do seu couro e da carne, segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

O uso de sua gordura como remédio caseiro por ribeirinhos também já foi relatado, para o tratamento de reumatismo, processos inflamatórios e doenças respiratórias como a tuberculose, além de derrames, convulsões e até epilepsia, de acordo com estudo realizado em 2008. 

Jacaré-açu pode medir mais de cinco metros. Foto: Barthira Rezende/Instituto Mamirauá

Na Amazônia, ela pode ser encontrada em sua maioria nos lagos de planície de inundação. Tendem a preferir águas mais calmas, vivendo em lagos com conexão a grandes rios, em rios de águas escuras, igarapés, igapós e áreas alagadas. 

No Amazonas, por exemplo, é possível encontrá-lo na Reserva Mamirauá, localizada na região do Médio Rio Solimões. Na Amazônia internacional é encontrado na Bolívia, Colômbia, Equador, Peru, e em algumas áreas da Guiana Inglesa e Guiana Francesa.

As outras espécies encontradas na Amazônia são: jacaré-tinga, jacaré-paguá e jacaré-coroa. 


Veja mais notícias sobre Amazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 29 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/