Manaus 30º • Nublado
Terça, 06 Dezembro 2022

"Efeito gangorra": Parte da Amazônia tem previsão de chuva forte, segundo Inmet

chuva-agencia-para

A chuva que assolou o município de Petrópolis, no Rio de Janeiro, assustou os brasileiros. Porém, conforme as águas vão perdendo força no Centro-Sul, elas vão aumentar no Centro-Norte do Brasil. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os Estados do Acre, Rondônia, Maranhão, Tocantins, grande parte do Amazonas e Sul do Pará têm previsão de chuva forte para esta quarta-feira (23).

Mas, ainda de acordo com o Inmet, até o dia 28 de fevereiro, para a Região Norte, são previstos volumes de chuvas intensas no oeste do Acre e noroeste do Amazonas e de Roraima, que poderão chegar os 200 mm. Nos Estados do Pará e do Amapá, os acumulados de chuva deverão permanecer entre 40 e 100 mm.

O "efeito gangorra" se dá quando a chuva diminui em uma região e vai para outra. Por exemplo, quando se tem mais chuvas no Norte o efeito oposto acontece nas regiões Sul e Sudeste.

Alerta de chuvas intensas destacado em laranja. Foto: Reprodução/Inmet

Já segundo o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), o Sul da Amazônia será o lugar mais afetado pelas águas, o que pode agravar mais a situação do rio Acre em Rio Branco (AC).

Alerta

O alerta começou às 11h desta terça-feira (22) e segue até as 11h desta quarta-feira (23). A previsão é de chuvas acompanhadas de ventos intensos (60-100 km/h). Há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Veja mais notícias sobre Amazônia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 07 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/